185
roteiros
124
cidades

Meus 7 dias em Tromso + Aurora Boreal!

Nem acredito que realizei esse sonho: ver a Aurora Boreal <3! Foi tudo ainda mais mágico do que eu esperava. Quem acompanhou os posts e os stories no nosso Instagram durante essa minha viagem para Tromso em janeiro/2018...

Como chegar à Machu Picchu

Machu Picchu é um destino maravilhoso! Recomendamos muito que você reserve um espacinho na sua agenda para conhecer esse lugar especial. Machu Picchu representa...

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além da Flórida e NY: Explorando o Oeste

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Como escolher o Seguro Viagem Internacional ideal para a sua viagem

13 de julho de 2018
2 comentários 251 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Viajar é sempre maravilhoso e planejar também! Vemos fotos, descobrimos destinos, imaginamos situações e já começamos a viver a viagem antes mesmo dela ter começado. Mas quem nunca se sentiu perdido e confuso com tantas opções e tantos detalhes para resolver? – principalmente quando entramos no mérito do Seguro Viagem Internacional.

Muitos de vocês nos escrevem no insta pedindo dicas pra facilitar essa parte mais burocrática do planejamento. Por esse motivo, decidimos falar sobre um assunto super importante: o seguro viagem internacional.

Seguro Viagem Internacional – preciso mesmo dele?

seguro viagem é necessário

Vários países exigem, já na imigração, a apresentação do seguro viagem internacional. Atualmente os países que se enquadram nessa exigência são todos aqueles que fazem parte do Tratado de Schengen, além de Cuba e Venezuela. Ah! A Austrália exige o seguro também, mas só no caso de visto de estudante.

Tratado de Schengen inclui 27 países Europeus. Você pode ver a lista desses países no post: 30 países onde o seguro viagem é obrigatório.

 

Mas e quando o país não exige o seguro viagem internacional? Vale a pena economizar?

– NÃO! Porque o barato pode sair caro…

Gente, não vale a pena arriscar! A gente nunca sabe o que pode acontecer e passar perrengue médico em outro país é a última coisa que queremos que aconteça.

O seguro pode fazer toda a diferença na sua viagem. Ele te auxilia desde o extravio de uma bagagem (já fui reembolsada quando minha mala sumiu por 5 dias na Noruega e precisei comprar roupas novas) a um acidente grave em uma estação de ski, por exemplo. Isso sem contar o auxílio a alergias, gripes e machucados que podem acontecer com todos nós, em qualquer lugar.

Sabia que se você vai a uma festa no exterior, bebe um pouco mais do que devia, passa mal e alguém resolve te levar para o hospital você pode acabar pagando mais de US$200,00? As tarifas médicas em vários países são super elevadas! Por mais que você não utilize o seguro (vai dar tudo certo na sua viagem, tenho certeza!), a tranquilidade em saber que você está protegido vale cada centavo do investimento.

“OK, você me convenceu! Mas são tantas opções, tantas empresas, tanta diferença de preço que eu não sei qual seguro viagem internacional escolher.”

Bom, é justamente por isso que resolvemos fazer esse post, pra facilitar sua vida!

Se você quer comprar um seguro viagem, clique aqui.


Escolhendo meu Seguro Viagem Internacional

1. Por onde começo?

O primeiro passo é descobrir as regras de acordo com o país específico que você vai visitar. Por exemplo: Para os países europeus que assinaram o Tratado de Schengen, a cobertura mínima exigida é de 30 mil euros. O valor mínimo que o seguro deve cobrir depende da lei vigente de cada destino e, por isso, o preço do seguro pode variar.

Algumas seguradoras fornecem essa informação e valores em seu próprio site.

Dica: Existe um seguro público que pode ser emitido pelo Brasil para contribuintes do INSS. É o Certificado de Direito a Assistência Médica Durante Estadia Temporária (CDAM). Ele é aceito em alguns poucos países e isso varia de tempos em tempo, mas vale a pena conferir. Para saber quais países estão incluídos atualmente e todos os detalhes, é só entrar no site do Ministério da Saúde.

2. Já descobri o valor que o meu seguro viagem internacional tem que cobrir. E agora?

Agora é importante pensar nas atividades que você planeja fazer na sua viagem. É uma viagem mais relax ou você planeja fazer algum esporte radical? Andar de ski? Fazer alguma trilha diferente? Esses detalhes são super importantes pra definir o melhor plano pra você.

Alguns seguros podem parecer completos e não cobrir itens como ambulância ou resgate em áreas remotas e isoladas. Um leitor nos contou que torceu gravemente o tornozelo no meio de uma trilha à caminho de Machu Picchu. Essa situação, infelizmente, pode acontecer e o seguro pode até cobrir o atendimento médico, mas não necessariamente o resgate. Imagina o perrengue?

No caso de esportes radicais é essencial descobrir quais estão na cobertura.

3. Pronto! Já sei exatamente do que preciso, mas estou perdida com tantas opções de empresas…

Pra ajudar, a empresa SegurosPromo reúne as melhores seguradoras e te permite comparar apólices e valores. Nós sempre compramos nosso seguro através dela. Inclusive temos até um cupom que garante 5% de desconto ao nosso leitor :) É o VAMOSPRAONDE5

Leia também: SegurosPromo é confiável? Vale a pena usar esse comparador de seguro viagem?

A gente também fez uma pesquisa com algumas empresas que conhecemos e confiamos e vamos te contar o que descobrimos:

Em caso de viagens curtas sem atividades de aventura nem detalhes exóticos, uma boa opção pra ter um preço bom é consultar o seu emissor do seu cartão de crédito. Normalmente eles tem preços ótimos para os seus clientes e a contratação é simples (em alguns casos, nem há custo adicional).

Fizemos algumas simulações com viagens de uma semana na América do Sul e percebemos que os valores dos seguros dos cartões do Banco do Brasil e do Itaú são quase metade do mesmo pacote de outras empresas seguradoras. Porém neste caso são pacotes bem básicos, então lembra de tudo que explicamos no item 2 desse post! ;)

Saindo dos seguros emitidos por cartões de crédito, analisamos 4 das seguradoras mais conhecidas e recomendadas aqui: Porto Seguro, Assist-Card, Mondial, GTA e World Nomads. Para viagens simples, opte pela mais barata que englobe suas necessidades. Todas são se confiança.

Cada uma dessas empresas tem suas restrições, então vale usar a SegurosPromo para comparar as apólices. Ou ainda usar o chat do site para tirar dúvidas :-)

Se você quer comprar um seguro viagem, clique aqui.

No caso de viagens radicais….

Todas essas empresas oferecem pacotes especiais para esportes e nós não encontramos nenhum valor muito diferente ao compararmos umas com as outras. A ressalva é que há algumas divergências de informações nos sites sobre a cobertura no caso de esportes radicais. Se você for praticá-los não profissionalmente, teoricamente você estará coberto.

Leia também: Qual o melhor seguro viagem para esportes radicais?

  • A Porto Seguro, apesar de ter alguns pacotes com preços bons, conta com muitas restrições, então não ficou entre as nossas favoritas.
  • A Assist-Card pareceu uma boa opção no que se refere a preço e cobertura, apesar do site deixar algumas dúvidas. Ela ficou entre as favoritas e é o seguro que utilizamos com bastante frequência em viagens profissionais e pessoais. Para esportes, entretanto, estamos utilizando agora o Affinity 50 Esportes. É só acessar o site da SegurosPromo e selecionar Affinity no campo de pesquisa.
  • Os planos mais completos da Mondial têm características bem parecidas com os da Assist-Card e os valores também são bem parecidos.
  • A GTA é um pouco mais cara, porém, é a que tem um melhor plano no quesito “resgate”, dando um banho nas outras seguradoras. Esse plano completo de chama All Sports e é super indicado para os  viajantes mais radicais.

Uma coisa boa é que ao simular o valor pela ferramenta do SegurosPromo, encontramos preços melhores do que nos sites das próprias seguradoras, então fica aí a dica! :-)

Se você ainda trem alguma dúvida, leia o nosso post: Seguro Viagem – o que você precisa saber para viajar tranquilo


Considerações finais:

  • Sempre tenha a mãos a sua apólice do seu seguro viagem internacional. Uma boa dica é tê-la no seu e-mail ou salva no celular para poder acessá-la de qualquer lugar. Tenha também o telefone de contato.
  • Normalmente, em caso de emergência, não é obrigatório usar os serviços dos parceiros específicos da seguradora. Você pode usar o serviço mais próximo e rápido e pedir reembolso pela operadora depois. Guarde todos os recibos para evitar problemas e prejuízo.
  • No Brasil, existe um órgão federal responsável pelo controle e fiscalização do mercado de seguros: A Susep. Em caso de dúvidas ou problemas com o seu seguro ou corretora, você pode entrar em contato com eles pelo telefone 0800 0218484.

Prontinho! Agora é só aproveitar a viagem com segurança e tranquilidade! :) E se você quer comprar um seguro viagem, clique aqui.

Boa viagem com seguro viagem

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!

  1. […] Leia também: Como escolher o seguro viagem internacional ideal para a sua viagem […]

  2. […] Vamos explicar, nesse post, a implicação do Tratado de Schengen – além de apresentar outros países que também exigem o seguro viagem internacional.  […]