185
roteiros
124
cidades

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além de Miami, Disney e NY – Parte 01

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Sardenha: o paraíso!

A Sardenha é uma ilha – mais precisamente um verdadeiro paraíso – localizada no Mediterrâneo a oeste da Itália, país a qual pertence. Ela não...

Montanhas Rochosas

O VamosPraOnde partiu rumo às Montanhas Rochosas Canadenses para explorar cenários que fogem do comum. Queríamos ir além das dicas de revistas, além do turismo padrão, além da multidão. E conseguimos!

De trem pelo Canadá: ViaRail

10 de Maio de 2015
1 comentários 2.601 visualizações

trem

Quando nos perguntam como chegamos a Jasper para começar nossa viagem pelas Rochosas eu costumo dizer que a pergunta está errada! ;-) Nossa viagem por esse paraíso canadense começou um dia antes – o trajeto até Jasper foi muito mais que um meio de locomoção, e sem dúvidas foi o início dessa viagem maravilhosa.

Pegar o trem da ViaRail e fazer esse deslocamento de quase 18h de Vancouver a Jasper pode parecer entendiante e cansativo… Mas longe disso! Pra gente, foi a primeira fatia do bolo! Todas as paisagens que víamos durante o trajeto só nos deixavam mais empolgados e ansiosos para começar a explorar a região. O trem abriu a viagem da melhor forma possível.

De Vancouver a Jasper de Trem – ViaRail

Fizemos essa viagem duas vezes – uma no verão e outra no inverno. Na verdade, no inverno foi o sentido contrário, de Jasper a Vancouver, mas foi praticamente o mesmo! Vamos destacar aqui a viagem de verão (pois as fotos ficaram mais bonitas) e faremos uma notinha breve no final do relato sobre a viagem de inverno.

Nossa viagem começou realmente na hora que entramos no trem. Primeiro porque ele é super confortável, cheio de vagões para interação com mesas de lanche, jogos, leitura.. sem contar os vagões panorâmicos que são surreais!!! Gente.. era cada paisagem que víamos que parecia de filme.

IMG_1162

Logo que entramos, fomos direto acomodar nossas bolsas e mochilas (não as malas, pois são despachadas antes do embarque) nos nossos assentos e saímos para conhecer o trem. Ficamos impressionados! Ele não é luxuoso ou todo requintado, mas é na medida certa para o que precisamos.

Tiramos vários fotos e lemos um pouquinho até dar a hora do jantar! Na ViaRail, quem compra a opção “Sleeper Plus” tem as refeições incluídas – e na nossa rota tivemos jantar e café da manhã. Os menus são a la carte e preparados dentro do trem – nada de saquinhos de chips e sanduíches pré prontos!

O jantar engloba a entrada, o prato principal e a sobremesa, e temos 2 a 3 opções para escolher. Muito bom!! Sentamos na mesma mesa que um casal que viajaria de Vancouver até Toronto pela segunda vez (São 4 dias de viagem!). Estavam super animados. Durante o jantar, tivemos também uma musiquinha ao vivo ;-) A ViaRail é cheia de surpresas e atrações para entreter os passageiros.

Via Rail - Canadá

Logo após o jantar, fomos aos nossos assentos e nos deparamos com uma super beliche, camas amplas e arrumadinhas, e uma cortina as separando do corredor (na classe “Sleeper Plus”, as cadeiras são transformadas em camas à noite). Adoramos! Dormimos super bem!

A ViaRail oferece diferentes categorias de acomodação nos trens (explico em detalhes mais embaixo). Nós escolhemos a opção de beliche (Upper e Lower Berth) para que pudéssemos descansar bem durante a noite.

Acordamos já esperando o que teríamos no café da manhã – que estava bem gostoso também. Depois fomos direto para o vagão panorâmico e ficamos admirando a paisagem.. Passamos por cachoeiras incríveis, lagos de um tom de azul inexplicável (que só entenderíamos melhor quando chegássemos em Jasper e Banff) e montanhas e montanhas e montanhas… Inesquecível!

Não foi à toa que repetimos a viagem no inverno!

Via Rail no Inverno

Dessa vez fomos mais chiques e viajamos na cabine hehe!! Pelo nosso trabalho aqui no Vamos, conseguimos um upgrade da beliche (classe que havíamos comprado) para nosso quartinho particular! Foi uma delícia! A cama na cabine dupla também é uma beliche, na verdade – e de dia são duas cadeiras para viajarmos com mais conforto, tudo bem parecido com a Lower e Upper Berth mesmo, com o diferencial de ter um banheirinho na cabine.

A única particularidade do inverno é a questão da pontualidade. Devido às condições climáticas – leia-se neve e frio intenso – o trem pode atrasar, e muito. O nosso atrasou 5 horas. Na verdade, não nos atrapalhou em nada: fomos previamente avisados; se o atraso ultrapassasse o horário do jantar ganharíamos voucher para comer; e o trem ainda recuperou essas 5 horas no trajeto; ou seja, chegamos em Vancouver no horário previsto. O único porém foi não poder admirar a paisagem. A viagem, que duraria uma tarde + noite, durou apenas uma noite.. e tudo que víamos era a escuridão lá fora..

Comprando o seu bilhete

A ViaRail opera o ano todo, inclusive no intenso inverno canadense (e nós comprovamos: opera mesmo – e o visual é lindo!). A rota mais famosa é a The Canadian, que vai de ponta a ponta do Canadá, fazendo o trecho Vancouver – Toronto (ou o contrário). São 4.466km ao todo, passando por cenários que devem ser incríveis. Como sabem, nós fizemos apenas uma parte dessa rota, indo de Vancouver a Jasper.

RotaViaRail

No site da ViaRail você tem total liberdade para escolher os seus pontos de partida e destino. O site é bem intuitivo e fácil de usar.

Ao acessar o site, você pode navegar pelas opções e conhecer as rotas, as categorias de acomodação, os horários, os serviços incluídos a bordo e ainda admirar algumas paisagens que verá pelo caminho.

Para escolher a sua rota, não é necessário saber nome do trem (como o nosso era The Canadian, por exemplo), nem nada; basta inserir sua cidade de origem e destino e a data desejada. Abaixo mostramos a nossa seleção:

selecionando a rota desejada no site da via rail

Escolhendo sua classe de acomodação

Ao buscar as passagens, você verá uma tela informando os horários disponíveis de trem para o dia e rota desejadas. Nessa tela, clique em “Shop for Fares” – essa é a opção que te permite escolher o tipo de acomodação desejado para viajar no trem.

São suas classes de acomodação: Economy (cadeira normal) e Sleeper Plus, que conta com duas opções: cadeira que vira cama – as chamadas Lower e Upper Berth (são duas cadeiras que viram uma beliche – você pode reservar a cama de baixo ou a de cima) e cabine (como um quartinho privado). Se você pode investir um pouco mais, a gente recomenda fortemente a classe Sleeper Plus (é a que viajamos da primeira vez – dormimos igual anjinhos). Se quiser mais privacidade, escolha a cabine (a que viajamos no inverno), mas não vimos tanta necessidade assim; o diferencial positivo é ter banheiro, mas não tem chuveiro.

Essa é a janela que se abrirá. Escolha a sua classe preferida e clique em “Get new fare” para visualizar a nova tarifa. Ao terminar a escolha, clique em “Book new fare”.

escolha de tarifa por acomodação

Você pode ver um comparativo entre as classes nesse documento da ViaRail e também um comparativo de valores aqui (mas note que os valores não consideram possíveis descontos que sempre aparecem, ok?)

E aí pronto! É só concluir a sua compra e inserir os dados do cartão de crédito.

Caso você prefira fazer a compra com o apoio de uma operadora brasileira, use esse link. A VIA Rail é operada por contrato no Brasil pela Personal Brasil Tour Operator desde o início de 2011 (não conhecemos a empresa, mas temos certeza que é de confiança, até porque a ViaRail é uma marca super séria).

Dica do Sundaycooks: “Segundo a Carmel Mayrd, gerente de serviços do trem, é possível conseguir ofertas de última hora com descontos de até 75% no valor do ticket se você optar por comprar na véspera da viagem, mas, como é de se esperar, pode ser que a acomodação da sua preferência não esteja mais disponível. Desta forma, é importante reservar com antecedência caso você tenha datas pouco flexíveis ou que queira viajar num tipo de acomodação específica.”

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!
  1. Silvia 14/08/2015

    Olá, excelente post!
    Como faço para comprar no site da via rail diretamente do Brasil? Eles pedem um endereço e um telefone do Canadá. Não sei o que colocar. Aluguei um apartamento pelo AIBNB. Posso colocar o endereço e o telefone desse apartamento? Ou vc acha melhor comprar pela operadora brasileira? Obrigada.