185
roteiros
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

Austrália: The Great Ocean Road

30 de Outubro de 2015
13 comentários 4.639 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Nosso primeiro destino de motorhome pela Austrália foi a Great Ocean Road – uma rota deslumbrante ao longo do sudeste do país, pelo estado de Victoria.

Great Ocean Road entrada

Nós saímos de Melbourne e dedicamos dois dias para realizar o trajeto (ida-e-volta).

Existem diversos hotéis e campgrounds pelo caminho. Nós optamos por dormir próximo aos 12 apóstolos – a atração mais famosa da Great Ocean Road – no Apostoles Camping Park, em Princetown. O camping é super preparado para Motorhome.

Gente, eu não sei nem por onde começar a explicar a beleza dessa viagem… Começamos a road trip com o pé direito! A natureza por ali é surreal – espero que vocês consigam ter pelo menos 50% da ideia de como a região realmente é através de nossas fotos ;)

Nossa dica é que façam essa viagem no sentido sul, de Torquay a Allansford. Você irá dirigir bem do ladinho do mar – uma vez que na Austrália a direção é de acordo com a mão inglesa.

Quando forem ao país, não deixem de fazer essa rota, viu? Aqui eu mostro o por quê!

 

As surpresas da Great Ocean Road

 

Informações e curiosidades

A Great Ocean Road possui 243km de extensão e vai da cidade de Torquay a Allansford (em Victoria). Torquay está a 104km de Melbourne.

Uma curiosidade bem interessante sobre essa rota é o fato dela ter sido construída pelos soldados australianos que retornaram da 1a Guerra Mundial em homenagem àqueles que faleceram na ocasião. A construção ocorreu de 1919 a 1931 e a estrada se tornou o maior memorial de guerra do mundo.

Rota Great Ocean Road

Você pode ver mais informações no site oficial (em inglês).

Atrações imperdíveis na Great Ocean Road

A Great Ocean Road é extremamente famosa pelas formações rochosas de calcário ao longo das praias – criando aquele visual incrível dos famosos 12 Apóstolos, por exemplo. Mas seu charme e beleza não se encontram apenas nos famosos cliffs da região: na rota também encontramos a Bells Beach (mundialmente famosa pelo surf), muita vida selvagem e uma natureza impecável.

Bells Beach

Nossa primeira parada na Great Ocean Road foi a Bells Beach – praia que á palco da segunda etapa anual do mundial de surf. Ela está bem próxima à cidade de Torquay.

Existem dois mirantes por lá – unidos por uma passarela de madeira – e duas escadas de acesso à praia. Achamos o lado direito (olhando para o mar) mais bonito ;-).

Teddy Lookout

Vale a parada no Teddy Lookout para uma vista incrível da costa e da estrada. Existem dois mirantes nesse ponto de observação – vá nos dois, ok?

A praia ali embaixo também é linda!

Pena que pegamos muita névoa nessa hora – e a foto não saiu tão boa para fazer jus ao local :(

Kennett River

O Kennett River merece uma parada rápida para a observação de koalas selvagens e aves. Facilmente você conseguirá vê-los. São tão fofinhos!!

Os cliffs e torres na Great Ocean Road

Se prepare para ver uma natureza diferente de tudo aquilo que você já viu na vida – a realidade de lá vai muito além do que as fotos mostram, acredite!

Great Ocean Road vista aérea

Vista aérea dos cliffs na Great Ocean Road | créditos: greggoesglobal.com/

Twelve Apostles

A principal atração da Great Ocean Road é o Twelve Apostles (12 apóstolos), um conjunto de torres de calcário que surgem do mar no Port Campbell National Park. Há milhões de anos, elas se soltaram do continente e hoje estão aí, sofrendo ainda constantes modificações pela ação das ondas e dos ventos.

Originalmente, existiam 12 torres ao longo da praia, mas hoje restam apenas 8 (4 já caíram devido a erosão natural causada pelo mar – o último caiu em 2005). Eles variam em torno de 45m de altura e são extremamente impressionantes – só vendo ao vivo mesmo pra entender!

No local há um centrinho turístico com um café e lojinha, banheiros, estrutura para receber os visitantes e um estacionamento bem amplo. Se estiver frio, peçam o Chai Latte que é uma delícia!

Para a observação dos 12 Apóstolos, foi construída no local uma passarela de 500m de extensão – te possibilitando ver as torres de variados ângulos.

Rota Great ocean road com 12 apóstolos

Gibson Steps

Infelizmente o Gibson Steps estava fechado no dia que fomos – se o mar está forte, eles fecham a escada de acesso.

O Gibson Steps é uma escada de 86 degraus que te leva a uma praia selvagem fantástica bem próxima aos 12 Apóstolos. Dela, você consegue ver as torres Gog e Magog que não fazem parte dos 12 apóstolos mas são super semelhantes e também lindas.

Loch Ard Gorge 

O Loch Ard Gorge é um lugar maravilhoso na Great Ocean Road! Se você der a sorte de pegar um dia quente e com bastante sol (o que não é lá muuuito comum pois venta muito em Victoria) você ainda pode aproveitar uma prainha com um visual incrível.

Lock Ard

Do estacionamento, existem várias placas indicando inícios de trilhas curtas para mirantes e atrações. Veja todos, ok?

O Loch Ard foi realmente o que mais nos impressionou – pela beleza indescritível e pela história do local:

Em 1800, o navio Loch Ard que viajava da Inglaterra para Melbourne, naufragou por ali. A tragédia ocorreu já no finalzinho da viagem, completando quase 3 meses no mar. Dos 54 passageiros, apenas dois sobreviveram, Tom e Eva, e deixaram uma história incrível pra gente.

Um tripulante de 15 anos foi arrastado até a areia e, ao retomar a consciência, ouviu choro e um grito de socorro vindo do mar. Ele nadou até o local e encontrou uma garota de 17 anos ainda com vida. Após levá-la para a areia, ele conseguiu escalar os cliffs da praia e buscar ajuda – que chegou logo e com sucesso.

O local então passou a se chamar Loch Ard em homenagem ao acontecimento.

Para uma vista panorâmica do local, caminhe 400 metros do estacionamento até o Loch Ard Wreck Lookout. Lock Ard Wreck

Essas duas torres da foto eram unidas formando um arco que desmoronou em 2009. Hoje, em homenagem aos sobreviventes do naufrágio, elas são chamadas de Tom e Eva (e o local Loch Ard Wreck). Antigamente, o nome era Island Archway.

The Wreck

The Wreck marca o ponto onde o navio Loch Ard encalhou.

great ocean road the wreck

Thunder Cave

Da região do Loch Ard, seguimos para a Thunder Cave. Ela é bem bonita também!

As duas pontas das pedras na última foto à direita eram unidas formando um arco, mas ele também caiu devido à força do mar e do vento.

The Arch

O The Arch é um arco perfeito, muito bem esculpido pela erosão, que possui 8 metros de altura. Existe uma passarela com vários pontos de observação no local. O azul da água é impressionante!

London Arch

Bem pertinho do The Arch está o London Arch. Antigamente ele era chamado de London Bridge – por ter um formato semelhante à ponte de Londres -, mas em 1990 ele sofreu uma erosão que causou a queda de um dos arcos.

London Arch

The Grotto

A The Grotto é uma gruta acessada por uma escadaria de madeira (super fácil o acesso) que rende fotos lindas! O local também é impressionante.

Bay of Islands

A Bay of Islands foi a nossa última parada, o vento já estava super intenso e o frio também, mas ainda bem que resolvemos descer e conhecer a região, próxima a cidade de Peterborough. A baía é linda, cheia de torres de pedra que se assemelham aos 12 apóstolos – mas não são tão impressionantes quanto às mais famosas da rota.

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!
  1. Mayara 01/08/2017

    Show! Minha trip foi pro norte, Sunshine Coast. Ainda tenho que fazer essa pro sul, ver a aurora boreal e as algas fluorescentes na tasmânia, e passar uma noite no deserto do outback… tão na minha lista, rs!

  2. Hosting 24/12/2016

    Parabens pela dica, nesse exato momento to na great ocean road sentado no lado esquerdo do onibus e essa dica e digna de agradecimento. Deus abencoe!

  3. deborah 11/12/2016

    Sensacional!

  4. Isabella 07/12/2016

    Olá tudo bom??
    Farei esta rota em março saindo e voltando de melbourne. E passando uma noite em gor. Foi isto que vc fez ou de lá seguiu para outro lugar?

    Obrigada!

  5. Juliana França Koch 23/11/2016

    Oi Raquel!
    Eu e meu marido alugamos um motorhome e vamos sair de Cairns até Melbourne. Adorei as suas dicas!
    Você sugere alguma operadora de mergulho em Cainrs?

  6. Michelle 20/05/2016

    Tem pedagio!?

  7. Fernanda 04/04/2016

    Fiz essa rota em dezembro agora de 2015 e é realmente deslumbrante e imperdível! Adorei relembrar com o post de vocês!

  8. Maria angelica 26/02/2016

    Qual o mês ideal para visitar?

  9. Luis Alves De Almeida 26/02/2016

    Sensacional! Preciso conhecer a Austrália. Vocês avisam quando aparecerem promoções pra lá?

  10. André32 26/02/2016

    Eu também achei o Loch Ard incrível. As formações no geral são bem diferentes, mas essa é inexplicável.

  11. Lua Amaral 26/02/2016

    Quel, amooooo o Austrália demais! Obrigada por me fazer sentir na terra dos cangurus novamente!

  12. Luis Carlos 26/02/2016

    sensacional esse país, pena que é tão longe….

  13. Maria 26/02/2016

    Quel, esse país é maravilhoso! Morei um ano na Austrália e sonho em voltar. Acredita que eu não conheci a GOR?

    Obrigada pelo relato maravilhoso!