185
roteiros
41
países
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

O que fazer no Atacama

15 de Outubro de 2016
8 comentários 1.514 visualizações

Suas dúvidas sobre o que fazer no Atacama acabaram! :-) Listamos aqui 16 passeios por esse incrível destino do Chile. Nós fizemos todos eles com apoio do nosso hotel, Alto Atacama; outras opções são contratar agências locais (localizadas em San Pedro) ou se aventurar por conta própria, com um carro alugado.

Espero que gostem das nossa dicas:

 

Termas de Puritama

Vou começar o post com esse passeio porque ele surpreende muita gente :-). Sim, existem piscinas naturais no Atacama com águas quentinhas e super cristalinas! Eu amei esse lugar. Curiosamente uma guia nos disse que ele não era lá muito interessante se comparado a tudo que o Atacama tem a oferecer. Quase não fomos às termas por esse motivo, mas ainda bem que tivemos umas 2 horinhas livres entre um passeio e outro e nos organizamos para ir até lá. O lugar é lindo! São cerca de 8 piscinas naturais de água termais (sim, no meio do deserto) cercadas por uma vegetação bem verdinha e amarela. Existem ainda algumas cascatinhas entre as termas que fazem o papel de hidromassagem natural. Delicia! Ótima oportunidade para descansar e renovar as energias entre os passeios – sem contar que o visual é realmente muito bonito!

Termas de Puritama

Apesar de alto (está a 3.600m de altitude) apenas uma pessoa do grupo sentiu um pouquinho de dor de cabeça. No geral, bem percebemos que estávamos tão alto.

Em 2003, o local foi meio que “estruturado” e hoje conta com uma passarela de madeira entre as piscinas e vestiários. Quando soube disso, fiquei um pouquinho “triste” por não ver o lugar 100% natural – mas confesso que uma vez lá essa “intromissão humana” não me incomodou!

Obs: dependendo do horário, as termas podem ficar bem cheias, o que tira um pouco o charme do passeio. Nós chegamos lá por volta das 11:20h da manhã e elas estavam praticamente vazias! Uma delicia!

Visita ao Vale da Lua e Vale da Morte

Esse talvez seja a atração mais tradicional e mais famosa do deserto do Atacama. Os terrenos se assemelham realmente à lua e à Marte, o que nos dá a sensação de estarmos em outro planeta (ou outro astro!).

Pra mim, apesar de ser um passeio lindo e ser super diferente, ele não está presente no meu top 5 do deserto do Atacama. Mas não me entendam mal: é um passeio que “tem que fazer”! O Vale da Morte, por exemplo, é muito impressionante. Ele é a parte da terra com terreno mais parecido a Marte pelos elementos ali presentes:

  • Gesso
  • Sal
  • Cinzas vulcânicas
  • Argila

As dunas vermelhas também são lindas, assim como o terreno do vale da lua, todo branquinho, que são observados de um mirante.

vale-da-morte-atacama-2

O ponto mais fotográfico da região é o Mirante da Pedra do Coiote, no Mirador de Kari, onde muitos turistas se sentam para tirar uma foto da Quebrada de Sal que está logo abaixo. Ao invés de fazer o caminho até esse mirante, nosso hotel nos levou pelo Caminho los Achaques no Vale da Lua, que é um pouquinho mais exigente mas aparentemente conta com menos turistas. O Vale é composto por alguns atrativos, como o Anfiteatro, a Três Marias, o Mirante Duna Mayor e as Minas de Sal.

Mapa dos vales no Atacama

Nesse passeio que fizemos, caminhamos em torno de 3km, passando por algumas subidas que são curtas mas podem cansar e dar sensação de falta de ar pela altitude (2.500m).

Do Vale da Lua, seguimos para o Vale da Morte, onde assistimos o pôr do sol – normalmente os dois vales são visitados no mesmo dia, mas a ordem pode variar, assim como o local da observação do poente!

vale-de-la-muerte-atacama

 

Vôo de balão

Esse é um passeio que me faltam palavras para descrever. Foi simplesmente um dos momentos mais incríveis e mágicos da minha vida. A atração inteira dura cerca de 3 horas. A empresa Balloons Over Atacama te busca no hotel, o leva até o local do vôo onde há uma mesa com alguns pãezinhos e café e ao final te leva de volta ao hotel, após um super brinde com champanhe. O vôo dura aproximadamente 45 minutos – dependendo das condições do vento no dia.

Vôo de balão no Atacama

Saímos às 6:30h da manhã do hotel, para começar o vôo por volta das 7:15 e vermos o sol nascer lá do alto do balão. Indescritível!

O passeio é caro: são U$300 por pessoa. A empresa está há apenas 2 meses no Atacama e ainda não é muito conhecida. Espero que com a popularização eles consigam deixar o preço um pouquinho mais acessível para que mais turistas possam viver essa experiência.

 

Laguna Cejar

Esse passeio é super famoso. Muitos de vocês já devem ter visto fotos de pessoas boiando em uma lagoa no Atacama, certo? É exatamente aí que isso acontece, mais precisamente na Laguna Piedras, que fica logo ao lado. A concentração de sal é tão alta que é impossível afundar! Este passeio costuma ir ao Ojos del Salar e a Laguna Tebinquiche, também.

 

Salar do Atacama

Um passeio de meio dia para ver um deserto de sal e flamingos em algumas lagoas – muitos dizem que seu “charme” principal é o pôr do sol, que na maioria das vezes é inexplicavelmente lindo, com o tom amarelado do poente refletido nas lagoas. Nós infelizmente não vimos esse momento – que, diga-se de passagem, foi muito bem registrado pelos nossos amigos, Ana de Zé do blog Do Pão Ao Caviar. Leia também o post deles sobre os passeios que fizeram.

salar do atacama

Foto do Blog DoPaoAoCaviar: www.dopaoaocaviar.com.br

Caminhamos em um circuito durante 30 minutinhos ou menos. Altitude: 2.200m. Deixem esse passeio para um dia que estiverem mais cansados. O único ponto que acho que realmente justifica esse passeio (caso você não possa ficar até o pôr do sol) é a lagoa Chaxa onde vive uma colônia de flamingos durante todo o ano. Se você vem ao Atacama no inverno (maio a agosto) e deseja ver flamingos, esse será o único local possível.

salar-do-atacama-flamingos

Essa atração também inclui uma visitinha rápida ao povoado Toconao, onde vimos alguns cactos, visitamos uma igrejinha e algumas lojas de artesanato.

 

Lagunas altiplânicas (Miscanti e Miñiques)

Essa é uma das atrações mais desejadas do Atacama! As lagunas são lindas e estão localizadas no alto da cordilheira dos Andes, a aproximadamente 4.200m de altitude. Esse passeio dura um dia inteiro e muitas vezes é combinado com Piedras Rojas e o próprio Salar do Atacama.

lagunas-altiplanicas-atacama-2

Paramos primeiro no povoado Socaire, último povoado antes da fronteira com a Argentina. Altitude 3.200m. Socaire foi o último povoado a ser submetido aos espanhóis.

Essa já é uma região menos árida – com chuvas um pouquinho mais frequentes e neve durante o inverno. Vemos muita vegetação e aquelas “gramas” verdes que parecem saturadas típicas de altitudes acima dos 4.000m. São altímetros naturais ;-)

A chegada na reserva nacional dos Flamencos (entrada para a região das lagoas) já nos garante uma vista incrível! A entrada custa 3.000 pesos por pessoa (valor normalmente já incluído no pacote de passeios).

São duas lagoas no local. A primeira é a Miscanti, enorme, com 15km de extensão e um tom de azul super impressionante! Uma curiosidade é que ela congela no inverno!

Caminhamos por ali por alguns minutinhos e depois voltamos para a van e seguimos para a segunda lagoa, bem perto: a Miñiques. Ela é menor mas também muito, muito linda! Uma curiosidade é que por estar mais abrigada, ela não congela no inverno.

laguna no atacama

Em um dos mirantes, nosso hotel preparou um super almoço com a vista incrível da lagoa. Foi um fechamento perfeito para o passeio.

 

Salar de Tara

Infelizmente não tivemos tempo de fazer esse passeio – mas eu queria muuuuito! Dizem ser um dos mais bonitos de todo o Atacama apesar de não ser tão conhecido como outros. Nele também é possível ver flamingos de setembro a abril. Nos outros meses, eles migram para o norte por causa do frio.

De San Pedro até o Salar de Tara são aproximadamente 2h30 de carro, e aparentemente o caminho não é muito bom. Por esse motivo alguns hotéis – como é o caso do nosso, (Alto Atacama) não oferecem esse passeio.

O blog Do Pão ao Caviar esteve por lá e amou o salar, principalmente a Laguna Tuyaito, mas deixaram a dica: venta muuuuito no local, então não deixem de ir preparados.

Piedras Rojas

Outra atração que infelizmente perdemos. Algumas agências costumam fazer esse passeio no mesmo dia das Lagunas Altiplânicas (estão aproximadamente 40 minutos de distância entre si), mas há quem considere muito cansativo pelo grande tempo no carro. Infelizmente nosso hotel não oferecia essa opção – e como tivemos poucos dias no Atacama, optamos por conhecer as lagunas.

Altitude: 4.300m

pideras rojas atacama

Foto dos Nerds Viajantes: www.nerdsviajantes.com

 

Geysers del Tatio

Uma atração interessantíssima – que na verdade é um raro espetáculo da natureza. Durante a manhã, enquanto o clima está frio e o sol ainda não saiu, o calor do solo faz com que uma nuvem de fumaças saia do chão e comece a subir, dando realmente um show! Esse foi outro passeio que eu gostaria muuuito de fazer mas infelizmente não tive tempo. Voltarei com certeza para fazê-lo com o Leo. O blog Um Viajante escreveu um review super completo sobre sua ida Geysers. Não deixem de lê-lo.

El Tatio é a maior área geotérmica da América Latina, com 10 km2 e cerca de 80 gêiseres. Ela está localizada a 95km de San Pedro, a 4.200m acima do nível do mar. As erupções podem exceder 10 metros, com a água atingindo uma temperatura média de 86º C!

Esse passeio é indicado pra quem realmente se interessa por essas curiosidades e raridades naturais. Há quem diga que esperava mais, há quem diga que foi a coisa mais impressionante que já viu!

Importante: ir muito bem preparado para o frio. Dizem que o nariz, a mão, o pé, tudo congela! Hehe levem muito casaco, meia quente, luva, gorro. Pequem pelo excesso mas não deixem o incômodo  do frio atrapalhar o passeio.

Altitude: 4.290. Uma hora e meia de viagem de San Pedro até lá. É importante chegar no local antes do nascer do sol. Agora em setembro o sol nasce as 8:30h +-!

geysers do atacama

Créditos: www.explora.com

La quebrada de los cardones

Um trekkings de 8km que os hotéis e algumas poucas agências oferecem. Durante esse passeio vemos paisagens muito diferentes do que vemos no deserto. Caminha-se pelo curso de um rio, tem até que cruzá-lo… Super bonito. Um grande atrativo são os cactos de mais de 10m! São cactos milenares que crescer apenas 1cm por ano. Para os aventureiros que gostam de caminhar, essa é uma ótima sugestão. Altitude: 3.200m. É um passeio de meio dia.

 

Subir o vulcão Lascar

A aventura começa às 5:30 da manhã e termina às 15:30h. O vulcão lascar tem aproximadamente 5.600m de altura, mas os turistas chegam de carro até 5.000m e sobem a pé até a cratera que está a 5.540m. Devido à altitude, é preciso ter um bom preparo físico e alguma experiência prévia de exercícios acima de 4.000m de altitude pelo menos. Minha amiga Lilian, do blog Nerds Viajantes, fez esse assim como alguns outros que não tive a oportunidade de fazer. Não deixe de conferir o roteiro em seu blog. A foto abaixo é dela!

vulcão atacama

Foto dos Nerds Viajantes: www.nerdsviajantes.com

 

Povoado de San Pedro

O principal povoado do Atacama é super charmosinho. Nele visitei uma feirinha de artesanato super charmosa, vale a pena conhecer. A feira é uma galeria, na verdade, cheia de produtos típicos andinos. Também é interessante conhecer a igreja, a praça principal que é linda (e para quem precisar de internet, tem free Wi-Fi) e a avenida Caracoles, a principal de San Pedro.

Uma curiosidade é que na aldeia não existem bares, apenas restaurantes; e não é permitido beber na rua.

Nossa guia indica o restaurante Adobe (muito conhecido por aqui) – o dono tem mais 3 restaurantes e dizem que são todos ótimos!

 

Sítio arqueológico Pukará

Um sítio arqueológico bem pertinho do hotel Alto Atacama. Uma caminhadinha de 20 minutos garante uma bela vista!

 

Tour astronômico

Uma atração imperdível no Atacama é observar o céu e ver alguns planetas ou mesmo a lua por um telescópio. Várias agências levam turistas à pontos de observações perto de San Pedro. No nosso caso, tivemos o privilégio de fazer o tour dentro no nosso hotel, o Alto Atacama. Eles possuem um super telescópio que nos permitiu ver Saturno com os anéis e Marte. Foi incrível.

O guia também explicou sobre várias estrelas e nos mostrou algumas constelações, como a de escorpião. Foi lindíssimo! O Atacama é considerado o melhor lugar do mundo para a observação do céu pela pouquíssima influência de luz e poluição e por ter aproximadamente 340 dias de céu limpo – sem nuvens.

céu do atacama

O espaço astronômico do Alto Atacama ficará o mês de outubro de 2016 fechado para uma ampliação. Novos telescópios serão comprados. O tour ficará ainda mais especial!

Quem se interessa pelos planetas, estrelas e todos os mistérios que cercam o universo, pode aproveitar a viagem ao Atacama para visitar o projeto Alma. É importante reservar a visita com um mês de antecedência.

 

Sandboard no Vale da Morte

Queria muuuito ter me aventurado no sandboard no Vale da Morte, mas infelizmente não foi possível dessa vez. Converse com as agências no povoado se San Pedro para encontrar aquelas que organizam esse passeio. Deve ser uma experiência super legal! Pelo que vi, tem até sandboard noturno.

sandboard no atacama

Créditos da foto: http://vamosfugir.net.br/

 

Garganta del Diablo

Garganta del diablo é um lugar bonito e razoavelmente fácil para fazer de bicicleta. De San Pedro até a garganta (ida e volta) são 20km. É uma paisagem semelhante ao vale da lua mas menor. Altitude: 2.400. Bem semelhante à altitude de San Pedro.

linha pontilhada

O VamosPraOnde viajou para o Atacama a convite do Turismo Chile e da Latam Airlines. Não dividimos com nossos leitores nada que não tenhamos experimentado, gostado e aprovado. Obrigada parceiros por abrirem as portas para que pudéssemos mostrar o que há de melhor nesse destino que tanto interessa os brasileiros. Todas as opiniões expressadas aqui são pessoais.

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!
  1. Lucas 21/01/2017

    Sigo seu blog e estou indo para o Atacama daqui alguns dias. Gostaria de saber se o passeio de balão eu consigo fechar direto lá na agência em San Pedro ou é necessário fechar com antecedência. Obrigado e parabéns pelo blog! :)

  2. Drielly Avellar 19/10/2016

    Amei seu Post! Só fiquei com uma dúvida, vou para o Atacama no inverno, você sabe me dizer se as Termas de Puritama congelam nessa época do ano? Parabéns pelo ótimo trabalho. Obrigada

  3. Taianne 15/10/2016

    Sonho em conhecer o Atacama! Adorei saber mais sobre os passeios. Esse post com certeza vai me ajudar muito. Gratidão.

  4. […] para o deserto! Não, não estou falando isso pela possibilidade do seu hotel ter piscina. Dois passeios pelo Atacama permitem um mergulhinho: as Termas de Puritama e a Laguna Cejar (onde as pessoas flutuam pela […]

  5. […] O que fazer no Atacama […]

  6. […] Bicicleta, trilha, sandboard, piscinas termais, jantares, contemplação, observação do céu… Listei nesse post aqueles que achei mais interessantes, mas não deixem de se informar com as agências sobre outras […]