Vamos Pra Onde?

/

Itacaré, Bahia

Brasil
Itacaré

Itacaré: simplesmente um dos mais belos destinos do nosso Brasil. Praias paradisíacas rodeadas por mata atlântica, muita natureza, solzão e ecoturismo. Por lá você encontra trilhas, cachoeiras, praias praticamente virgens e paisagens de tirar o fôlego. Estive mais de 5 vezes em Itacaré (vou desde de 2007!!!) e amo cada vez mais. São as dicas de Itacaré, esse pedacinho de paraíso na Bahia, que esse post reserva pra você!

TUDO SOBRE Itacaré

Além de praias maravilhosas – como ocorre em quase todo o nordeste – Itacaré se destaca pelas variadas opções de turismo de aventura e grande oportunidade de contato com a natureza. As principais praias, por exemplo, são acessíveis apenas por trilhas, o que contribui (e muito), com a preservação da vegetação e características do local. A cidade também é muito procurada por surfistas devido à qualidade das ondas que quebram por lá.

Rodeada pela mata atlântica, a cidade oferece aos visitantes um conjunto formado por belas praias, rios, cachoeiras, manguezais e áreas de restinga. É um convite perfeito ao sossego e também aos aventureiros que buscam esportes como surf, SUP, caiaque, rafting e trekking (caminhadas por trilhas naturais).

Itacarezinho Itacaré, Bahia
Mirante de Itacarezinho, em Itacaré

Onde fica Itacaré

Itacaré está localizada na Bahia, pertinho de Ilhéus, ao sul da Península do Maraú. A maneira mais prática de chegar é voar até Ilhéus e seguir de carro (alugado ou taxi/transfer) até Itacaré.

A cidade está situada às margens do Rio de Contas, entre o mar e um cinturão de Mata Atlântica preservada.

Itacaré indicado no mapa do Brasil

ENTENdenDO ITACARÉ

A região principal de Itacaré se chama Pituba. A rua de mesmo nome abriga os principais restaurantes, albergues, lanchonetes e lojinhas da região. É aí que todo o “agito” (que se resume em capoeira, bares, música ao vivo) de Itacaré se reúne. Muitos optam por se hospedar nessa própria rua ou redondezas, outros preferem a região da Concha, um pouco mais sossegada e apenas 5 minutinhos a pé da Pituba. O centro não é uma região turística – é centrão mesmo, de uma cidade mais humilde. A realidade de Itacaré, infelizmente, não é “glamourosa”. Os locais sofrem com pouca infra-estrutura.

Curiosidade: O significado da palavra Itacaré até hoje gera muitas dúvidas. Alguns dizem ser “Pedra Torta”, outros dizem ser “Pedra Bonita”. Segundo uma pesquisa feita junto à Biblioteca Central da Universidade Federal da Bahia, entretanto, a palavra Itacaré é formada por: “itacá” que significa “rio ruidoso” e “ré”, que quer dizer “diferente”. Desta forma, concluíram então que o significado oficial de Itacaré é “rio de ruído diferente”.

PRAIAS

No total, são 14 praias na região: algumas centrais (praias urbanas), com maior infra-estrutura e de certa forma menos beleza natural e outras mais afastadas (praias selvagens), nas quais se chega apenas por trilha. Pra mim, é nessas praias mais isoladas que está a verdadeira beleza de Itacaré. Elas deixam aquela sensação de natureza inexplorada pela falta de estrutura e seu aspecto intocado. Lindo demais!!

As praias urbanas são: Praia da Concha, Resende, Tiririca, Costa e Ribeira

Mapa Itacaré
Mapa ilustrado de Itacaré – observe a região da Concha, Pituba e as Praias Urbanas

As praias apresentadas no mapa acima, denominadas Urbanas, são as praias centrais; elas não são tão belas e impactantes quanto às mais afastadas, conhecidas como Praias Selvagens. Itacaré é bem pequena e as Praias Urbanas podem ser facilmente acessadas a pé a partir da Pituba ou da Praia da Concha. São aproximadamente 20 minutos andando.

Já o mapa abaixo mostra as Praias Selvagens (o grande atrativo de Itacaré).

Mapa Itacaré - Praias
Mapa indicando as praias de Itacaré (Urbanas e Selvagens)

As Praias Selvagens são distantes do centro e foram preservadas devido à dificuldade de acesso, que é feito por trilhas (baixa e média dificuldade). Algumas delas ficam praticamente desertas em determinadas partes do ano e são muito frequentadas por surfistas e amantes da natureza que curtem caminhadas em meio à Mata Atlântica.

Com exceção da Prainha, você precisará de carro (alugado ou taxi) para acessar todas as outras.

AS PRAIAS SELVAGENS DE ITACARÉ

Estas são as praias mais lindas de Itacaré. Elas estão localizadas em região protegida onde carros não conseguem chegar. A exceção é a Praia de Itacarezinho, que oferece estrutura de restaurante com estacionamento e também um hotel, o incrível Txai.

Prainha

A Prainha é a minha praia preferida. Não é à toa que ela é o cartão postal de Itacaré e está na nossa lista das 10 melhores e mais lindas praias do Brasil. Apesar de todas serem muito bonitas, essa tem alguma coisa que mexe comigo 🙂 A enseada da Prainha tem uma forma bem simétrica, com dois morros verdes ao norte e ao sul da praia, e um coqueiral lindo e extenso junto à areia que garante sombras pra quem quiser relaxar um pouquinho por ali (ou praticar slackline, rs).

slackline Praiha
Coqueiral da Prainha, em Itacaré

A praia oferece uma estrutura mínima, tem apenas uma barraca que vende água de côco e frutas da estação, dois banheiros e uma ótima ducha de água doce.

Ela é a única das praias rurais cujo caminho de acesso desde a Pituba pode ser todo feito a pé. Atenção, infelizmente existem registros de assalto nessa trilha. Nossa sugestão é que acesse a Prainha desde o condomínio Vilas de São José, mas pra isso você precisa estar hospedado em uma das casas de temporada. Explico em detalhes mais abaixo.

Como Chegar:

Partindo da Praia Ribeira (a última praia urbana a ser vista no sentido Pituba – Praias), o acesso é feito por uma trilha de nível médio com duração aproximada de 40 minutos de caminhada. Essa é a única trilha que consideramos mais pesadinha. O bom é que o caminho é lindo demais, cheio de mirantes. Existem também vários pontos com vendedores de coco e água ao longo do percurso – ótimo para descansar e se refrescar. A trilha segue pelo meio da Mata Atlântica e passa por pequenas cachoeiras e córregos. Siga até encontrar uma porteira aberta indicando passagem livre. Por ser uma trilha maior e possuir várias bifurcações sem sinalização, algumas pessoas optam por contratar um guia e fazer o trajeto com mais tranquilidade. Nós resolvemos ir sem guia mesmo e foi tranquilo. Havia outras pessoas no caminho e pegamos algumas informações anteriormente. Mas achamos aconselhável a ideia de guia no caso da Prainha.

Prainha Mapa
Ilustração da trilha para a Prainha. Fonte: Guia Online de Itacaré

Veja alguns comentários no Trip Advisor.

JERIBUCAÇU

Poder sair do mar e imediatamente dar um mergulho em um rio de água doce é um luxo difícil de se encontrar por aí, mas na Praia do Jeribucaçu é assim! O rio Jeribucaçu deságua no mar deixando o cenário da praia deslumbrante. Ela é uma das preferidas de muitos frequentadores de Itacaré. O mar é bem agitado, o que atrai muitos surfistas para o local.

Jeribucaçu

Chegamos na praia bem cedinho para pegarmos a maré assim, bem baixa. É interessante passar o dia todo por aí para ver os dois momentos da maré. Quando ela está cheia, o mar sobe tanto que o rio fica com uma tonalidade esverdeada e cristalina linda, e a faixa de área que vocês estão vendo na parte direta da foto some por completo.

Jeribucaçu

Como Chegar: 

A praia está localizada a 9 km ao sul de Itacaré. O acesso se faz pela estrada que leva a Ilhéus, BA-001. No km 61, uma placa sinaliza a entrada para a estrada de terra com 3km de percurso que chega ao estacionamento (pago) [mais uma vantagem caso você vá de taxi – economia!]. De lá, são 30 minutos de caminhada por trilha até chegar à praia. A trilha tem trechos bem íngremes, mas é tranquila.

Jeribucaçu Mapa
Imagem recuperada do Guia Online de Itacaré

A praia conta com barraquinhas de açaí, tapioca, frutas, bebidas e peixes grelhados com farofa de banana. Esse último é o prato super famoso de Jeribucaçu. É necessário reservá-lo assim que chegar na praia, pois acabam rápido!

A partir da Praia do Jeribucaçu é possível visitar a Praia do Arruda, que fica ao lado, acessada por uma pequena trilha (infelizmente não fizemos esse passeio).

É possível, também, fazer uma trilha por uma área de mangue preservado, até chegar na Cachoeira da Usina*. A trilha é de nível moderado a forte e tem duração aproximada de 40 min. Ela deve ser feita com um guia pois contém pontos em que é bem fácil de se perder. Quem nos levou até lá foi o Luiz Carlos, um garotinho de 13 anos muito simpático! Se o virem por lá, podem fechar o passeio com ele. Ele cobra R$10,00 por pessoa. Quem não quiser fazer a trilha completa, pode ir de jangada até parte do caminho e depois seguir por poucos minutinhos até a cachoeira*.

*Veja detalhes sobre a Cachoeira da Usina na seção Cachoeiras, abaixo.

Engenhoca

A praia é tranquila e ótima para quem quer aprender a surfar. A escolinha do Thor (que tem uma loja na Rua Pituba) costuma levar o pessoal bem cedo, por volta das 7 da manhã para Engenhoca e dá duas horas e meia de aula. Depois deixam as pranchas com os alunos até o fim do dia. Achamos bem interessante o esquema.

Engenhoca em Itacare, Bahia

Assim como a Praia de Jeribucaçu, Engenhoca também permite um ótimo banho de água doce depois do mar. Em sua ponta sul um riacho corre até o mar.

Como chegar: 

A trilha de acesso tem início no km 12 da rodovia BA-001, a estrada que liga Itacaré a Ilhéus. Depois, caminha-se cerca de 20 minutos para chegar até a praia. A mesma trilha leva a Havaizinho.

A praia conta com uma estrutura mínima: uma barraca que vende frutas, água de coco e uma tapioca deliciosa! O preço é RS6,00.

Itacarezinho

Itacarezinho é a única Praia Rural que oferece boa estrutura de restaurante e estacionamento em sua entrada. Devido a isso, a praia costuma ficar mais cheia. Em todo caso, a beleza do local é inegável e a visita é obrigatória (assim como a todas as outras ;] ) Não experimentamos o restaurante. Já ouvimos comentários bons e ruins sobre ele (muito caro e comida mais ou menos). Mas não podemos dizer nada por nós.

Itacarezinho em Itacaré, bahia

Na estrada particular que leva até a praia, há um mirante com uma vista de tirar o folego. São 3,5 km de extensão de muitos coqueiros e boas ondas para surfar.

Como chegar:

A praia está localizada a 15 km ao sul de Itacaré. De Carro: Pela rodovia que leva a Ilhéus (BA-001), seguindo a sinalização da estrada se chega a entrada de Itacarezinho. Para chegar à praia é preciso passar por dentro de uma área particular. Há um estacionamento na praia (Estacionamento pago). De ônibus: Rodoviária de Itacaré destino Ilhéus. O ônibus pára na entrada de Itacarezinho. Para chegar à praia o acesso é livre para pedestre e a caminhada de aproximadamente 30 minutos.

Itacarezinho Mapa
Imagem recuperada do Guia Online de Itacaré

Quem quiser visitar a praia mas preferir um ponto mais sossegado deve caminhar para a direita, olhando para o mar. A maior concentração de pessoas está exatamente na entrada do praia, bem ao lado do restaurante.

Onde ficar em Itacaré

Existem várias opções de hospedagem em Itacaré, desde resorts e pousadinhas charmosas a albergues e casas para alugar. Pra mim, a melhor opção é alugar uma casa no condomínio Villas de São José, onde estão localizadas a Prainha e a praia de São de José (essa é praticamente privativa do condomínio). Mas uma ideia legal e que costumo fazer é combinar uma pousada charmosa no centrinho turístico com uma casa de temporada.

Quem vai a Itacaré para curtir sossego e praião, pode também optar pelo resort (o Txai). Mas se quiser curtir as outras praias e centrinho, será necessário carro (ou taxi).

POUSADAS NO CENTRINHO

A Pousada Vila do Dengo, a Pousada Villa Bella e a Casa de Gabriella são ótimas opções. Já me hospedei nas duas primeiras e achei as dependências e o café da manhã super OK.

resort

Como falei acima, Itacaré tem um resort de luxo maravilhoso localizado na praia de Itacarezinho. É o Txai. Super recomendo pra quem busca sossego e conforto. A comida também é maravilhosa.

Aluguel de casas

Essa é minha opção preferida de hospedagem em Itacaré, principalmente se as casas forem dentro do condomínio Villas de São José, onde estão localizadas a Prainha e a Praia de São José.

Você pode ver opções de aluguel de casas nesse site (site oficial de Itacaré). Eu me hospedei em 2020 na Casa Boa Sorte e amei!

Transporte em Itacaré

As principais praias da região não estão exatamente na cidade de Itacaré, mas na rodovia que liga Itacaré a Ilhéus, BA001. Sendo assim, o acesso só é viável com um carro. Isso não quer dizer, entretanto, que seja necessário alugar carro por lá.

Taxista Glauber em Itacaré, bahia

Existem muitos taxistas que fecham um “pacote” com os turistas para levá-los e buscá-los das praias, deixando um horário pré-definido. Em algumas praias, o celular até funciona (se for Vivo), então o horário pode ser acertado mais “em cima da hora”. Os preço sai bem parecido com o aluguel de um carro, gasta-se R$70 a R$120 por passeio e o aluguel de um carro simples sai, no melhor dos casos, a R$90,00/dia. Carro ainda te dá a dor de cabeça de procurar lugar para estacionar e aprender os caminhos; apesar de te proporcionar maior liberdade de horários e deslocamento – conhecendo o que Itacaré tem a oferecer, essa liberdade de deslocamento não é tão necessária ou imprescindível, a não ser que você opte por fazer viagens distantes, como à Península do Maraú, Barra Grande e Boipeba.

Fizemos todos os transportes com o Glauber e os taxistas parceiros, inclusive o trecho Ilhéus-Itacaré, como mencionamos acima. O contato dele é (73) 9949 0230.

ECOTURISMO

A principal atividade de Ecoturismo em Itacaré é o Rafting. Nós fizemos este passeio com a empresa Ativa, tradicional no ramo, que conta com bases no Rio de Janeiro e em Santa Catarina. Fechamos o pacote na agência Rafting e Cia, na rua Pituba, ao valor de R$ 95,00 por pessoa, com direito a uma descida em tirolesa e transporte para a base da aventura, em Taboquinhas, distante cerca de 40 km de Itacaré (sem transporte, o valor cai para R$ 65,00, mas devido ao trajeto ter uma grande parte em estrada de terra, recomendamos que se opte pelo valor com transporte incluso). Nós optamos por ir pela manhã, mas também é possível fazer ps passeio à tarde.

rafting em Itacaré, bahia

Um dos pontos altos da aventura é o momento em que paramos no meio do cânion e saímos do bote para saltar de uma pedra de 8 metros de altura – esta parte é opcional e os menos aventureiros podem observar os saltos no conforto do bote!

Para saber mais sobre o rafting, veja nosso relato completo aqui.

Cachoeiras em Itacaré

Cachoeira do Tijuípe

A Cachoeira do Tijuípe fica na beira da rodovia BA-001, entre Itacaré e Serra Grande. Uma trilha curta e leve leva até a cachoeira que possui aproximadamente 4 metros de altura por 15 metros de largura, com uma piscina natural propícia para banho. Devido à sua proximidade com a praia de Itacarezinho, fizemos os dois passeios no mesmo dia – fomos à praia pela manhã e à cachoeira no final da tarde.

Cachoeira do Tijuípe

Paga-se R$15,00 para entrar no local, que tem uma estrutura muito boa: possui restaurante, duas cachoeiras (do Tijuípe e Cachoeirinha), passeio de caiaque pelo rio (pago à parte) e vários salva-vidas. A estrutura quebra um pouco o clima de natureza inexplorada que a gente tanto gosta de ver em Itacaré, mas ao mesmo tempo dá mais segurança para que famílias e crianças possam brincar sossegadas pelas águas da queda.

Cachoeira da Usina

Essa é a cacheira que chegamos a partir de uma trilha da Praia de Jeribucaçu. Ela é muito bonita, tem 25m de altura e fica abaixo e uma represa.

Cachoeira da Usina

Apesar da trilha a partir da praia ser interessante, a cachoeira também pode ser acessada pela estrada, parando o carro próximo à ponte que passa sobre o Rio Jeribucaçu e descendo uma trilha por apenas 10 minutos de caminhada. Bem mais fácil! Quem optar por ir à cachoeira pela praia, pode combinar com o taxista de o buscar na ponte, para facilitar.

Cachoeira da Usina Mapa
Imagem recuperada do Guia Online de Itacaré

Cachoeira do Cleandro

A visita à Cachoeira do Cleandro foi o nosso último passeio de Itacaré e foi o encerramento perfeito para a viagem. Não apenas pela beleza das cachoeiras – cujo nome oficial é Cachoeira das Quatro Quedas, mas pelo trajeto até ela. O acesso é realizado apenas via rio, então é necessário ir de barco ou canoa. Algumas pessoas optam por ir de caiaque, no nosso caso, o transporte escolhido foi o SUP (Standup Paddle).

SUP Rio das Contas em Itacaré, bahia

Fechamos o passeio com a SoulSup, uma cabana que fica localizada na Praia da Concha. O pessoal é super profissional e o nossa guia durante os 8km de trajeto (ida e volta) foi o Paolo. Super simpático. O contato dele é (73) 9988 3159. Saímos da própria Praia da Concha, entramos no Rio das Contas, passamos por um mangue e finalmente chegamos à propriedade do Cleandro, que dá nome à cachoeira. Para ver nosso relato detalhado sobre esse passeio, clique aqui.

A cachoeira conta com 3 quedas com piscinas naturais boas para banho. Todas as quedas são muito bonitas e são acessíveis por uma pequena trilha à esquerda das cachoeiras.

Cachoeira do Cleandro em Itacaré, bahia

O passeio é incrível, principalmente de SUP. Pagamos RS100,00 por pessoa e ficamos com as pranchas e com o guia por 5 horas. Achamos o preço muito bom. Vale a pena 🙂

Onde Comer em Itacaré

A Rua Pituba está cheia de variadas opções de restaurantes. De PF a Pizza, de Hamburgues a Comida Japonesa, você com certeza sairá bem servido! As refeições são relativamente baratas. Comemos muito bem e gastamos uma média de R$30,00 por pessoa no jantar. Existem opções de lanches que saem mais em conta.

Temos um post listando todos restaurantes que adoramos em Itacaré.

O Surf em Itacaré

Itacaré está na lista dos melhores lugares do Brasil para se praticar o surf, pois tem boas ondas o ano todo, constantes mudanças climáticas que propiciam a entrada de grandes swells em qualquer época e temperatura da água sempre quente, variando entre 23 e 37oC.

Verão (Dezembro a Março) Período marcado por ondas pequenas. Em Março, as ondas começam a aumentar, normalmente com um swell de começo de temporada. Nesta época, devido ao grande fluxo de turistas na cidade, as praias costumam ficar cheias.

Outono (Março a Junho) Ondas pequenas e médias com alguns bons swells. Este período coincide com o início da baixa temporada e as praias ficam mais vazias.

Inverno (Junho a Setembro) É a melhor época para surfar em Itacaré com muitas ondas todos os dias que podem chegar a 3 m de altura. O clima fica mais frio e úmido e, devido as férias de Julho, a cidade recebe muitos surfistas de todo o Brasil.

Primavera (Setembro a Dezembro) As ondas melhoram em qualidade, porém começam a diminuir em tamanho, com vento terral e formação de tubos. A cidade fica mais tranqüila neste período com um clima muito agradável.

Prainha

Nossa experiência em Itacaré foi incrível. Gostaríamos de retornar para conhecer, quem sabe, o Itacaré Eco Resort, para ter uma experiência diferente. Apesar de afastado do centro, o hotel parece ser sensacional!

Se estiverem procurando praia e natureza, não deixem de conhecer Itacaré. Sem dúvidas uma das grandes belezas desse Brasil que ainda não é muito divulgada nem conhecida.

  • kelly
    22 de julho de 2021

    Adorei o post. Muitas dicas bacanas, montei um roteiro que inclui 03 dias em Itacaré.

  • Marcone
    29 de janeiro de 2019

    Estive em Itacaré, no período de 25/01/19 a 28/01/19, com minha família, uma criança e esposa, Fiquei em boa pousada, porém sobre a cidade me decepcionei. As praias realmente são bonitas, porém sem estrutura. Não recomendo ir a Itacaré, fui lesado por flanelinhas que não olham o carro, e danificaram meu carro, quebrando o párabrisa, cobram por um serviço não feito, não tem o mínimo de educação,

    • Raquel Furtado
      Marcone
      30 de janeiro de 2019

      Oi Marcone – puxa que experiência chata essa de terem danificado seu carro. 🙁 sinto muito!
      Quanto às praias, as selvagens são sem estrutura mesmo, ideais pra quem busca isso!

      Você chegou a ir no centrinho? Gostou dos restaurantes?

      Um abraço!

  • Mércia Maria da Cunha Melo
    25 de novembro de 2018

    Itacaré é um verdadeiro paraíso. Amo Itacaré!

  • Nivaldo
    9 de outubro de 2018

    Um passeio muito bacana.
    com certeza seu comentario me ajudou a decidir para onde ir em janeiro.

  • Márcio
    1 de outubro de 2017

    De Ilheus a Itacaré existe também as opçoes de onibus, que faz o percusso de horas em horas.
    você pode pagar 15 reais em um Onibus que sai a cada horas ou pagar um taxi que vai te cobrar 150 a 170 reais,voce pode estar vendo isso, lembrando os onibus sao quase que de luxo você pode estar pesquisando por (Rota Transpote) é a única que faz linha aqui. claro que os sites aqui não vai informar isso ou outros meios de informaçao pois todos querem ganhar dinheiro de você
    O lado bom é que voce vai ter uma boa deslocaçao para conhecer muito mais de itacare tendo um carro. as prais mais belas sao as distantes,prainha,geribucaçu,engenhoca e itacarezinha precisa-se de carro. Eu moro aqui qualquer duvidas ta ai meu e-mail mssilv@live.com.

  • rosy
    27 de fevereiro de 2017

    amei as informacoes mencionadas aqui, gostaria de viajar nos ultimas dias de carnaval,li que desdenco em ilheus tem um transfer para ir para itacare, teria horario de saida para itacare, tipo 2 x ao dia.

    Nao conheco, gostei de umna pousada que fica no centro de itacare.

    obg!!

  • israilton
    28 de agosto de 2016

    Estou indo para Itacaré dia 14 de setembro e estou viajando sozinho, como fiquei sabendo que para ir de ilhéus para Itacaré e cobrado R$ 170,00 (transfe) então aluguei carro, não somente para ir para Itacaré mais para conhecer outras praias. Minha pergunta para quem já esteve em Itacaré: e mesmo necessário alugar carro. ( israilton@yahoo.com.br)

  • Vilma sousa
    14 de agosto de 2016

    Valeu pelas dicas!!

  • Felipe Farias
    18 de junho de 2016

    Ah, e queria saber também em média quanto custam esses estacionamentos próximos a algumas praias que você citou.

  • Felipe Farias
    18 de junho de 2016

    Até agora foi o melhor site que visitei buscando informações sobre a cidade.

    O link para o itacareguia.com.br não está funcionando. Acho que o site não existe mais.

    Sugiro que as fotos tenham legenda para sabermos exatamente do que se tratam.

  • Monique
    15 de janeiro de 2016

    Eu adoreiii seu post, com diacas, preços, distâncias de um lugar pra outro! Me fez trocar meu destino que era ilhéus pra Itacaré!! Só me preocupei com as ondas, se é muito forte mesmo como dizem, qual melhor praia pra banho? Obrigada

  • Raquel Cardoso
    5 de janeiro de 2016

    OLÁ RAQUEL, BOA TARDE!!!! ADOREI AS DICAS, PARABÉNS!!!! SEU BLOG ME AJUDOU MUITOOO! SOU DE SÃO PAULO E ESTOU INDO PRA ITACARÉ MÊS QUE VEM. NÃO PRETENDO ALUGAR CARRO PARA FICAR LÁ, GOSTARIA DE SABER SE FICA MUITO CARO SE TRANSPORTAR NA CIDADE DE TAXI E TRANSFERS. DESDE JÁ AGRADEÇO! BJUS E FELIZ ANO NOVO

  • Diogo Honda
    5 de setembro de 2015

    Olá!

    Adoro o blog, sempre venho aqui procurar outros destinos além de seguir o seu Instagram.

    Irei com minha namorada em Dezembro para Itacaré e gostaria de saber se vale a pena, e se sim quanto custa, ou como fazemos para ir para a Península do Marau. Queria saber quais praias mais valem a pena lá, pois vi muitos comentários bons sobre Taipu de Fora.

    Obrigado e Parabéns pelo trabalho!

  • MAGELA BATISTA
    1 de setembro de 2015

    Raquel Furtado… também sou mineiro e morei por quase 3 anos em Itacaré… incrivel aquilo tudo lá. Se Deus ajudar ainda volto a morar lá. Parabéns pelo GUIA que fizeram, com boas informações para quem quer ir conhecer um paraíso . Nota mil prá voces pelo guia e posso falar de cadeira porque conheço lá…. muito bem elaborado. Abraços. MAGELA BATISTA – BH

  • Ana Flávia Coutinho
    13 de agosto de 2015

    Aaah que sucesso! E qtos vocês gastaram em média na viagem? E o preço da hospedagem? Sei que faz dois anos que vocês passaram o reveillon e com certeza deve ter dito alterações de valores. Mas queria ter uma base 🙂
    Obrigda por ser sempre atenciosa, beeeeijos 😀

  • Ana Flávia Coutinho
    6 de agosto de 2015

    Olá, amei seu post. Estou indo passar o réveillon este ano com meu namorado. E gostaria de saber aonde você passou a virada, local em itacare ? E se tem queima de fogos? Beijos

    • Raquel Furtado
      Ana Flávia Coutinho
      9 de agosto de 2015

      Oi!!

      Então, na praia da Concha tem uma festa fechada, mas nós não fomos. Ficamos apenas na areia mesmo, ouvindo a música da festa e vendo os fogos! É o que muita gente faz 🙂

      Cada ano eles inventam alguma coisa! Chegando lá, é bem fácil descobrir pra onde o pessoal vai!!

  • juliana
    7 de junho de 2015

    amei o post!! decidi ir pra Itacaré depois do seu relato 🙂 to indo próximo mês, vou passar só 4 dias e queria saber que lugares e passeios nao posso deixar de ir. bjss

    • Raquel Furtado
      juliana
      22 de junho de 2015

      você vai AMAR lá!! Não deixe de conhecer a prainha e engenhoca!

  • Wendel
    20 de janeiro de 2015

    show de bola otimas dicas ansioso demais estarei la em Maio,so com um pouquinho de receio em relação ao clima mais acredito que vai dar praia 😀

  • Wendel
    20 de janeiro de 2015

    ola muito bom as dicas de vcs estou indo em Maio ficarei na Praia da Concha precisamente na Pousada Recanto das Conchas,minha duvida era se a opcoes por partede restaurates ja que é um lugar afastado mais é tudo muito lindo com certeza um lugar magico e encantador para um bom descanso com pitadas de aventura

  • Beatriz
    8 de dezembro de 2014

    Estou indo pra Itacaré daqui uma semana. Suas dicas me deixaram ansiosaa!!
    Obrigada e parabénss, vc escreve super bem. Bjs

  • maira santana
    10 de novembro de 2014

    Olá, estou indo semana que vem e a previsão é de chuva…será que ela se estende durante todo o dia…. =(. Bjs e valeu pelas dicas

  • seila
    30 de setembro de 2014

    Parabéns pelo post!!! 😉

  • Patricia Marques
    16 de setembro de 2014

    Quem já foi em março ou abril? Por favor preciso de informações sobre a chuva nesses meses, pois estou pensando em ir em um desses meses ano que vem. 😉

  • Fernanda Pradp
    17 de agosto de 2014

    boa noite! Acompanho sempre as viagens que vocês fazem no insta e gostaria de esclarecer uma dúvida, quanto tempo vocês passaram aí pra conhecer todos esses lugares? E outra, onde vocês passaram a virada do ano? Tem algum evento ou festa em Itacaré?
    Beijos!!

    • quelfurtado
      Fernanda Pradp
      18 de agosto de 2014

      Oi Fernanda,

      Ficamos 7 dias em Itacaré. Passamos a virada na praia da concha mesmo, mas lá havia uma grande festa fechada (porém não compramos convite).
      Beijinhos,

      Quel

  • Patrícia Duarte
    9 de abril de 2014

    Amei as dicas!!!! Vcs acham que o clima é muito frio em junho? gostaria de aproveitar as praias. Sou de São Paulo, e sempre viajo para o nordeste em junho, pois não faz frio. Mas li em outros sites que é frio sim em junho, agora fiquei preocupada… obrigada! beijos

    • quelfurtado
      Patrícia Duarte
      10 de abril de 2014

      Oi Patrícia,

      Não é frio não!! Lá é raro fazer frio durante alguma época do ano! hehe A única questão é que em junho e julho chove um pouco mais que o normal, mas nos informaram que não é nada que chegue a atrapalhar uma viagem.

      Bjinhos

  • Micheline
    3 de março de 2014

    Querendo ir… E olha que sou de Salvador. Tão perto e tão longe… Mas vc apareceu!!!!
    Vc foi demais fazendo o passo a passo de sua viagem. Um serviço enorme de utilidade pública.
    Valeu!!

    • quelfurtado
      Micheline
      3 de março de 2014

      Oi Micheline!
      Obrigada pelo comentário! Fico feliz em saber que gostou do relato e agora pretende ir a Itacaré 🙂
      O lugar é mesmo um pedacinho de paraíso!!
      bjos,
      Quel

  • Maums
    29 de janeiro de 2014

    Tô indo pra lá no próximo mês e devorei esse post inteirinho!
    To anotando TUDOOOOOO!!! Ótimas dicas! Super completas.
    Parabens 😉

    • quelfurtado
      Maums
      5 de fevereiro de 2014

      Que bom que o post está sendo útil pra você!!
      Aproveite muito a viagem!!
      bjim!!
      Quel

  • Carlos Viola
    17 de janeiro de 2014

    Adorei acompanhar o relato de vocês pelo Instagram! Esqueci de perguntar, vocês pegaram chuva por lá nesse período?

    • quelfurtado
      Carlos Viola
      17 de janeiro de 2014

      Pegamos um dia com uma pancada de chuva pela manhã. Foi bem cedinho, no dia que fizemos o passeio de SUP. Mas durou 15 minutinhos e depois já veio um solzão!

  • Luisa Almeida
    17 de janeiro de 2014

    Itacaré é mesmo um paraíso! também passei o reveillon lá.

  • maria carla
    17 de janeiro de 2014

    Parabéns pelo relato! estou indo para Itacaré mês que vem e achei as dicas aqui super completas. obrigada!

  • Jacqueline
    16 de janeiro de 2014

    ei minha linda! sempre arrasando… parabéns, beijinhos
    dindinha

Deixe o seu comentário

Post Anterior
Melhore suas fotos!
Próximo Post
Bom Jardim, Nobres, MT