185
roteiros
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

E se você não precisasse mais comprar malas de viagem? Essa locadora pode ser a solução!

16 de Outubro de 2017
0 comentários 194 visualizações

imagem de uma mala

Recebo muitas perguntas de vocês referente às malas que uso em minhas viagens. Confesso que já tive várias – testei diferentes marcas e vi que 90% delas, infelizmente, não duram muito. Acabo concluindo que não valem o investimento. Até que, no último ano, encarei a compra de uma Rimowa (sim, cruza a barreira dos mil reais). Pra mim, que praticamente todo mês (às vezes até mais de uma vez no mês) ando com uma malinha pra lá e pra cá, valeu a pena. Mas a minha dica de hoje não é sobre qual mala comprar. Na verdade, é sobre NÃO COMPRAR MALA NENHUMA.

Mas hein?

Quando falei que, muitas vezes, o investimento em uma mala não vale, não estava brincando. Mala é caro – e não basta uma só: tem a de bordo, a média de porão e a grande de porão.

Você vai comprar as três? E quando precisar de outra ainda mais espaçosa? Vai comprar mais uma? E assim os gastos vão aumentando e a preocupação com o cuidado da mala também – afinal, foram pelo menos uns R$2.000 investidos naquela família de 3 boas malinhas. O que você vai fazer quando a companhia aérea aparecer com sua mala faltando uma rodinha? (Acontece 😩). Comprar mais outra?

A solução, que conheci recentemente, veio de uns conterrâneos de Minas! Os fundadores da Get Malas vivenciaram essa experiência não muito grata com gastos exagerados em bagagens e criaram uma empresa que ALUGA MALAS!

É uma prática bem diferente pra gente né? Mas achei a solução ótima! Você pode, por exemplo, investir na compra de uma mala de bordo (que costuma durar mais) e sempre alugar as de porão. Uma vantagem extra é que as malas são novinhas – e, caso a cia aérea a danifique, você não precisa se preocupar, pois a própria GetMalas se encarrega de resolver o problema.

Explico aqui sobre o funcionamento do site – incluindo alguns exemplos de preços. E sigo de olho em novidades como essa: amiga dos viajantes espertos e econômicos! ;)

GetMalas – alugando sua mala pela internet

banner sobre get malas

Como funciona a GetMalas?

De uma maneira super simples: basta acessar o site getmalas.com.br, escolher a mala ideal para a sua viagem, informar o período e calcular o preço. Depois de decidir a melhor opção, é só em “reservar” para efetuar o pagamento direto pelo site, com cartão da crédito ou boleto.

Se preferir, você pode pagar em dinheiro no momento da retirada. As malas são lindas, resistentes e de tamanhos diversos, para todos os gostos e necessidades.

Vale à pena mesmo alugar? Quanto custa?

A mala média, por exemplo, que comporta até 23Kg, tem o custo de R$87,00 por 10 dias de locação. Será sempre uma mala novinha e moderna. E você fica livre da preocupação de precisar comprar uma nova, caso a sua estrague.

E se a mala voltar danificada após minha viagem?

Não se preocupe. A GetMalas resolve tudo diretamente com a empresa responsável pelo seu transporte, nada de dor de cabeça pra você.

E aí, pronto, com as malas em mãos é só seguir as nossas dicas para arrumá-las de forma otimizada (lembrem-se: menos é mais) e aproveitar a viagem! Ao retornar, basta devolver a mala no mesmo local de retirada, ou entrar em contato com a empresa para que eles busquem o produto no seu endereço. Sem precisar se preocupar em encontrar um lugar para guardar esses “trambolhos” (porque, convenhamos, ocupam um espaço danado) dentro de casa! hehe

Alguém aí ja experimentou algum aluguel de malas? Conte pra gente como foi a sua experiência ;)

E no mais, boa próxima viagem!

como escolher a mala ideai

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!