185
roteiros
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país ao qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

Patagônia Agentina e Chilena parte01

4 de Janeiro de 2018
0 comentários 245 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Em setembro de 2017, a Tata, nossa colaboradora, embarcou para uma viagem incrível na Patagônia Argentina e Chilena. As fotos ficaram lindas demais e a cobertura foi um sucesso no nosso Instagram! Resolvemos, então, fazer um post super completo com o roteiro dessa viagem aqui no blog pra vocês poderem consultar quando quiserem. E aí a Tata entra em ação…

Patagônia Argentina

por Thaïs Doro

1ª parte da viagem – O fim do mundo com os “Brasileiros em Ushuaia

A nossa viagem começou no finalzinho de setembro por uma estratégia simples: queríamos realizar algumas atividades de inverno e ainda conseguir fazer o circuito W em Torres del Paine, no Chile – um destino não muito amigável no invernão! Precisávamos, então, encontra rum mês justamente na transição de estações. E decisão deu super certo e conseguimos aproveitar tudo que queríamos.

Assim, a nossa primeira parada foi Ushuaia, pra pegar o finalzinho da temporada de inverno e curtir a estação de ski Cerro Castor.

Nosso vôo foi Rio de Janeiro – Buenos Aires – Ushuaia e a nossa aventura por lá foi o tempo todo acompanhada pelos queridos do Brasileiros em Ushuaia, que mostraram muito profissionalismo, simpatia e excelência nos serviços oferecidos. A Quel conhece a empresa de longa data.. bem na época do inicinho aqui do blog. Ela inclusive conheceu o Mário, um dos sócios, numa viagem anterior ao destino. A recomendação não podia ter sido melhor! :)

Fizemos 4 passeios com eles:

  • Canal do Beagle
  • Off road
  • Megatour
  • Aulas de Snow no Cerro Castor

Vou contar um pouquinho como organizamos nossos dias:

Dia 1 – Saída Manhã – Passeio 1: Navegação Canal do beagle

farol em ushuaia

Chegamos no Ushuaia já à noitinha, ansiosas pelo que nos esperava ali. Fomos direto nos encontrar com os Brasileiros em Ushuaia, em seu escritório, pra acertar todos os detalhes dos passeios que queríamos fazer. Com tudo pronto, fomos para o hotel dormir (nos hospedamos no Hostel Yakush).

No dia seguinte, seguimos então para o Canal do Beagle.

O passeio começou no porto, onde trocamos nossos vouchers pelos ingressos do Catamarã. Logo embarcamos.

O Catamarã é super confortável e conta com bancos e mesas, banheiro e um pequeno bar. Durante o trajeto, um guia nos explica cada detalhe do passeio. Quem quiser encarar o friozinho, pode ainda ir para uma área externa para uma vista panorâmica :).

Tudo foi maravilhoso e muito além do que esperávamos. É uma experiência que vai além da paisagem sabe? Em cada parada víamos uma beleza diferente e nos emocionávamos com a natureza. Vimos muuuitos lobos marinhos, a ilha dos pássaros, os cormoranes e o famoso farol Les Eclaireus. Os cormoranes são pássaros que podem ser facilmente confundidos por pinguins. São fofinhos demais e podem ser vistos em bando no Canal do Beagle!

canado beagle em Ushuaia

Por fim, fizemos uma pequena caminhada para contemplarmos as  montanhas incríveis que compõem a beleza da terra do fogo!

Acho que fotos realmente não conseguem fazer jus a esse passeio.

Dica: Não deixem de pedir o chocolate quente (80 ARS) maravilhoso servido no bar do catamarã!

No final do passeio, ao chegarmos no Porto, a plaquinha da Terra do Fim do Mundo foi parada obrigatória pra foto!

placa do fim do mundo em Ushuaia

Esse tour durou cerca de 2h30min. Seu preço é R$304,70.

Dia 1 – Noturno – Saída as 16:00 – Passeio 2: Off road 

O Brasileiros em Ushuaia nos buscou de tardinha no hotel pra mais uma aventura. Em uma 4×4, passamos por alguns lugarzinhos super especiais do Fim do Mundo:

Conhecemos montanhas com muuita neve, um mirante, as castoreiras, o enorme lago Fagnano e por fim celebramos o passeio com um excelente jantar e um vinhozinho pra acompanhar. Tudo no melhor estilo argentino!

Curiosidade: nesse passeio passamos por um dos cenários do filme “O Regresso”!

O nosso guia/motorista foi super atencioso e divertido, rimos o passeio todo! Até trilha sonora teve, hehe!

Esse tour durou cerca de 5h30min. Seu preço é R$558,55.

linha para dividir posts

Dia 2 –  Manhã – Megatour

A van do Brasileiros em Ushuaia nos buscou cedinho para conhecermos o Parque Nacional Terra do Fogo.

Começamos o tour na Estação Inicial  – que é de onde sai o Trem do Fim do Mundo. O lugar é fofinho e ótimo pra comprar souveniers e tomar um café.

Embarcamos no trem. Ele é antigo e dividido em pequenas cabines. Durante o passeio, um áudio ia contando sobre sua história e a dos escravos que ali trabalhavam. Paramos na estação Macarena pra apreciar a paisagem e continuamos até a estação final, onde uma van nos esperava.

Pegamos a estrada e seguimos para a Bahia La Pataia, onde vimos montanhas e lagos lindos, com direito a uma parada em um pequeno museu onde comemos empanadas maravilhosas (60ARS) com chocolate quente (60ARS).

lago acigami ushuaia

Depois da pausa pro almoço, fomos até o Glacial Martial. O objetivo do passeio é conhecer a estação e a casa de chá. É possível esquiar ou fazer snow também, mas o preço é a parte. Apesar disso, temos um desconto muito bom por estarmos com os Brasileiros em Ushuaia.

Fizemos esquí, mas não tivemos muito tempo, já que o lugar fecharia em 2 horas.

Depois do Martial, a última parada é o Bar de gelo.

*Obs: Nesse passeio, o almoço está incluído!

Ah pessoal, importante: A disponibilidade de todos os passeios depende das condições climáticas. Verifiquem sempre com antecedência!

linha para dividir posts

Dica restaurante para passeios que não tem almoço incluído:

Restaurante Il Gatto: ele está localizado na rua do Porto e tem uma vista linda! Achamos o restaurante maravilhoso e o preço justíssimo. Ele existe em Buenos Aires também –  tive a oportunidade de conhecê-lo na capital e tb adorei, mesma qualidade.

Possui menu executivo e vinho da casa e o atendimento é ótimo, o garçon Humberto que nos atendeu merece até esse destaque por sua simpatia :)!

Avenida Maipu, 1210.

linha para dividir posts

Dia 3: Aulas de snowboard no Cerro Castor

Um dia super esperado! Queríamos muito conhecer o Cerro Castro. A estação é linda demais! Acho esse passeio obrigatório mesmo pra quem não curte muito esportes de neve.

ushuaia frio

Bom, como queríamos realmente esquiar contratamos a aula. O passe e o aluguel do equipamento valem pro dia todo. Fizemos 2 horas de aula e depois pudemos passar o resto do dia praticando. É possível mudar de equipamento também a qualquer hora, pra poder aproveitar um pouco de tudo (snowboard e ski)!

Almoçamos no restaurante super aconchegante da estação – que de quebra tem uma vista maravilhosa. O preço da comida é um pouco salgado, mas como os pratos são montados e alguns servem bem, dividimos o acompanhamento e deu certo. Boa estratégia para gastar menos em estações de ski (onde os preços de alimentação são realmente mais elevados).

Confira os preços no site oficial do Cerro Castor. Ele varia de acordo com a quantidade de dias, equipamento e faixa etária.

Obs.: Roupa impermeável, capacete e óculos não estão incluídos no equipamento básico! É possível alugar pagando valor adicional.

linha para dividir posts

No total, passamos 5 noites e 3 dias em Ushuaia e fizemos muita coisa. Mas ficaríamos mais 1 ou 2 dias se pudéssemos, incluindo mais um dia no Cerro Castor (amamos!).

Nos hospedamos no Hostel Yakush e recomendamos muito pra quem quer economizar e ficar em um lugar confortável, limpinho e de localização excelente. Mas Ushuaia tem opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos. Deixo abaixo algumas outras recomendações:

Los Cauquenes: excelente! A Quel o conheceu em 2015 e adorou as instalações. Ele também tem uma vista linda! Ideal para famílias e casais.

Altos Ushuaia: boa opção para quem está de carro. Hotel confortável com preço justo.

Arakur: maravilhoso!! Leva o selo da Leading Hotels of the World.

Ushuaia é uma cidade linda! Confesso que achamos um pouco cara, principalmente a comida. Acredito que essa impressão se deva pelo fato de termos pego uma época de inflação enorme na Argentina. Quando a Quel foi, voltou com uma impressão totalmente oposta. Em 2015 a alimentação por lá era super barata para nós, brasileiros.

Mas.. como vários passeios do Brasileiros em Ushuaia já incluem refeição, esse ponto não é um problema :)

Ushuaia

A nossa próxima parada foi Puerto Natales, já no Chile. Aguardem que já já vem o segundo post com todas as informações da segunda parte da nossa viagem!

Para falar com a empresa Brasileiros em Ushuaia, escrevem para: info@brasileirosemushuaia.com.br

linha para dividir posts

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!