185
roteiros
124
cidades

Como chegar e o que fazer em St Gallen, Suíça

Em janeiro de 2019 fiz uma viagem deliciosa de quase um mês pela Suíça. Dentre as cidades que visitei está St Gallen. Não entendo porque ela ainda não ficou famosa entre os brasileiros.

Meus 7 dias em Tromso + Aurora Boreal!

Nem acredito que realizei esse sonho: ver a Aurora Boreal <3! Foi tudo ainda mais mágico do que eu esperava. Quem acompanhou os posts e os stories no nosso Instagram durante essa minha viagem para Tromso em janeiro/2018...

Como chegar à Machu Picchu

Machu Picchu é um destino maravilhoso! Recomendamos muito que você reserve um espacinho na sua agenda para conhecer esse lugar especial. Machu Picchu representa...

Guia Fíji (dicas, índice de posts e perguntas frequentes)

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além da Flórida e NY: Explorando o Oeste

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

O México além de Cancun (Chiapas)

22 de agosto de 2015
1 comentários 4166 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Convidamos a Carol Trevelin, que morou 6 meses no México, para nos contar um pouquinho mais sobre esse país maravilhoso que, como ela mesmo diz, vai muito além de Cancún.

Nessa conversa, a Carol nos contou um pouquinho sobre o Sul do país, e detalhou diversos lugares incríveis em Oaxaca e Chiapas.

Chiapas é o tema do post de hoje! Você pode ver os detalhes sobre Oaxaca aqui.

Um México nada convencional

por Carol Trevelin

Diferentemente de todo norte do México, que possui clima seco e paisagem desértica, o Estado Chiapas conta com muita floresta. O clima que vemos por lá é, consequentemente, quente e úmido. A região é quase uma Amazônia mexicana, sabe? Sua capital é a cidade de Tuxtla Gutiérrez.

Localização de Chiapas no Mapa do México

O que mais chama atenção no estado todo é a incrível riqueza cultural: Chiapas é o estado mexicano que abriga maior número de comunidades indígenas oficialmente reconhecidas, proporcionando, portanto, uma belíssima variedade de cores, costumes, tradições, sabores, aromas e dialetos!

Mas há também muita beleza natural por lá. Muita! E já que o forte aqui é selva, o roteiro que apresento é só de água doce:

– Cascadas El Chiflón

Cascadas El Chiflón México

Em meio a vales e florestas está escondido o Centro Ecoturístico Cadena de Cascadas El Chiflón, pertencente ao município de Tzimol. Ele está a aproximadamente a 150 km de distância da capital.

Trata-se de um conjunto de quedas do rio San Vicente (cinco são as mais visitadas no parque), sendo a maior delas chamada Velo de Novia, com 120m. O mais impressionante nessas quedas é que suas águas são de um azul turquesa intenso, formando piscinas azuizinhas ótimas para banho.

Infelizmente não se pode nadar em todas elas devido à correnteza e o difícil acesso, mas naquelas em que o banho é liberado, dá pra aproveitar muito! Afinal, depois de uma subida intensa, passando por todas as quedas até chegar na Velo de Novia, o calor vai ser grande. Sim, é muita subida, muitos degraus, mas a dica é ir parando aos poucos no caminho para tomar um fôlego e, ao chegar lá, se deliciar com a vista:

O parque conta com estrutura completa para hospedagem, camping, restaurantes… E tudo pode ser visto no site oficial.

– Cascadas de Água Azul

Cascadas de Água Azul México

Sim, Chiapas é a rainha do azul turquesa “tipo caribenho” longe das praias. E o rio Água Azul (impossível se esperar outro nome) é um dos responsáveis pelo título.

O Parque Nacional Cascadas de Água Azul está localizado a aproximadamente 200 km da capital Tuxtla Gutiérrez e conta com estrutura simples de chalés para hospedagem, restaurantes, sanitários e tendas de artesanato nativo. Após entrada no parque, é bem simples caminhar pela extensão do rio e há placas indicando para onde seguir.

O rio corre pelas rochas calcárias formando muitas piscinas naturais após as quedas que são ótimas para banho – elas te fazem sentir praticamente em uma piscina particular.

É realmente um lugar de extrema contemplação, para relaxar e esquecer os problemas. Saber que você está em águas azuis em meio à selva mexicana é de tirar o fôlego!

– Misol-Há

O Centro Turístico Misol-Há está localizado a cerca de 250 km da capital de Chiapas e está bem próximo das Cascadas de Água Azul. A partir da capital, o acesso a ambas as cachoeiras é através de estrada sinuosa, em meio à densa selva mexicana.

O centro possui estrutura de hospedagem com várias cabanas e chalés, restaurante, sanitários. Tudo administrado pela comunidade local, a qual é extremamente receptiva.

Misol-Há México

A cachoeira Misol-Há tem cerca de 30 metros de queda e, em períodos de seca, a queda fica com volume baixo, praticamente um fio de água. Em seu poço é possível nadar, porém tenha muito cuidado: alguns lugares são fundos e, com alto volume de água, há muita correnteza. Atrás da cachoeira passa uma trilha que leva a uma gruta no interior das rochas, onde há uma nascente. A trilha é extremamente simples e vale a diversão.

– Zona Arqueológica de Palenque

A zona arqueológica de Palenque é certamente uma das mais conhecidas de Chiapas. Localizada a cerca de 270 km da capital, as ruínas da civilização Maia são tão majestosas que foram reconhecidas pela UNESCO como Herança Mundial em 1987. Não é para menos!

A beleza do sítio arqueológico fica por conta da grandiosidade das construções, datadas de séculos atrás, em meio à selva chiapaneca. Não é possível adentrar algumas construções, mas pode-se ter contato direto e escalar outras, possibilitando visões incríveis como essa. A contratação de guia não é obrigatória, mas recomendo muito para entender mais sobre a história desse lugar fascinante!

A entrada às ruínas é paga e o ideal é chegar cedo, pois devido a grande quantidade de turistas, você pode esperar muito em filas.

Na região onde está localizada, há muitas opções de hospedagem e o fato de estar a poucos quilômetros do centro da cidade de Palenque dá ainda maiores opções de hospedagem e restaurantes. Você pode encontrar transporte até lá facilmente, saindo de muitas cidades do estado. O que não pode mesmo é deixar de ir!

– Parque Nacional Lagunas de Monte Bello

Parque Nacional Lagunas de Monte Bello

Aproximadamente a 200 km da capital, no extremo sul do Estado, está localizado o Parque Nacional Lagunas de Montebello, quase na divisa com a Guatemala.

Trata-se de um conjunto de mais de 50 lagos, com águas que variam muito de cor dependendo do tipo e quantidade de minerais, tipo de solo do fundo e incidência da luz solar, rodeados por extensos bosques, proporcionando uma paisagem de encher os olhos dos visitantes.

Há várias trilhas para percorrer os lagos e o ideal é que você faça os passeios com guias locais que podem ser contratados no local.

Parque Nacional Lagunas de Monte Bello

O parque conta ainda com chalés e cabanas para hospedagem e há ainda a comunidade Tziscao, nas proximidades do lago de mesmo nome, que oferece mais serviços básicos de hospedagem, restaurantes e visitas guiadas pelo local, além de ofertas de caiaques e balsas de madeira. Um grande cuidado a ser tomado em sua visita à Montebello é o clima. Nadar é praticamente impossível no inverno. Sendo assim, prefira o verão e faça os passeios com sol à pino, para apreciar a variação de cor das águas.

Fora isso, é só aproveitar e, quem sabe, até dar um pulinho na Guatemala!

Espero que aproveitem o México como eu aproveitei e se encantem como eu me encantei!

Vocês podem ver mais fotos no meu perfil no instagram: @carol_trevelin

Agradecemos muito à Carol e esperamos que vocês tenham gostado de descobrir esse lado tão lindo e diferente do México!

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!