185
roteiros
41
países
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

São Miguel do Gostoso

09 de Novembro de 2016
0 comentários 1.344 visualizações

Em novembro de 2016 embarcamos para Natal, no Rio Grande do Norte com o objetivo de conhecer uma pequena cidadezinha, muito famosa pelos esportes de vela, chamada São Miguel do Gostoso.

São Miguel está ao norte de Natal, a cerca de 1 hora e meia de carro, mais ou menos. A cidade é pequenininha mesmo – e o forte por lá é realmente o velejo – mas descobrimos vários passeios legais para quem não encara o kite ou windsurf.

Divido com vocês o que descobri nos 5 dias lindos e ensolarados que passei por lá:

São Miguel do Gostoso – um paraíso para os esportes de vela

Viajamos para São Miguel para evoluirmos nos esportes aquáticos. O namorado, como sempre, ficou com o Kite e eu, medrosa, com o Wind. Não tem jeito: eu juro que aquela pipa do kite vai me arremessar pra lua, hehe! Experimentei o wind pela primeira vez em Aruba e amei; depois fiz algumas aulinhas em Jericoacoara (outro paraíso brasileiro para esses esportes). Aí pronto: tive certeza que minha praia era mesmo o wind.

sao-miguel-do-gostoso

O que fazer em São Miguel do Gostoso:

  • Velejar

A principal atração de São Miguel do Gostoso é o velejo. Muitos brasileiros e estrangeiros viajam pra lá para aproveitar o vento e se dedicar ao kite e ao windsurf. O vento é intenso – o que faz de São Miguel o paraíso para os velejadores.

Vale a pena encarar umas aulinhas para conhecer mais sobre esse esporte que conquista tanta gente! Queria só deixar um alerta sobre o kite: é um esporte bem radical e muitas vezes perigoso; então tenha sempre cuidado e cautela. Dito isso, quem faz, ama!!! Os meninos que estavam comigo são apaixonados e nunca tiveram, graças a Deus, nenhum problema. Já eu, como falei, tenho medo de ser arremessada e me aventuro apenas no wind. Me sinto mais segura.

As escolas que mais nos indicaram foram o Clube Kauli Seadi e Dr Wind.

  • Passeio ao TAO Paradise

Um passeio que, pelo que li e pesquisei, é imperdível é a visita ao Tao Paradise. Um lugarzinho lindo, que oferece um Day Use (mediante reserva) para você comer bem e relaxar. Além da comida maravilhosa, o Tao ainda conta com um rio azulzinho e super cristalino!! É a perdição da região! Todo mundo que vai, ama. Nós infelizmente deixamos para reservar em cima da hora e não conseguimos mais disponibilidade. Todos os finais de semana do mês de novembro já estavam esgotados :-(. Voltaremos para conferir com certeza!

Importante: O Tao não está localizado em São Miguel do Gostoso, mas em Catolé, a cerca de 45 minutos (50km) do centrinho. O local não abre nas segundas e terças-feiras!

Valor: R$130,00 por pessoa

Obs. À partir de 14/12/16, o valor do Day Use passa a ter um acréscimo de R$10,00, mudando então para R$140,00 por pessoa com Menus Mar e Terra, e com Menu Chandon R$420,00 por casal. O DayUse de crianças dos 02 aos 12 anos com Menu Kids permanece R$70,00.

  • Pôr do sol em Tourinhos

Outra atração é o pôr do sol em Tourinhos – um praia mais tranquila, até mais indicada para banhistas, que é premiada com um poente maravilhoso! Aluguem um buggy ou quadriciclo e não deixem de ir até lá!

  • Passeio de buggy ou quadriciclo

Ainda de buggy ou quadriciclo, vá até o Cabo Calcanhar – dirija para a esquerda, olhando pra praia. Por lá vimos um farol e uma pequena piscininha de água salgada fornada pelo mar. Não é um passeio ultra imperdível, mas é um passeio gostoso para conhecer mais da região. Fomos por volta das 3hs da tarde e o entardecer estava lindo!

  • Sim, também tem surf!

Se você gosta de surf, é possível encontrar umas ondinhas em São Miguel! O pessoal que estava comigo foi de manhãzinha para a praia da lagoa de sal e gostaram bastante. Deu pra se divertir. Foram duas vezes.

linha pontilhada

Onde comer em São Miguel do Gostoso:

São Miguel não tem um centrinho charmoso com uma enorme variedade de restaurantes, um ao lado do outro; mas encontramos várias opções super gostosas e charmosinhas para almoço e jantar – o porém, entretanto, é que precisávamos de carro na maioria das vezes. Apesar de serem próximos, eles não são estão tão pertinho a ponto da caminhada ser tranquila. Vejam o mapa abaixo para entenderem melhor:

Mapa dos restaurantes em são miguel do Gostoso

Os restaurantes estão na região das pousadas, em uma área com aproximadamente 2.5km de extensão.

Nosso preferido foi o restaurante Tuk Tuk (jantamos lá duas vezes). A comida é maravilhosa e o atendimento foi realmente o melhor que vimos na cidade. Procurem pelo Marcos – um espanhol apaixonado pelo Brasil e por lugarzinhos tranquilos como São Miguel. Super simpático! À entrada de atum com avocado e tomatinho é deliciosa! O ceviche no coco também! Eu amei o prato principal de atum – mas a perdição da mesa foi um prato que não está no cardápio, o Pecado da Núria. Um super filé de carne vermelha com batatas e saladinha. Bem gourmet. A taça de vinho branco tb agradou muito! Nos disseram que a sobremesa que servem lá não é desse mundo, de tão gostosa, mas infelizmente não experimentamos.

Dica: levem dinheiro em espécie pois o sinal da máquina do cartão é bem instável no restaurante.

Outro lugar que adoramos foi o Gênesis – onde tb jantamos. Éramos 6 e, acredite se quiser, além do prato principal que cada um comeu, ainda dividimos 13 entradas!!! Tudo bem que elas não são muito fartas, mas mesmo assim… Foi demais! Ehehe Eles estavam tão deliciosos que foi difícil resistir. Diferente do Tuk Tuk, eles têm bem mais opções de entradas. Pedimos polvo, atum com abacate, kafta de cordeiro, falafel, polenta com cogumelos e espetinhos de camarão. Todas super deliciosas! O atum de prato principal também estava muito bom, assim como o bolinho de chocolate, sorvete de creme e calda de nutela que pedimos de sobremesa. Aprovadíssimo! E tudo isso sem contar que o ambiente é lindo! Super charmoso! Pensando bem nem sei dizer realmente se é justo o Tuk Tuk liderar a lista, hehe! Acho que os dois estão empatados.

restaurante gênesis

Almocei na pousada Mi Secreto um dia e também gostei muito. O restaurante se chama Mar e Brasa. Único ponto negativo que encontrei foi a quantidade de comida – achei pouco farto para o valor. Não se enganem ao lerem purê: em duas garfadas o purê já acabou! Mas levem em consideração que sou gulosa, tá? :-) A comida estava deliciosa e vale a pena! O açaí de lá também é delicioso! Obs. Todos os açaís que encontrei em São Miguel do Gostoso já estão misturados com xarope de Guaraná – então por lá não é possível tomar o açaí natural super saudável sem açúcar. Em todo caso, vale a pena!!

Bem em frente à esse restaurante está o Dr Wind, quem tem um restaurante também. Não sei se eles servem algum prato, mas o pessoal que estava conosco na viagem comeu o sanduíche e a tapioca de lá e adoraram.

Almocei tb no restaurante do Clube Kauli Seadi, logo depois da aula de Wind. Achei uma delícia: PF com frango, ovo, arroz integral, saladinha e feijão. Se você preferir, pode trocar o frango por carne vermelha ou soja. Prato suuuuper farto!

Agora pra quem gosta de pizza, a dica é o Quintal. Pizza de massa fininha e de-li-ci-o-sa! O sucesso da mesa foi a pizza do chefe: 4 queijos e calabresa. Como sobremesa, eles oferecem pizzas doces de banana ou chocolate.

Em frente ao Quintal, e do mesmo dono, existe um restaurante de peixe e pratos variados. Não experimentei, mas uns amigos acharam OK, nada demais. Não repetiriam. Obs: não confundam com o Gênesis, tá? Que é divino e também está por ali.

Jantamos também no Hibiscus. Os pratos estavam OK também, gostosinhos. O risoto de polvo, entretanto, fez sucesso! Voltaríamos apenas para repetí-lo. Ah, e para repetir as caips saquê também. Foram o grande destaque do restaurante. A preferida foi a de tangerina com gengibre e pimenta.

No último dia almoçamos rapidinho no Sheik’s. Pedimos um peixinho grelhado com mandioca e salada. Ok, também. Gostosinho.

Nos recomendaram muito o Tao Paradise – que falei acima e oferece um menu super especial de almoço – mas infelizmente não tivemos oportunidade de ir conhecer.

linha pontilhada

Onde se hospedar em São Miguel do Gostoso:

A pousada mais elogiada pra gente foi a Mi Secreto, bem em frente ao Point de Kite de São Miguel do Gostoso. Passei por lá para conhecer e realmente pareceu ser a melhor da região. Piscina linda, restaurante excelente, atendimento muito bom e ótimas acomodações.

A pousada Kauli Seadi também foi muito elogiada – e foi onde nossos amigos se hospedaram. A estrutura é ótima e a pousada é super lindinha. Os quartos são bangalôs bem charmosos. A piscina é OK. O destaque são as redes, o balanço, a quadra de tênis, a cama elástica que é a perdição das crianças e a massagem! E que massagem! A Diva, massagista da pousada, é um anjo! Não deixem de agendar um horário com ela! Um porém é o fato do restaurante ser em outro ambiente que não na pousada (ele está localizado no Clube Kauli, que é ali pertinho, mas não exatamente do lado). Comentaram conosco que a comida muitas vezes chegava fria por ter vindo de “longe”.

Nós nos hospedamos na pousada Só Alegria, sinceramente porque as outras opções estavam esgotadas, mas gostamos. A pousada é simples mas o atendimento é ótimo, o café da manhã é bem gostoso e os quartos bonitinhos. Toalha para praia é paga  à parte: R$3,00 por toalha. O destaque vai para a equipe e os proprietários que são muito simpáticos, para a quantidade de flores, verdes e passarinhos que existem por lá e para o terraço e a enorme cadeira/cama de balanço. O restaurante eu não achei que vale a pena.

 linha pontilhada

Quando ir a São Miguel do Gostoso?

A melhor época para o vento é de outubro a dezembro. Em julho, o vento costuma das uma sossegada e algumas pessoas aproveitam até para pegar umas ondinhas de SUP ou mesmo remar pelas partes mais abrigadas.

linha pontilhada

Como chegar

Voe para Natal. Por lá você pode pegar um Transfer (várias ofertas no aeroporto mesmo) ou alugar um carro. São Miguel está a aproximadamente 100km de Natal, e a estrada é bem tranquila – não é duplicada mas não é cheia e o asfalto parece ser novinho; não vimos buracos bem nada que atrapalhasse a direção.

Não pratico esportes aquáticos – vale a pena ir para São Miguel do gostoso mesmo assim?

Depende! Na minha opinião, existem outros destinos mais interessantes para quem não veleja – a própria cidade de Pipa, também no Rio Grande do Norte me parece uma opção mais interessante para esse propósito.

Dito isso, no nosso grupo existiam crianças e outras pessoas que não velejavam – e elas não se sentiram entediadas. Escolha uma boa pousada, com uma piscina bem gostosa e faça os passeios que a região oferece. As praias principais, entretanto, não são apropriadas para banhista: mar mexido, muito vento, e muito kite e wind na água.

Nos disseram que na maré baixa, o mar fica gostoso é ótimo para banho, mas não chegamos a ver essas condições. A praia De Tourinhos é a mais indicada para banhistas.

linha pontilhada

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!