185
roteiros
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

Viajamos… mas e os cachorros?

16 de Outubro de 2017
1 comentários 249 visualizações

E aí essa viajante de carteirinha que vos fala resolveu adotar não apenas um cãozinho, mas dois. Isso mesmo: eu e Leo viramos papais de 2 peludos lindos, o Cookie e o Paçoca. Na época foi meio confuso – a gente viaja muito e não sabia bem o que fazer com os peludinhos quando viajasse. Mas aí conhecemos a Dog Hero e tudo mudou :)!

Esse post é pra explicar um pouquinho essa nossa nova etapa da vida e o app Dog Hero que ajuda – e muito – os papais dos pets.

vamospraonde e os cachorros

Adotamos dois peludos!!

“Quel, como você vai fazer com as viagens?”

Quem me acompanha no Vamos sabe que nos últimos 4 anos minha rotina envolveu pelo menos uma viagem por mês – às vezes algumas viagens que duravam até mais que um mês (como foi a nossa roadtrip pelos EUA em maio/junho de 2017). Apesar do blog me permitir trabalhar de casa, poucas eram às vezes em que eu efetivamente ficava em casa.

A verdade é que depois de tanto tempo pelo mundo, eu comecei a sentir falta de viver o meu próprio mundo. De ter uma rotina familiar, de ver meus amigos, de comer em casa e algumas coisas simples do dia-a-dia comum da grande maioria das pessoas mas não do meu.

Vivi essa vontade por quase um ano até dar o passo de aumentar a família, bater o martelo e falar: vou passar mais tempo em casa!

“Tá. Mas aí você não vai mais viajar?”

Não! Acho que eu não sou Quel se eu não viajar. Viagem faz parte do meu mundo também. É uma parte importante de mim. Ver o mundo me educa, me enriquece, me desafia, me deixa feliz. Mas eu vou diminuir o ritmo, digamos assim.

E aí volta a pergunta inicial, aquela que eu mais ouvi (e ainda ouço) quando falo dos meus filhotes: O que você vai fazer com os cachorros quando viajar?

Confesso que eu não sabia bem a resposta dessa pergunta quando adotei. A 3 meses atrás, quando peguei os cãezinhos, eu diria: vou dar um jeito.

E um mês depois, não é que eu dei?

Dog Hero

Conheci a plataforma Dog Hero – que funciona como um AirBnb de Cachorros. Sabe quando vc procura a casa de um anfitrião pra se hospedar ao invés de um hotel? Quando você procura uma experiência mais próxima do anfitrião e menos impessoal como o hotel? É a mesma coisa! Ao invés de procurar um hotelzinho pro seu peludo, você procura a casa de uma pessoa que assim como você ama animais e se dispõe a hospedar o seu pet dando todo amor e carinho enquanto vc estiver fora.

imagem do site da dog hero

Pra gente que é muito apegada aos bochinhos, isso faz toda a diferença. (Esse link te dá R$20 de desconto na primeira hospedagem – é só se cadastrar!)

Você pode procurar anfitriões perto da sua casa com hábitos comuns aos seus, como permitir que o cachorro suba na cama, durma no sofá, passeie algumas vezes no dia… etc!

imagem com exemplo de hospedagem no Dog hero

Um exemplo da hospedagem de um anfitrião do DogHero

Tão logo adotei Cookie e Paçoca fiz uma viagem à Portugal – claro que morri de saudades, mas foi aquela coisa: a gente sofre mais que eles, porque os dois estavam lá na casa da Sandra, correndo de um lado pro outro atrás da bolinha e dormindo embrulhadinhos no edredom juntinho da nova titia.

Gravei um vídeo explicando resumidamente esse experiência e mostrando um pouquinho da anfitriã que encontrei e dos caezinhos na casa dela.

Viagem seguiu tranquila e eles passaram uma ótima semana de férias também.

Obrigada Dog Hero por melhorarem o mundo dos cãezinhos facilitando suas vidas enquanto os papais humanos precisam viajar.

linha pontilhada

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!