185
roteiros
124
cidades

Meus 7 dias em Tromso + Aurora Boreal!

Nem acredito que realizei esse sonho: ver a Aurora Boreal <3! Foi tudo ainda mais mágico do que eu esperava. Quem acompanhou os posts e os stories no nosso Instagram durante essa minha viagem para Tromso em janeiro/2018...

Como chegar à Machu Picchu

Machu Picchu é um destino maravilhoso! Recomendamos muito que você reserve um espacinho na sua agenda para conhecer esse lugar especial. Machu Picchu representa...

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além da Flórida e NY: Explorando o Oeste

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Roteiro de 10 dias no sul da Califórnia

4 de junho de 2018
0 comentários 1320 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Escrevo do avião. Estou voltando pra casa tão feliz, tão realizada, tão completa que tanta emoção já não cabe em mim. Preciso escrever. Preciso dividir.

Passei 10 dias no sul da Califórnia com duas amigas. Fizemos uma roadtrip de Kombi, nadamos em Laguna Beach, acampamos em um Parque Nacional, vimos as estrelas, o pôr do sol com direito à greenflash, fotografamos as Joshua Trees e quisemos parar o tempo. Pra sempre. O que é que a Califórnia tem?

Nosso roteiro de 10 dias pelo sul da Califórnia

Tudo começou em LA – afinal, esse é a principal porta de entrada no estado para aqueles que querem explorar a parte sul. Viajamos entre Los Angeles e San Diego – com uma esticadinha rumo ao centro da California, para o Joshua Tree NP e Palm Springs.

A divisão da viagem foi a seguinte:

  • 2 dias em Beverly Hills (LA)
  • 1 dia em Joshua Tree
  • 2 dias em Laguna Beach
  • 4 dias em La Jolla (SD)

Intercalamos o deslocamento entre carro alugado (recomendamos alugar pela RentCars – uma excelente compradora de preços) e uma campervan – nossa companheira Bluu da empresa Vintage Surfari Wagons. 

Internet na viagem

Pra quem sempre pergunta, usamos os chips da T-Mobile revendidos aqui no Brasil pela EasySim4U. A praticidade é que a emprega entrega das chips na sua casa. Você já sai do Brasil com a internet da viagem resolvida – e pode assim usar GPS sem preocupação, usar o Whatsapp para se comunicar com o Brasil ou resolver qualquer urgência na viagem.

Como chegar na Califórnia?

De avião para San Francisco ou Las Vegas.

Você também pode pousar em San Diego, mas provavelmente fará em escala em LA.

Distância entre SF e LA:

Distância entre LA e SD:

Distância do aeroporto de LA à Santa Mônica / Beverly Hills:

Distância de LA à Joshua Tree:

Por que o sul da Califórnia?

Essa pergunta não tem uma resposta simples e direta. Acho que o mais direta que consigo ser é porque “a região tem uma energia/vibe única”. Mas tentando explicar um pouco melhor, acho a Califórnia, no geral, um restado riquíssimo em beleza natural e bem estar (se é que faz sentido colocar isso aqui na frase). Vejo uma preocupação natural da população com a saúde, com a qualidade de vida, com o famoso “carpe diem” e a importância de se aproveitar a vida. Mas ao mesmo tempo não vejo desleixo – vejo seriedade e até uma certa maestria em saber escolher aonde dedicar esforços (falando sobre trabalho). Vejo muita segurança, um clima agradabilíssimo (principalmente no sul do estado) e vejo FELICIDADE. Vejo um sistema que funciona. 

Você achou então um estado perfeito, Quel? 

Não. 

Até porque não existe perfeição – e sei que muito das minhas percepções seriam transformadas em verdades não tao belas caso eu viesse a morar por lá e enfrentasse problemas comuns de todo país, ou estado, ou cidade. Mas, enquanto turista, o sul da California é, como o leste da Australia, um daqueles lugares que eu gostaria de visitar sempre… até sentir que “sou uma local” por alguns dias.

LOS ANGELES

Nossa viagem começou por LA, uma cidade incrível, vibrante, com condados repletos de autenticidade e características únicas. 

Santa Monica (que não quero complicar mto, mas na verdade não pertence a LA), na costa, atrai milhares de turistas para o píer sobre o mar. Venice, com seu estilo hippie e alternativo, é o point certo para fotógrafos, foodies e qualquer pessoa que curta ver um pôr do sol deslumbrante. E Beverly Hills (pra mencionar só alguns condados) com seu ar de riqueza e ruas chiquérrimas atrai também todo tipo de pessoa por sua fama devido a filmes como “As Patricinhas de Beverly Hills” e “Uma Linda Mulher”.

Eu AMO me hospedar em SM e acho que o clima combina comigo: praiano, saudável e relax! Mas dessa vez me aventurei por Beverly Hills (preços bem mais atraentes que SM) e me surpreendi positivamente. Encontrei ruas charmosas fora do turistão e caríssimo (como o encontrado na Rodeo Drive), restaurantes excelentes e uma redondeza excelente para bater perna e descobrir um pouco mais do charme de LA.

Minha escolha foi o The Orlando, na West 3rd Street – uma localização bem estratégica entre Beverly Hills e West Hollywood. Um bairro cheio de lojinhas descoladas à 10 minutos de carro do burburinho turístico (Rodeo e Canon Drive) e da Melrose Avenue (famosa tb por suas lojas e murais de arte em paredes do comércio local).

mapa da localização de hotel em Los Angeles - sul da California

O Hotel The Orlando

Moderno, confortável, com qualidade naquilo que você mais precisa em uma viagem: cama perfeita e chuveiro excelente. A cama parecia ser pra 4 pessoas de tão grande. Ponto pro hotel!

De quebra, há ainda uma piscina parqueia refrescada de fim de dia. Lembrem-se que a Califórnia é um grande deserto e o clima em LA é bem seco e intenso – principalmente na primavera e no verão.

hotel para o roteiro de 10 dias no sul da California

O preço? Ótimo. US$220 para um quarto quádruplo. US$55 por dia, por pessoa. Quer entender o porque esse hotel é realmente um achado? US$55 é exatamente o preço que se paga em um bom albergue em Santa Monica – em um quarto compartilhado! Ponto pro hotel – que faz parte da Preferred Hotels.

Onde dormir em Los Angeles

  • Budget / Conforto: HI SM | sss
  • Conforto / Luxo: xx SM

A RoadTrip

Passamos apenas 2 dias em Los Angeles porque o foco da nossa viagem era realmente a roadtrip. Queríamos nos “aventurar” na estrada, explorar a costa e ver um pouco na natureza intocada da Califórnia.

de kombi num roteiro de 10 dias pelo sul da California

Joshua Tree foi o Parque Nacional escolhido – e confesso que a escolha foi pela proximidade com nossos outros pontos de interesse (Huntington Beach, Newport Beach, Laguna Beach, LA). Nessa viagem, não teríamos tempo para subir rumo a Yosemite e Sequoia NP – dois parques nacionais pelos quais sou APAIXONADA e voltaria mil vezes se possível. 

Ouvimos sobre o céu em Joshua Tree, a possibilidade de ver a Via Láctea sobre as famosas árvores que dão nome ao parque e sobre o cenário desértico impressionante. Nos parecia perfeito! E foi.

Campervan Wagon Surfari

Viajamos em busca de experiências diferentes e resolvemos alugar uma campervan pra essa parte do roteiro. 3 amigas viajando sozinhas de carro pelas estradas de um país estrangeiro e acampando sozinhas em um parque pode parecer perigoso – mas não lá. E sabíamos que a Califórnia seria perfeita pra essa ideia.

Encontramos na internet a VW Surfari e nos apaixonamos. O charme da kombi, a customização retrô combinando com o veículo e o conforto que era transmitido através das fotos nos conquistou. Era a Bluu que queríamos alugar.

Tivemos muita sorte nessa viagem e acertamos em muitas escolhas que fizemos, mas diria que a VW foi um dos pontos mais altos, senão o mais. À partir do momento que pegamos a Bluu em Costa Mesa e seguimos para a estrada, percebemos que a viagem não era mais entre 3 amigas, mas entre 4. Acreditem, a Bluu virou família!

Claro que por trás da Bluu tinha o Bill e sua equipe – e eles compuseram essa 4a integrante da experiência. Nosso grupo ficou completo! Chegamos em Joshua Tree encantadas!

Distância entre Costa Mesa e Joshua Tree: xx

Autonomia da Bluu:

Valores do aluguel:

 JOSHUA TREE NP

Joshua Tree é um parque que não “pede” mais que 1 ou 2 noites. Claro, tudo depende do quanto você gosta de trekking, trilhas, sossego e até de escalada (lá é o paraíso pra quem escala) mas, no geral, duas noites são mais que suficientes pra você ter a experiência principal do parque: aproveitar o céu à noite e ver as Joshuas Trees.

Nós passamos apenas um dia no parque. Chegamos já à noitinha e saímos no dia seguinte. Perdemos a via láctea com as Joshua Trees, pois acabamos acampando no Cottonwood Campground, localizado na entrada sul do parque, onde as arvorezinhas não estão presentes. 

O ideal teria sido acampar no camping Black Rock e ficar essa noite sem banho (uma vez que o único camping do parque com água corrente é o que dormimos). Assim teríamos visto

Por outro lado, vimos 3 estrelas cadentes e um céu também de babar – mas eu sei, não tanto quanto o que o Diego viu :(

céu em Joshua tree

Logo pela manhã dirigimos rumo ao xxxx, a parte do parque onde estão as Joshua Tress. Não fizemos nenhuma trilha por causa do pouco tempo que tínhamos – fizemos um roteiro bem apertadinho – mas o bom o do JTNP é exatamente o fato de você conseguir ver muita beleza sem precisar sair do carro. 

Na volta do parque, aproveitamos para dar uma passadinha rápida em Palm Springs – um lugar bem paradão como muitos dizem (tirando na época do Coachella) mas com uma paisagem que nos surpreendeu MUITO! Deserto, uma cidade extremamente plana e bem projetada e uma imponente montanha ao fundo, criando um contraste de tons e dimensões impressionante. Nos sentamos formiguinhas olhando para a montanha San Jacinto.

LAGUNA BEACH

Já com nosso carro, seguimos para Laguna Beach – aquele lugar que ainda não como tive forças para ir embora. Meu coração ainda está por lá.

Laguna Beach é uma região pequena, familiar e chique na medida (não tem aquele exibicionismo ou o tom esnobe que é a grande crítica de Newport Beach – não falo por mim pois não tenho nem bagagem pra tal, mas é o que dizem sobre la). As casas são deslumbrantes, enormes, dignas de cinema. Os moradores são acolhedores e adoram te desejar “bem vindo ao meu quintal”. As casas são tão dentro das praias que a areia e o mar são mesmo o quintal.

Boa gastronomia, saúde e o mar mais cristalino e azul que vi na Califórnia.

Laguna, você ganhou meu coração.

Recomendo as praias Treasure Island, Victoria Beach e Thousand Steps Beach. O pôr do sol pode ser visto de qualquer spot da praia – ele é sempre lindo e vai te emocionar com certeza.

O cafe da manhã ou o almoço podem ser no Earth Café. Amei tanto que fui 2 vezes. O Yogurte da Active Culture também me conquistou e virou meu lanche pelas duas tardes que passei na cidade.

Se você procura uma baladinha descontraída e até meio underground, recomendo a xxxx. Nos divertimos!!! A única regra é dançar como se não houvesse amanhã.

Nos hospedamos em um Airbnb que foi O achado! Barato e de frente pro mar – com essa vista aqui ó, de babar:

foto vista

Uma dica maravilhosa pra quem busca luxo, entretanto, é o La Valencia Hotel. Sonho em conhecer pessoalmente.

LA JOLLA

E aí seguimos pra La Jolla – e acho que talvez foi esse o motivo de termos conseguido sair de Laguna – La Jolla é outra jóia do sul da Califa. 

Esse bar de San Diego é maior que Laguna e tem até um centrinho bem estruturado, com resturantes, boas lojas e alguns hotéis. Foi exatamente ali, em La Joia Shores que nos hospedamos.

La Jolla respira saúde. Você vai ver muito Yoga, muitos restaurantes saudáveis e até mesmo vegetarianos e veganos e muitas pessoas na rua fazendo exercício ou surfando no mar. A sensação que dá é que quem mora ali não tem problemas, sabe? O ar transborda felicidade.

Foi por isso que resolvemos passar 4 dias por lá – e fingir, pelos menos por esse conjunto de dias que éramos californianas morando nesse paraíso ao norte de SD.

Aproveitamos nossos dias para ir ao Sunset Cliffs, Explorar as praias de La Jolla com destaque pra Windandsea Beach. Queríamos ainda ter ido ao Torrey Pines NP mas o clima já tinha colaborado tanto com a gente ao longo da viagem que o sol tirou umas férias nesses dias e deixou o frio e as nuvens chegarem com força. (Não subestimem o vento da Califórnia, tá? Tenham sempre um casaco na mala). O resultado foi um roteiro bem reduzido na prática – diferente do que tínhamos planejado pra nossa estadia.

Onde dormir em La Jolla

Budget: Travelodge by Wyndham La Jolla BeachInn by the Sea, at La Jolla

Confort / apartamento:  Pantai Inn (já me hospedei e amei!!)

Luxo: La Valencia Hotel

Em todo caso, anota aí mais essas dicas: uma visita em Coronado Island vale super a pena. O pôr do so de despedida da viagem foi lá – emocionante! Um jantar em Little Italy tem é uma boa pedida e o bar Shout! Onde acontece uma espécie de “duelo” entre pianistas com músicas escolhidas pelo público é sensacional – não deixe de ir.

Se quiser vivenciar La Jolla como um local, faça yoga no Buddhy Yoga e almoce no trilogy Sanctuary. Curta o gramadão do Kellogs Park e jante cedo – pra começar dia seguinte com o nascer do sol. Acho que os californianos sabem bem aproveitar a vida!

O último dia foi de despedidas e tão logo acordamos, dirigimos rumo a LA para devolver o carro e pegar o vôo. Voltamos pro Brasil mas deixamos um pedacinho de nós por lá.

Ainda me pergunto se a viagem aconteceu mesmo – ou se foi só sonho.

fim do post roteiro de 10 dias no sul da California

linha para dividir posts

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!