185
roteiros
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

Perrengues em viagem. Quem nunca?

25 de Novembro de 2017
0 comentários 660 visualizações
escrito por Raquel Furtado

É galera.. a gente tem muita história pra contar! São quase 18 anos de viagens internacionais; 26 anos de avião, ônibus, carro ou van; e mais de 40 países, 200 destinos e 10 mil horas em viagens. Tinha que rolar perrengue vez ou outra. Não tem como fugir.

Me lembrei de um fato cômico/trágico que aconteceu comigo referente à falha na escolha da hospedagem. Parecia uma boa ideia só que não foi. Sabe? É aquela coisa.. na época não tinha hoteis.com… não havia reviews, fotos, nota… nada.

Era 2008. Férias. Eu e 5 amigas decidimos viajar. O destino? Itacaré. A época? Janeiro. O dinheiro? Não tínhamos. Até aí tudo bem. Acho que todo universitário se identifica com aquele momento de “vamos! topo! mas tô sem grana. Vai ser muito barato?”. E assim tinha que ser. Comprar a passagem de ônibus pra Bahia não era mistério. Rodoviária, ônibus convencional, pacotes de biscoito, doritos, coca-cola e R$70 depois o transporte estava em mãos. – Partiu Bahia!

Estrada sem ar condicionado no ônibus lotado? A gente nem liga. Tínhamos dado AQUELA SORTE de encontrar a hospedagem mais barata da vida. “Havaí é aqui”. Eu, particularmente, sempre quis ir ao Havaí. O local era um camping maravilhoso, na melhor localização da cidade, que a irmã da amiga de uma amiga tinha conhecido uma vez e sabia que, além dos espaços para barraca, também alugava um quarto para 6 pessoas. R$120, preço total. Estávamos com sorte e seguiríamos com dois rins.

– Isso, pode reservar por 7 noites.

Chegamos de colar havaiano. No auge dos nossos 20 anos, a gente só queria curtir o paraíso e celebrar a sorte desse achado. Dessa dica. Dessa vida.

Sorte.

Não, gente. Não acreditem na sorte. Na verdade, não acreditem na irmã da amiga da amiga. O camping era o muquifo da esquina. A engenhoca transformada em quarto. O corredor sem ventilação e telha transparente para suprir a falta de luz. Que fique claro, o Havaí não era ali.

Mudar de hospedagem seria não mais comemorar as férias com dois rins. Um teria que ficar. Era Bahia, auge do verão e preços muito além do nosso bolso. E a política de reembolso no Havaí? Não tinha.

E assim se foram R$ 840 de lamentos, que por fim viraram risadas, algumas lágrimas e uma boa história pra contar.

Foram 7 dias de banho em cima do vaso sanitário enquanto dançávamos contorcionismo em dupla com a pia. (verdade!)

7 dias de sono no chão gelado pq o colchão veio de jato direto do deserto.

7 dias de ‘hola buenos dias’ por todo argentino que se empuleirava na nossa janela já dentro da rua.

Foram 7 dias.

7 dias pra nunca mais. Nunca mais escolho uma hospedagem assim “no escuro”. Tudo bem que rendeu risadas… mas ninguém merece! haha Foi um perrengue daqueles!

Hoje as minhas viagens já são bem diferentes e, pelo menos no quesito acomodação, não costumamos errar muito. Afinal, é sempre uma boa ideia aproveitar a internet para pesquisar antes, né?

Ah se há 10 anos pudéssemos usufruir desses benefícios como o Hoteis.com! O provedor de acomodações faz uma seleção excelente de hotéis e ainda te permite comparar as opções de acordo com as resenhas e fotos de hóspedes anteriores. É pra não errar na escolha MESMO!

Agora imagem se ainda houvesse, naquele tempo, promoções como a do programa fidelidade do hoteis.com, que te dá, a cada 10 noites reservadas pelo site, mais uma de graça. Seria excelente – e ainda amigo dos universitários duros.  ;-) Nós 6 agradeceríamos! rs!

Ainda nessa onda de perrengues em viagens e boas ideias que na verdade não saem nada como o esperado, eles lançaram a webserie chamada “Viajei”. Ela está super divertida e mostra algumas situações com as quais você provavelmente vai se identificar. Afinal, quem nunca passou perrengues em viagens, né?

Dá uma olhada no video “Praticando esportes no Leme”, por exemplo! rsrs

Conta pra gente seus perrengues vai! Vamos rir um pouquinho?

linha para dividir posts

Este post é fruto de uma parceria comercial entre o Hotéis.com e o VamosPraOnde. Salientamos que fazemos parcerias comerciais apenas com empresas cujos serviços já experimentamos e aprovamos, e somente publicamos informações que julgamos relevantes para nossos leitores. Conheça a política de remuneração do VamosPraOnde.

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!
leia mais sobre hotéis.com