4 viagens incríveis que você deveria fazer um dia

Ver o sol nascendo no Utah, nadar nas águas de Fiji, se emocionar com a Aurora Boreal e viajar de Motor Home pela costa da Austrália. Alem da beleza, essas viagens têm ainda um quê de especial.

Roteiro de Inverno na Suíça: a rota ideal para uma viagem perfeita

Se você está pensando em fazer uma viagem para aproveitar o inverno na Suíça, você encontrou o artigo certo.

Como chegar e o que fazer em St Gallen, Suíça

Em janeiro de 2019 fiz uma viagem deliciosa de quase um mês pela Suíça. Dentre as cidades que visitei está St Gallen. Não entendo porque ela ainda não ficou famosa entre os brasileiros.

Rota Romântica na Alemanha: Tudo o que você precisa saber

Guia Completo: Rota Romântica na Alemanha Fundada em 1950 como um projeto turístico, a Roma Romântica é um percurso de 460km que passa por charmosos vilarejos alemães. Ela vai...

Meus 7 dias em Tromso + Aurora Boreal!

Nem acredito que realizei esse sonho: ver a Aurora Boreal <3! Foi tudo ainda mais mágico do que eu esperava. Quem acompanhou os posts e os stories no nosso Instagram durante essa minha viagem para Tromso em janeiro/2018...

Deserto do Atacama: Dicas + Roteiro Completo

6 de Março de 2020
1 comentários 2673 visualizações
Gisela carvalho
escrito por Gisela Carvalho

Esse artigo incrível com dicas e roteiro sobre o Deserto do Atacama, no Chile, foi escrito pela nossa colaboradora Gisela Carvalho. A Gi fez essa viagem em novembro/2019 e trouxe muita dica valiosa sobre o destino aqui pro blog. Ficamos apaixonados pelo roteiro que ela fez. Esperamos que gostem também!

Dicas e Roteiro do Deserto do Atacama

Conhecer o Deserto do Atacama era um sonho de anos que realizei no final do ano passado. Apesar da enorme expectativa, fui surpreendida por uma atmosfera mágica, com paisagens deslumbrantes por todos os lados. Foi diferente de tudo que eu já havia vivenciado até então. Com um bom planejamento, correu tudo muito melhor que o esperado. O famoso deserto mais árido do mundo ganhou, então, um cantinho muito especial no meu coração.

Para acessar fotos, relatos pessoais e vídeos dessa viagem, acompanhem o Instagram da Gi.

Nesse artigo você vai ler sobre:

  • Como chegar no Atacama
  • Melhor época no Deserto do Atacama
  • Onde Ficar
  • Agências de Turismo
  • Quanto tempo ficar no Deserto do Atacama?
  • Meu roteiro
  • Passeios imperdíveis no Deserto do Atacama
  • Onde comer
  • Dicas sobre o Atacama

dicas

Como chegar no Atacama

Pegamos um vôo de SP para Calama (com conexão em Santiago) e de Calama pegamos um transfer de cerca de 1 hora até San Pedro de Atacama. Contratamos o transfer da TransLicancabur antes de sair do Brasil (por email mesmo). Quando chegamos ao aeroporto eles já estavam nos esperando conforme combinado (valor: 20 mil pesos por pessoa ida + volta).

 

Melhor época no Deserto do Atacama

Quando ir? Sem dúvida, nas meias estações: de março a maio e de setembro a novembro. A temperatura é mais agradável e o risco de chuva/neve é praticamente zero. Mas não se engane, mesmo no verão você pode pegar temperaturas muito baixas durante os passeios por conta da altitude. Eu cheguei a pegar de 0°C a 30°C no mesmo dia, em novembro.

Leia também: 10 fatos que você precisa saber antes de ir ao Deserto do Atacama. Inclusive, que SIM, existe chuva no deserto mais seco do mundo!

 

Onde ficar (Hotéis no Atacama)

A escolha do hotel foi algo que me gerou muita dúvida antes de ir. Estando lá percebi que mal ficaria no hotel, e quando retornava no fim do dia, exausta, só queria banho e cama. O que considero mais importante, além de uma boa cama e um chuveiro com água quente (e aquecedor no quarto, especialmente no inverno), é a localização. Estar perto da Caracoles (rua principal de San Pedro do Atacama) foi fundamental pra mim, que não optei por um hotel all inclusive. É lá onde tudo acontece: restaurantes, casas de câmbio, agências, mercadinhos, lojinhas… Inevitavelmente você vai precisar ir até lá praticamente todos os dias, e estar longe pode acabar sendo um transtorno.

Escolhemos para os primeiros dias o La Casa de Don Tomás, um hotel moderno e novo, com quartos aconchegantes e bem decorados, com um ótimo restaurante e a 5 minutos a pé da Caracoles.

Para os últimos dias, escolhemos o Lodge La Estación. Esse é um hotel menor mas ainda melhor localizado (a 2 minutinhos da Caracoles). A equipe é super atenciosa e o quarto é equipado com o necessário para um bom descanso após horas e horas de passeio. Há ainda uma piscina muito gostosa (que infelizmente não tive tempo de aproveitar como gostaria).

Agência de Turismo

Diferente de muitos outros destinos, aqui a agência de turismo faz toda a diferença na viagem. A minha dica pro Deserto do Atacama é que você contrate uma agência! A menos que queira se aventurar alugando um carro e seguindo pelo deserto por conta própria – o que também é possível, apenas mais “complicado”.

Bom, existem muitas agências de turismo no Atacama, que atendem a todos os gostos e bolsos. A minha experiência foi com a agência Ayllu Atacama, e foi irretocável! Eles prestam um serviço diferenciado e de altíssima qualidade, para grupos pequenos, com muito conforto e mordomias. Todos os passeios incluíam 1 refeição (café da manhã ou almoço ou coquetel no fim da tarde), servida em uma mesa pra lá de charmosa, geralmente em meio a um cenário maravilhoso.

almoço no deserto to Atacama

A comida é preparada pelo restaurante Ayllu, um dos melhores e mais bem recomendados do Atacama.

O café da manhã incluía ovos mexidos (preparados na hora pelo guia), bolos, pães e sucos. O almoço, ceviche e camarões. Os coquetéis incluíam empanadas quentinhas, petiscos de frios. Tudo sempre regado a muito vinho. Para os que têm alguma intolerância alimentar, a Ayllu prepara um menu especial para atender a todas as necessidades.

Um ponto legal sobre o roteiro pelo Deserto da Atacama que a Ayllu faz: eles procuram fazer os tours em horários diferentes das demais agências para que possamos ter a melhor das experiências. Nota mil!

Quanto tempo ficar no Deserto do Atacama?

O recomendado no Atacama são pelo menos 4 dias inteiros, mas se puder ficar mais, melhor. Opções de passeios não irão faltar.


Roteiro no Deserto do Atacama

 

Meu roteiro durou 5 dias. Foi o seguinte:

1º dia – Manhã livre (aproveitei para trocar dinheiro e ir até a agência buscar a programação dos passeios) | Tarde: Vale da Lua + Vale da Morte ao pôr do sol | Noite: Tour Astronômico.

2º dia – Manhã: Lagunas Escondidas de Baltinache com café da manhã no Magic Bus | Tarde: Laguna Cejar com pôr do sol na Laguna Tebinquiche.

3º dia – Manhã: Geysers el Tatio | Tarde: Termas de Puritama.

4º dia – Full day: Rutas Andinas (antigo Salar de Tara).

5º dia – Manhã: Lagunas Altiplânicas (com café da manhã na Laguna Tuyajto) + Piedras Rojas | Tarde: Tour do Vinho + pôr do sol no Salar de Atacama.

Difícil escolher o melhor passeio, cada um tem seu encanto, mas os meus preferidos (e imperdíveis na minha opinião) foram o 5 abaixo:

Passeios Imperdíveis no Deserto do Atacama

Tour Astronômico

Chegamos às 2h da manhã ao deserto, onde ficamos até às 4h, admirando o céu mais estrelado de toda a vida. Estávamos na companhia de um astrônomo (que nos deu uma super aula) com um grande telescópio. Assim, pudemos ver a olho nu a Via Láctea, nebulosas, constelações e várias estrelas cadentes, num absoluto silêncio.

Tour astronômico Atacama

Dica: A Ayllu faz este passeio de acordo com o horário da lua (quando a mesma já passou da linha do horizonte). Assim, a gente pega o céu o mais escuro possível para conseguir ver ainda melhor as estrelas.

O frio era grande, mas eles nos forneceram ponchos quentinhos e para acompanhar petiscos e vinho. Os registros ficam por conta do dono da agência, que leva sua câmera profissional, tripé e todos os equipamentos necessários para o click perfeito. E o melhor, já estão incluídos no valor do passeio.

Lagunas Escondidas de Baltinache

É uma espécie de Mar Morto da América do Sul. São 7 pequenas lagoas de água azul turquesa, onde é praticamente impossível afundar por conta da alta concentração de sal. O banho é permitido em apenas 2 delas. O lugar é deslumbrante! Montanhas ao redor, tudo branquinho de sal em volta e aquelas lagoas azuis de encher os olhos.

A água é gelada, mas no verão fazia tanto calor do lado de fora, que foi tranquilo e até gostoso entrar na água (prepare-se para ficar coberto de sal ao sair. rs.).

Dica: Tente fazer este passeio pela manhã. À tarde, com o sol mais baixo, a luz não incide da mesma forma nas lagoas e os tons da água ficam mais escuros.

Lagunas Altiplânicas

Com a Ayllu, o passeio começa com um café da manhã na Laguna Tuyajto, em meio a um lindo cenário, com as montanhas refletidas perfeitamente na lagoa. Passamos pelo mirante das Piedras Rojas (chegar até as pedras não é mais permitido) e então seguimos para as Altiplânicas. Elas são basicamente 2 lagoas, Miscanti e Miñiques, a cerca de 4.200m de altitude.

Lagunas Altiplanicas

Lagunas Altiplanicas no deserto do Atacama

O visual é fantástico!

Na volta, o guia parou para tirarmos a clássica foto do Atacama, sentados no meio da estrada com as montanhas no plano de fundo.

Dicas do Deserto do Atacama

Termas de Puritama

Um conjunto de 8 piscinas de águas termais em meio a um lindo cenário de montanhas e vegetação, a 3.500m de altitude. A primeira piscina é exclusiva para os hóspedes do hotel Explora, porém à tarde ela abre também para os demais turistas. Pudemos aproveitá-la (é a mais quentinha de todas)! Chegamos perto do horário do almoço e pegamos as Termas bem vazias, foi uma delícia descansar naquelas águas depois de uma manhã muito fria nos Geysers.

termas de puritana no atacama

Salar de Atacama no pôr do sol

Chegamos ao Salar no fim da tarde e pudemos apreciar um dos pores do sol mais bonitos da viagem e talvez da vida. O céu foi se pintando em tons de rosa, lilás e laranja. As montanhas ao redor estavam iluminadas pelo sol e muitos flamingos davam o ar da graça em voos rasantes bem próximos a nós.

roteiro especial no deserto do atacama

Este foi nosso último passeio no Atacama e posso dizer que fechamos com chave de ouro.


Onde comer no Deserto do Atacama

Listo abaixo os restaurantes (e uma sorveteria) que conheci e gostei bastante. Vou deixar o link do Tripadvisor pra vocês.

Adobe – experimentei o famoso Lomo a lo Pobre

Ayllu – fica coladinho na agência de mesmo nome

La Estaka – local super agradável

Lola – empanada gigante deliciosa

Sorveteria Artesanal Babalu – melhor sorvete de frutas vermelhas da vida!

 


Dicas Deserto do Atacama

Roupas: Independentemente de ser verão ou inverno, você terá que levar roupas para o frio. Muitos passeios são realizados em altitude alta e bem cedo e, mesmo no verão, as temperaturas podem ficar abaixo de 0°C.

Indispensável na mala: Protetor solar, hidratante, protetor labial com fator de proteção, soro fisiológico para o nariz, colírio, boné/chapéu e óculos escuros.

Água: Leve água para os passeios (recomendável levar 2 garrafinhas por pessoa, o clima é MUITO seco).

Para os passeios às lagoas/termas: levar sempre um chinelo e um saquinho para roupa molhada (e toalha, caso sua agência não forneça roupão).

Casa de câmbio com a melhor cotação que encontrei: Las Llamitas. Uma loja de roupa e casa de câmbio ao mesmo tempo (rs.), que fica em uma transversal da Rua Caracoles, perto da farmácia. Vale a pena pesquisar, as casas de câmbio ficam uma do ladinho da outra. É importante levar notas em perfeito estado, pois eles não aceitam nem um rasgadinho.

Para evitar o mal-estar causado pela altitude: beber bastante água, evitar muita bebida alcoólica, comer comidas leves, dormir bem, e começar os passeios pelos de menor altitude para se aclimatar.


E é isso!

Do Atacama seguimos para o Salar de Uyuni, numa travessia de tirar o fôlego, durante 3 dias pelo deserto boliviano. Mas este destino será assunto para o próximo post. :)

Gisela Carvalho no deserto do atacama

fim do conteúdo do post

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!

  1. Raquel 07/03/2020

    Queria saber o valor dos passeios