185
roteiros
41
países
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

Hotel Llao Llao – um sonho em Bariloche

21 de Janeiro de 2017
27 comentários 983 visualizações

Bariloche é sinônimo de neve, estação de ski e inverno, certo? ERRADO!

Por algum motivo, a grande maioria dos brasileiros associa a cidade argentina com uma paisagem branquinha e fria, muito fria. Mas não é bem assim. Há quem diga que só se conhece Bariloche, mesmo, no verão. Em janeiro de 2017, eu entendi o porquê.

Visual de Bariloche no verão

Bariloche no verão – IMPERDÍVEL

Passei apenas 3 dias em Bariloche – quando deveria ter passado 30. Foi rápido, mas foi o suficiente para perceber que estamos perdendo MUITO em não explorar essa região da Patagônia entre janeiro e fevereiro.

Bariloche tem lagos, montanhas e a combinação dos dois em um cenário que parece Suíça, que parece Canadá ou mesmo Nova Zelândia. A vantagem? Muito mais perto do nosso país que todos esses outros destinos. Outra vantagem? O Llao Llao. Um hotel que facilmente poderia ser um dos principais em qualquer um desses destinos, que leva o selo da Leading Hotels of The World, mas tem tarifas que cabem no bolso do brasileiro.

Minha experiência em Bariloche envolveu tanto a qualidade da hotelaria local, quanto a gastronomia e as inúmeras atrações da cidade no verão. Vocês vão se deslumbrar com as paisagens que vou mostrar aqui embaixo! Já podem ir pesquisando as passagens: tenho certeza que vocês vão colocar o Llao Llao e Bariloche na listinha ;-).

Você pode pesquisar os vôos para Bariloche pelo site do Voopter – uma plataforma que procura mostrar todos os vôos e tarifas disponíveis na Internet em tempo real. Aproveita e se cadastra pra receber alertas quando seu vôo de interesse estiver mais barato.

linha pontilhada

3 dias incríveis no Llao Llao em Bariloche

Bariloche hotel Llao Llao

Comecei meu primeiro dia em Bariloche curtindo o Llao Llao. O hotel está localizado a 28km do centro (aproximadamente 30 minutos de carro) e, uma vez hospedada nele, – sinceramente – você não terá muito interesse no centro! A verdadeira Bariloche está nas montanhas, nos lagos, nas trilhas, nos mirantes e nos hotéis isolados – posicionados em meio a natureza da região.

Bariloche- detalhes Llao Llao

O Llao Llao é exatamente isso. Localizado numa colina dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi entre os lagos Moreno e Nahuel Huapi, o hotel ainda tem cerros López, Capela e Tronador (uma geleira super impressionante) a seu redor. A paisagem é de outro mundo – definitivamente não é o que nos vem à cabeça quando pensamos em Bariloche. E isso precisa mudar!

Llao Llao hotel

Aproveitei bastante a paisagem, os lagos, a comida (divina – o hotel tem 4 restaurantes incríveis) e descansei para o que os próximos dias reservavam: caiaque, rafting, trekking, passeio de lancha e sup no Lago Moreno.

O Llao Llao conta com apoio da agência Viajes Dannemann (um de seus escritórios está localizado dentro do hotel) para organizar os passeios e excursões de seus hóspedes. Você pode ver todas as opções oferecidas pela agência aqui.

1. Caiaque + Cerro Lopez (mirador del brazo Tristeza)

Detalhes trilha em Bariloche

Nossa primeira “expedição” por Bariloche foi um combinado de caiaque, trilha e barco.

Saímos de caiaque por volta das 10hs da manhã do Lago Moreno até a praias da sua divisa com o lago Nahuel Huapi. Remamos cerca de 2km (foi um esforço ehehe tinha bastante vento, mas foi incrível). De lá pegamos um carro para iniciar o Trekking no Cerro Lopez (que lugar maravilhoso!!!!). Começamos a caminhar desde o hotel da baía Lopez. Caminhamos cerca de 1km em uma subida bem tranquila até o Mirante do Braço da Tristeza. Lindo demais! Quem tiver mais tempo, pode subir o cerro todo (a vista vai ficando cada vez mais incrível). Almoçamos lá em cima – um mimo do hotel 😍

Descemos o percurso e pegamos uma lancha para um passeio pelo lago Moreno. Passamos por várias baías em que o tom da água variava muito. Partes mais fundas, outras mais rasas de aproximadamente 2m que garantiam um tom verde cristalino surreal e uma água menos fria (cerca de 16 graus). A temperatura média do lago em janeiro é de 15 graus.

No hotel, aproveitamos o lago Moreno de SUP! A água estava agradável, não muito fria! Uma delícia!

Stand up paddle em frente ao hotel Llao Llao em Bariloche

À noite jantamos no El Patacon, onde a especialidade é carne. O restaurante está no km7. Achei muito bom, mas nada de super especial.

linha pontilhada

2. Rafting no Vale do Rio Manso

rafting em bariloche -detalhes

Aventura!! No segundo dia, fomos até o Vale do Rio Manso fazer rafting com a empresa Aguas Blancas. Veja sua avaliação no TripAdvisor.

Um transfer nos buscou no hotel e nos levou até a sede do rafting (aproximadamente 1:40h de viagem – sim, longe!). Assim que chegamos, fomos recebidos com um lanchinho de café e pães com geléia. Depois, foi hora de nos preparar para a emoção do dia! Colocamos a roupa de neoprene e os equipamentos de segurança e seguimos para o rio. Percorremos cerca de 12km em um rio nível 3-4. Foi muuuito divertido! Passamos por 10 corredeiras, algumas mais tranquilas e outras bem intensas. O rio é simplesmente deslumbrante! Vários cânions se formam com uma mata linda em volta. A água é esverdeada e cristalina. O cenário era tão incrível que por 3 vezes pulamos para nadar um pouco (mesmo com o friozinho que fazia).

O bom desse rio, além da beleza, é a segurança para o rafting: depois de toda corredeira, por exemplo, tem uma piscininha, se por algum motivo vc cair do bote, você “para” com segurança na piscininha.

Em um momento, pudemos saltar de uma pedra alta (cerca de 5-6m)! Super emoção! Vale a pena! Durante o trajeto, o fotógrafo da empresa tira várias fotos, então lembrem de sorrir!

Remamos até Paso Leon, na fronteira com o Chile. Lá, nos trocamos (levem toalha!), subimos na van e voltamos até a sede para um almoço.

Obs. Na volta, margeando o rio, passamos pelo Camping La Passarela – ao lado de uma parte super tranquila do rio, como uma piscininha! Ótimo dica para desfrutar do local e do próprio rio com calma!

Chegamos ao hotel 20:30h! O passeio foi intenso e bem longo! Achei que valeu à pena pela beleza do lugar, pela duração do rafting (quase 2h de emoção no rio, cenários incríveis e contato com a natureza), pela qualidade tb (equipe maravilhosa!) e pela atividade em si: rafting é DEMAIS! Mas é importante saber que a gente passa um bom tempo no carro para chegar até o local e que a atividade ocupa realmente o dia todo! Dito isso, eu amei!

Restaurante Cassis – merece destaque!

Informações sobre o restaurante Cassis em Bariloche

À noite, jantamos no Cassis, um restaurante maravilhoso e super exclusivo que já ganhou o prêmio do melhor de toda a Argentina! Ele serve um menu degustação surpresa de 9 passos ma-ra-vi-lho-sos! A localização do restaurante também é surreal: de frente para o lago (uma vista linda que todas as mesas têm).

O valor é cerca de 1.200 pesos argentinos. Algo entre US$75-US$100! Pra quem aprecia uma boa gastronomia, vale quanto pesa.

linha pontilhada

3. Lago Moreno e Hotel Llao Llao

Almoçamos no Winter Garden do hotel. Gente, que almoço foi esse? Um Buffet à vontade com muita salada, salmão, polvo, queijos, além dos pratos quentes (carne vermelha com acompanhamento, que no dia era cuscuz e um penne gratinado de comer de joelhos) e várias opções de sobremesa.

Almoço Llao Llao Jardim de inverno

Depois aproveitamos para curtir o Llao Llao. Que vontade de ter mais tempo e deitar sob as árvores para  ler um livro ou fazer um piquenique com queijos e vinhos (hmmmmm).

Que vontade de ficar mais dias e aproveitar sem pressa a piscina, o chá da tarde (que faz um enorme sucesso em Bariloche) e o churrasco servido no restaurante Los Césares.

Que vontade de só ficar por lá.. sem fazer nada.. apreciando o visual…

Bariloche_Llao Llao

Usamos nossos últimos minutinhos para um mergulho no lago Moreno de despedida. Tiramos mil fotos e nos preparamos para a tarefa mais difícil de toda a viagem: ir embora.

Mas parti feliz: energias renovadas, coração cheio de tanta beleza da nossa natureza linda e uma expectativa gostosa para voltar ao Llao Llao com o namorado!

Não vejo a hora ❤️

O Llao Llao está na nossa lista das 13 hospedagens que mais nos surpreenderam até hoje. Confira a lista completa.

Bariloche restaurante Cassis

linha pontilhada

DICA EXTRA

Seguro de Viagem é aquele item que a gente adoraria não precisar mas não tem como: não dá pra viajar sem. Ficar doente ou sofrer um acidente fora do Brasil pode ser caríssimo – e infelizmente todos nós estamos sujeitos a esses contratempos. O ideal é encontrar aquele seguro que te atenda melhor. Para viagens comuns (quer não envolvem esportes radicais, por exemplo), a gente normalmente procura o seguro com melhor preço – as coberturas tradicionais são bem semelhantes entre os seguros. Você pode fazer a sua cotação pela Real Seguros, que possui várias seguradoras conveniadas. Através dela, você compara o custo-benefício de mais de 10 seguradoras. A contratação é online e você recebe a apólice por email. É possível parcelar em 6x sem juros no cartão de crédito ou ter 5% de desconto para pagamento à vista. Clique para fazer a sua cotação.

Obs: A Real Seguros é nossa parceira e, quando você faz uma compra com eles através do nosso link, nós recebemos uma pequena comissão que ajuda a manter o blog sempre ativo e atualizado. Você não paga nada a mais por isso e nos deixa muito felizes!

linha pontilhada

O VamosPraOnde viajou para Bariloche a convite do Hotel Llao Llao e do Turismo Bariloche. Não dividimos com nossos leitores nada que não tenhamos experimentado, gostado e aprovado. Obrigada parceiros por abrirem as portas para que pudéssemos mostrar o que há de melhor nesse destino que tanto interessa os brasileiros. Todas as opiniões expressadas aqui são pessoais.

linha pontilhada

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!
  1. Marcela 19/06/2017

    Oi Raquel!!

    Apaixonante!!! Obrigada pelo trabalho lindo e que ajuda muuuuuito hahah!!
    Estou organizando essa viagem, nesse esquema que vc montou, nao temos muitos dias!
    2 duvidas… esses restaurantes só são para os hospedes desse hotel e a minha outra duvida o menu degustaçao é 100$ por pessoa?

  2. Mariana 04/06/2017

    Oi Raquel,

    Eles fazem câmbio no hotel?

    Obrigada

  3. […] e Jujuy na conversa que a declaração já muda para “É.. eu tô falando de Buenos Aires e Bariloche, mesmo…”! Muitos, mas muitos brasileiros viajam à Argentina para vivenciar o agito e a […]

  4. […] com o Llao Llao desde 2007, quando fui a Bariloche e passei, durante um tour de carro, próximo ao hotel. Me lembro […]

  5. Bianca 23/01/2017

    Ainda vou visitar Bariloche um dia! Amei as dicas! ☺️✨

  6. Rafa e Carol 22/01/2017

    Oi Quel, viemos prestigiar, adoramos muito o post e as dicas. Bariloche é incrível!

    Beijos e uma ótima semana.

    Rafa e Carol
    Nutrips.

  7. Jordana 22/01/2017

    Oi Raquel! Acompanhei sua viagem pelo insta e amei! Parabéns pelo blog!
    Sou de Fortaleza.
    Tentei reservar esse hotel pra janeiro de 2018, e não tem mais quartos disponíveis!! É isso mesmo? Difícil assim? Teria alguma dica, pra gente conseguir uma reserva no verão?

    • Raquel Furtado respondeu Jordana 22/01/2017

      Oi Jordana! Obrigada pela sua mensagem e por acompanhar o Vamos!
      Pode ser que as reservas ainda não abriram para 2018 pelo site do hotel.

      Minha dica é que você ligue para a Leading (aquele selo de qualidade de vários hotéis, incluindo o Llao Llao).
      Eles tem escritório aqui no Brasil e dão um excelente suporte! Você pode pedir pra falar com a Sheila (pode falar o meu nome que eu a conheço!) que ela te ajuda com certeza! O tel dela lá é: (11) 3171-4023. Ou você pode falar na central (11) 3171-4000!

      Me avisa aqui se conseguiu, senão tento direto com alguém la do hotel pra você!

      beijinho

  8. Thais 22/01/2017

    Oi Raquel, acompanhei sua viagem e amei! Realmente parece a Suíça . Que lugar incrível! E suas stories são demais. Menina , fiquei nervosa de ver vc com o celular no SUP, vc até mergulhou…. que nervoso de deixar cair…. rarsrrs…. não dou conta não. Rarsrrs. Parabéns pelo blog. Bjinhos
    Thais- Love and Travel

    • Raquel Furtado respondeu Thais 22/01/2017

      Oi Thais! Ah, que legal saber que você acompanhou! Muito obrigada pelo carinho e por ter vindo aqui deixar uma mensagem :-)

  9. Pedro 22/01/2017

    Que fotos LINDAS! Me deixaram com mais vontade de conhecer Bariloche, ahaha. :) Amo as postagens e acompanho sempre, parabéns pelo trabalho!

  10. Marcos Largatera 22/01/2017

    Sensacional Raquel! Agora fiquei com vontade de ir =( heheh

  11. Andy Spinelli 22/01/2017

    Que post incrível, Quel! Aliás, o Llao Llao é um espetáculo a parte, né? Muito bem escrito, com várias avaliações super legais e fotos, pra variar, sensacionais! Sou fã demais! :)

  12. Bruna Azevedo 22/01/2017

    Ótimo post, super organizado! Lindas fotos! Bariloche sempre vai me lembrar vc (em julho a nossa viagem faz 10 anos!… :O). Agora eu tbm quero ir no verão. E juro que foi coincidência o comentário ser da minha irmã aí embaixo, hahaha!!! Beijos, ahasa no blog, gata.

    • Raquel Furtado respondeu Bruna Azevedo 22/01/2017

      Caramba, Bru! 10 anos!! Barilo sempre me lembra vc tb!! eheh

  13. Débora 22/01/2017

    Nossa, Quel, minha mãe ficou mesmo louca pra se hospedar no Llao Llao hahaha! Ainda faremos uma family trip pra lá…
    Adorei as dicas, fotos e o stories do insta!

    • Raquel Furtado respondeu Débora 22/01/2017

      Oi Débora!!

      Obrigada pela mensagem (e por me fazer feliz ahahah)! Esse hotel é demais!!! Tb quero uma family trip por lá! hehehe
      Brigada por acompanhar!

      Beijinho

  14. Isaac 22/01/2017

    Tem que ficar feliz agora! Hahahaha Muito legal sua viagem!

  15. Tamires 21/01/2017

    Olá! Pretendo viajar em abril e vi que as temperaturas são um pouco mais baixas e gostaria de saber se isso atrapalha nas atividades de entretenimento oferecidas pelo hotel e se essas atividades já estão inclusas no valor da hospedagem ou são por fora?

    • Raquel Furtado respondeu Tamires 22/01/2017

      Oi Thamires,

      O hotel oferece várias atividades como as descritas no post ;-) (atividades no algo, arco e flecha, etc). Além dessas, tb existem as excursões organizadas pela agência – essas são pagas à parte.

      Abril já esfria um pouco. A máxima é 14.8 °C.

      Em todo caso, explorar Bariloche é lindo o ano todo! As cores do outono são incríveis! Você vai adorar!!

  16. Heitor Sima 21/01/2017

    Maravilhoso! Eles têm escritório no Brasil? Quem sabe reservo para ir ano que vem!

    • Raquel Furtado respondeu Heitor Sima 22/01/2017

      Oi Heitor! Você pode reservar com a Leading Hotels of the World. Eles têm escritório no Brasil e podem te dar todo o suporte.