Como chegar e o que fazer em St Gallen, Suíça

Em janeiro de 2019 fiz uma viagem deliciosa de quase um mês pela Suíça. Dentre as cidades que visitei está St Gallen. Não entendo porque ela ainda não ficou famosa entre os brasileiros.

Meus 7 dias em Tromso + Aurora Boreal!

Nem acredito que realizei esse sonho: ver a Aurora Boreal <3! Foi tudo ainda mais mágico do que eu esperava. Quem acompanhou os posts e os stories no nosso Instagram durante essa minha viagem para Tromso em janeiro/2018...

Como chegar à Machu Picchu

Machu Picchu é um destino maravilhoso! Recomendamos muito que você reserve um espacinho na sua agenda para conhecer esse lugar especial. Machu Picchu representa...

Guia Fíji (dicas, índice de posts e perguntas frequentes)

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além da Flórida e NY: Explorando o Oeste

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Dicas Suíça: Roteiros, Preços, Onde Ficar e mais

23 de Abril de 2019
15 comentários 13570 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Amo, amo, amo a Suíça <3! Não a toa, ela virou a minha segunda casa – passo metade do ano por aqui e a outra metade no Brasil. Por isso, confia em mim: sou, modéstia à parte, a brasileira certa pra te dar as melhores dicas da Suíça! Bom, pra mim, é incrível como um país tão pequeno pode ter tanto a oferecer. Cada cidade tem seu charme, cada montanha reserva uma paisagem diferente e cada lago tem um quê de especial. Independente da época do ano, a Suíça surpreende. No verão você pode descer rios pela correnteza (como fiz em Berna, em agosto). Pode fazer mountain bike enquanto admira a vista dos vales da região de Verbier. Pode nadar nos lagos em Lucerna, Genebra e Lausanne, dentre outros. No inverno, você curte mercados de natal, faz esportes de inverno, brinca na neve… As atrações são infinitas – e o país, encanta! É isso que espero mostrar pra vocês através dos meus textos e guias.

DICAS SUÍÇA, GUIA COMPLETO

A Suíça é daqueles países em que os clichês são praticamente verdade. O chocolate é delicioso; você vê lojas de relógio por todos os lados; os lagos são azuizinhos e cristalinos; sim, há vacas com sininho em extensas áreas verdes; as montanhas são maravilhosas e (infelizmente esse também é verdade) o país é caro. Mas tudo bem, vale a pena!

(você pode ler esse artigo na íntegra ou acessar a seção abaixo de seu interesse)


quando ir
quanto custa
roteiros
transporte e locomoção
destaques
POSTS E GUIAS


Como sub-tópicos, você ainda encontra nesse guia dicas e explicações sobre todos os temas abaixo:

  • Idiomas na Suíça – e é possível visitar o país só com o inglês?
  • Como Chegar na Suíça e preço médio de passagens
  • Documentos Necessários (passaporte, visto, seguro viagem)
  • Regra de permanência (90 dias)
  • Moeda – e posso usar Euro?
  • Fuso Horário
  • Energia e Tomada
  • A Suíça é um país seguro?
  • Quando ir
  • Características das estações do ano na Suíça
  • É possível ver neve o ano todo?
  • Quanto custa viajar para a Suíça?
  • É comum dar gorjeta na Suíça?
  • Como economizar na Suíça
  • Roteiro ideal na Suíça?
  • Quantos dias ficar na Suíça?
  • Resuminho sobre principais cidades
  • Transporte na Suíça: carro, trem, barco e ônibus
  • Swiss Travel Pass
  • Existe Uber na Suíça?
  • É caro andar de táxi?

Antes de começar com as dicas da Suíça, vamos a algumas informações gerais sobre o país:

Localizada no centro da Europa, fazendo fronteira com a Alemanha, França, Itália, Áustria e o pequeno país Liechtenstein, está a Suíça. Pequenina, ela conta com 26 cantões (pra gente, estados) e 4 idiomas oficiais: alemão, italiano, francês e o romanche. A capital é Berna; Zurich é apenas a capital financeira.

sobre os idiomas na suíça

É possível viajar pra Suíça só com o inglês?

Super. Como mostramos na imagem acima o inglês é uma das línguas estrangeiras mais faladas na Suíça. Praticamente todo suíço fala ou entende o idioma, principalmente aqueles que trabalham em estabelecimentos como hotéis e restaurantes. Não se preocupe. E a outra boa notícia é que existem muitos portugueses no país. Então às vezes até com o nosso bom e velho português você se vira ;).

Como Chegar na Suíça

Existem vôos diretos desde o Brasil para o aeroporto internacional de Zurique com as companhias Swiss e Edelweiss. Genebra também é uma interessante porta de entrada para quem já está na Europa – assim como a Basiléia, para aqueles que voam de companhia low cost, como a Easy Jet, dentro do continente.

Quanto custa, em média, um vôo desde o Brasil?

O preço mais comum desde São Paulo ou Rio de Janeiro é R$3.000. A Edelweis, entretanto, oferece algumas passagens por menos que isso para o trecho RJ-Zurich. Essa rota, entretanto, não está disponível todos os dias da semana. Eu diria que qualquer passagem para o país por menos que R$2.500 está com preço excelente! É tipo: viu e comprou!

Em cima da hora, você encontrará passagens pela Swiss na casa dos R$4.000.

Documentos Necessários (passaporte, visto, seguro viagem)

Brasileiro não precisa de visto para entrar na Suíça, apenas de passaporte com pelo menos 3 meses de validade (a contar da data de saída do país, ok?). Não é necessário nenhum comprovante de vacina. O seguro viagem é obrigatório (isso vale para todos os países que assinaram o Tratado de Schengen). Recomendo o site SegurosPromo para cotação e compra do seu seguro. Com o cupom VAMOSPRAONDE5 você tem 5% de desconto :). Para alugar carro, você não precisa da PID (permissão internacional para dirigir), basta a sua CNH brasileira na validade.

Você encontra essas informações no site oficial do consulado.

Regra de permanência (90 dias)

Brasileiro pode permanecer no país por até 90 dias dentro de um período de 6 meses. O mesmo vale para todos os países do Tratado de Schengen. Note que não são 90 dias em cada país, mas ao todo.

suíça no mapa

Moeda

A moeda na Suíça é o franco suíço (CHF). O euro é aceito em alguns estabelecimentos, mas a conversão não favorece. O ideal é fazer os pagamentos no país em francos suíços. Leve euros e os troque por francos na entrada ao país. Cartões de crédito são amplamente aceitos.

Fuso Horário

A Suíça está na zona GMT+1 (horário da Europa Central – CET). De março a outubro é aplicado o horário de verão (GMT+2).

Energia e Tomada

Se atente a isso: a voltagem na Suíça é de 220 volts. São utilizados plugs de dois pinos (tipo C) e três pinos (tipo J).

A Suíça é um país seguro?

Demais! A Suíça e um daqueles lugares que você até esquece que existe assalto e violência em outras partes do mundo. Por aqui as pessoas deixam seus pertences soltos nas mesas dos restaurantes enquanto vão ao banheiro, deixam suas coisas no gramado enquanto mergulham no lado e 99% das vezes nada acontece. Não há relatos de furtos nem de roubos. Mas fico 99% das vezes, entretanto, porque onde tem pessoas, tem risco, né?

Pickpockets – aquelas pessoas especialistas em pegar os seus pertences sem que você perceba – estão espalhados pela Europa. Apesar da Suíça realmente não ter um volume significativo de relatos sobre tal, eles podem existir. Portanto, é sempre bom ficar atento. Mas, pelo menos na Suíça, sem neuras!!


quando ir

Quando ir para a Suíça?

Eu evitaria novembro e março por causa da chuva – são meses que a neve não é tão certa então as cidades ficam meio tristes. Abril é um mês estranho porque você nunca, nunca sabe o que esperar do clima. Passei o mês de abril inteiro na Suíça e vi a temperatura mudar na mesma semana dos 2 graus pros 22! Também neve forte na semana seguinte àquela que mergulhei no rio em Lavertezzo (quando a temperatura estava na casa dos 19). Talvez eu evitaria abril, para não ter tantas surpresas.

Dito isso, a Suíça pode realmente ser visitada o ano todo. Você só precisa ver o que prefere: verão ou inverno? Não liga para a possibilidade de chuva e prefere preços mais baixos?

Deixo para vocês algumas características das estações no país:

Inverno na Suíça (dezembro a março):

No inverno, as temperaturas nas cidades variam de -2 a 7 graus. Nas vilas alpinas, ela pode cair bem mais – e no topo das montanhas, claro, também. Tempo frio e neve estão presentes em quase todo o país. Mercados de Natal acontecem em várias cidades.

Primavera na Suíça (de março a maio):

Na primavera, as temperaturas costumam variar entre 8 e 15 graus. Os campos se tornam verdes e as flores aparecem, principalmente no sul do país. Note que março costuma ser um mês ingrato: é difícil prever se será ensolarado ou terá dias de neve intensa – principalmente na parte central e norte da Suíça.

Verão na Suíça (de junho a agosto):

O verão marca o aumento das temperaturas. Normalmente, elas variam de 18 a 28 graus – mas há registros de temperaturas bem quentes em agosto, superando a marca dos 30 graus celsius. Foi o que aconteceu em agosto/18 e julho/19. O termômetro marcou vários dias mais de 35 graus celsius. Nas regiões montanhosas, entretanto, a temperatura é mais amena. É possível nadar nos muitos rios e lagos do país. Há muitos festivais de música. A chuva costuma ser um pouquinho frequente, mas nos últimos anos os verões foram bem secos.

Outono na Suíça (de setembro a novembro):

No outono a temperaturas variam de 8 a 15 graus e a natureza se torna bastante colorida, com lindos tons avermelhados e alaranjados. Ainda não há neve nas cidades.

Abaixo, coloco ainda uma tabela com o clima anual em Zurich. Como a Suíça é pequena, pode-se esperar um clima similar em todas as cidades. Só tenha em mente que o sul é mais quente e que, claro, as vilas alpinas têm sempre temperaturas mais baixas devido à altitude.

gráfico com clima da suíça

Para curtir o verão e efetivamente entrar nos lagos ou praticar alguma atividade aquática recomendo de maio a setembro.

É possível ver neve o ano todo?

Sim! Isso não quer dizer que neva o ano todo, mas que há diversas geleiras pelo país e montanhas que estão sempre com neve no topo. Algumas vilas alpinas, ainda, recebem neve todos os meses do ano – como é o caso de Verbier.

Se você quiser ver neve mesmo no verão, te recomendo ir a Jungfraujoch (o famoso Top of Europe) em Interlaken ou ao Mt Titlis, em Engelberg, pertinho de Lucerna.


Quando custa

Quanto custa viajar para a Suíça?

Bom, não dá pra negar, viajar para a Suíça é uma brincadeira um pouco cara para nós brasileiros. Mas vale a pena. O importante é planejar bem a viagem para não gastar além do planejado, à toa. Apesar de que, é até um pouco difícil errar na Suíça…

Um almoço normalmente custará em torno dos CHF20. Mas, claro: você encontra opções mais acessíveis (como nos self-services de supermercado ou cafés/lanchonetes) e opções mais elaboradas e consequentemente mais caras. O jantar fica na casa dos mesmo CHF20 ou CHF30. Restaurantes mais requintados, como falei, podem oferecer pratos a CHF50 também. Ou até mais.

Uma taça de vinho normalmente custa em torno dos CHF5-9. Uma boa garrafa, num restaurante, pode sair a uns CHF70-80.

Sanduíches em torno dos CHF5-10, sucos na casa dos CHF5-7. Saladinhas em padarias e supermercados custa, CHF5-10.

Hospedagem você não encontra abaixo dos CHF100 para duas pessoas com muita facilidade, mas existem, sim, algumas opções. Eu diria que a média de um bom hotel é CHF150-200 por noite para o casal com café da manhã. No verão os preços sempre são mais elevados. Note, entretanto, que a hotelaria é uma das indústrias mais tradicionais da Suíça. Ou seja, apesar de demandarem maior investimento, os hotéis entregam mais do que a média em outros países. Pense que um hotel 3 estrelas na Suíça atende facilmente o padrão 4 estrelas no restante da Europa, o que de certa forma justifica o preço mais alto.

Eu fiz uma compra no supermercado em Lucerna (Coop) e comparei os preços com dois supermercados de categoria semelhante no Brasil (Zona Sul no RJ e Verde Mar em BH). O resultado foi que gastei CHF40 aqui – em torno de R$160 – enquanto no Brasil gastaria R$110. 

Abaixo, deixo uma estimativa diária para uma viagem confortável, sem extravagâncias, pelo país.

quanto custa viajar para a suíça

Gorjetas

A gorjeta na Suíça não é esperada, mas será bem vista. Caso tenha gostado do atendimento, arredonde a conta ou acrescente 10%. 

Como economizar na Suíça

Tenho várias dicas para te ajudar a baratear um pouquinho sua viagem pela Suíça.

A primeira é referente a alimentação. Você não precisa comer todos os dias em restaurantes se estiver com um orçamento mais baixo. Opte pelos supermercados, padarias ou mesmo restaurantes self service das grandes lojas de departamento. Eles oferecem comida de ótima qualidade com preço fixo – o qual varia com o tamanho do prato. Normalmente são disponibilizados 3 tamanhos. As lojas Manor e Globus e o supermercado COOP são bom exemplos dessa opção. A maior rede de supermercados do país, MIGROS, também oferece pratos prontos a preços mais acessíveis. Em todas essas opções que mencionei acima, você consegue fazer uma refeição gastado em torno de CHF7-CHF10. O que corresponde a aproximadamente R$26 a R$40 (câmbio de 2019).

Caso você ainda queira jantar fora, dê uma olhadinha nos restaurantes disponíveis e bem indicados no tripadvisor e analise a quantidade de $$ que cada um tem. Opte por aqueles com até 2 cifrões ($$) para não se assustar com a conta.


ROTEIROS

Roteiro ideal na Suíça?

Não quero desapontá-los, mas são tantas, mas tantas opções que essa pergunta não tem uma resposta exata. Sorry!

Mas, vou tentar dar algumas sugestões:

Se você viaja no inverno, te recomendo se concentrar em 1. cidades com mais estrutura (como Zurich, Lucerna, Genebra, Berna) ou 2. vilas alpinas. Cidadezinhas pequenas e charmosas são lindas nas fotos, cobertas de neve, mas podem ser um pouco entediantes com baixas temperaturas quando todos ficam em casa e os estabelecimentos abrem tarde e fecham cedo. Eu evitaria. (Entenda como inverno o período de final de novembro a final de março).

Se você viaja no verão, aproveite! Te recomendo explorar bastante os lagos e as trilhas que o país oferece. Inclua no roteiro alguma cidade que organize um festival de verão nos dias de sua estadia – vale a pena! O país fica bem mais alegre no verão e você terá a oportunidade de explorar todos os cantinhos que quiser. (Entenda como verão o período de maio a final de setembro).

Outra sugestão legal é dar uma olhada no site do Grand Tour da Suíça. Ao acessá-lo, espere a animação inicial ser executada e o mapa do país aparecer. Depois, é só “brincar” com o mouse pelas opções de rotas disponíveis. Vá clicando nos destinos desejados e vendo os roteiros sugeridos. Você encontrará sugestões perfeitas para quem viaja de carro.

GRAND TOUR DA SUÍÇA

Quantos dias ficar na Suíça?

Posso sugerir uns 20? rs! Bom, a verdade é que é uma pena dedicar só 3 dias para a Suíça porque, apesar de pequeno, realmente há muito pra fazer no país. Eu entendo que quando nós brasileiros viajamos para a Europa raramente visitamos um país só – afinal o continente é longe do nosso, é caro pra chegar e a gente tem sede de ver de tudo um pouco. Mas, vai por mim, você vai ser mais feliz viajando com calma (realmente vivendo cada destino), do que tirando foto de cartões postais em ritmo intenso e dormindo cada noite em um país diferente.

Dito isso, que tal pensar em passar pelo menos 5 dias na Suíça? Se puder mais, fique de 10-20 dias. Só recomendaria que as viagens mais longas pelo país fossem feitas nos meses mais quentes. De maio a setembro os dias são mais longos, os lagos estão super convidativos para atividades aquáticas e o país tem muito mais vida. Festivais acontecem no verão e merecem muito ser vivenciados :)!

Deixo aqui um resuminho sobre minhas cidades preferidas no pais. Você pode clicar no nome de cada uma delas para abrir um artigo com dicas detalhadas,  como o que fazer, onde dormir, o que comer, etc!

Lucerna

Considerada por muitos a síntese da Suíça, a cidade reúne lago e montanhas e muito charme e belezas arquitetônicas. Ela é a capital da Suíça central e está a aproximadamente 1 hora de trem do Aeroporto Internacional de Zurich e pouco mais de 1h do aeroporto de Basiléia.

Berna e Friburgo

Zurich

Apesar de ser a maior cidade da Suíça, Zurich ainda tem ainda bastante charme. É aí em que estão provavelmente os melhores restaurantes do país, concertos e principais lojas e estabelecimentos.

Genebra

Conhecida como a capital da paz pela presença ONU e da Cruz Vermelha. A cidade tem um foco mais “business” e sua rede de hotelaria costuma ter tarifas mais elevadas de segunda a sexta. Genebra, entretanto, ganha vida turística nos finais de semana e no verão. Se você quiser visitar a cidade, recomendo que o faça nos meses mais quentes.

Verbier

Interlaken e região

Interlaken e região reunem cidades e vilas alpinas extremamente pitorescas, montanhas incríveis e lagos de tirar o fôlego. Muitos esportes podem ser praticados por ali, como esportes de inverno e paragliding.


TRANSPORTE

Transporte na Suíça: carro, trem, barco e ônibus

O transporte público na Suíça é um dos mais eficientes do mundo. São mais de 26.000km de linhas férreas – que estão em expansão até hoje. A SBB CFF FFS é a empresa estatal responsável pelas ferrovias de todo o país. De ônibus + trem você chega em praticamente qualquer lugar – incluindo nos Alpes e nas estações de ski.

Se você quiser viajar de trem, saiba que o Swiss Travel Pass é recomendado para quem fica pelo menos 3 dias na Suíça e pretende se deslocar bastante.

Se você quiser viajar de carro saiba que brasileiro não precisa da PID (Permissão Internacional para Dirigir) na Suíça, basta a CNH válida. Mas, durante a viagem, leve consigo o passaporte, a CNH, o documento de aluguel de veículo e a apólice do seguro contratado, para evitar algum desconforto caso a polícia te pare por algum motivo.

Note que não existem pedágios na Suíça. Os carros devem ter um selo válido colado no parabrisa. Todos os carros alugados no país já terão esse selo. Ao entrar na Suíça de carro, vindo de um outro país, entretanto, o selo é adquirido na fronteira (CHF40).

Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass é um passe de trem criado exclusivamente para estrangeiros que visitam a Suíça. Ele garante aos viajantes uso ilimitado de quase todas as ferrovias daqui, além de barcos e ônibus. Os passes são vendidos com duração de 3, 4, 8 ou 15 dias.

Existem duas categorias: o Swiss Travel Pass, que deverá obrigatoriamente ser utilizado de forma contínua, e o Swiss Travel Pass Flex, que pode ser utilizado nos dias desejados, durante um período de 30 dias.

O Swiss Travel Pass ainda dá desconto ou acesso grátis a museus e outros atrativos do país.

A maneira mais vantajosa de se adquirir o Travel Pass é na própria Suíça. Basta se dirigir com seu passaporte a qualquer posto da SBB-CFF-FFS e comprar o passe em dinheiro – assim você não precisará pagar os 6% de IOF do cartão de crédito. Entretanto, também é possível comprá-los pela internet e fazer a impressão dos tickets em casa.

Existe Uber na Suíça?

Apenas nas cidades maiores, como Genebra, Zurich e Lausanne.

E táxi na Suíça, é caro?

Muito. Andar de táxi na Suíça é super caro. Já precisei pegar algumas vezes – por causa de mala, chuva, horário ou os 3 juntos. Corridas curtinhas de menos de 10 minutos podem chegar a CHF40. Se quiser economizar, evite ao máximo. Como falamos acima, o transporte público é super eficiente e dá conta do recado!


DESTAQUES

Maravilhoso, incrível e um mega destaque na Suíça

Os hotéis Villa Honegg, The Cambrian e Vitznau ganharam nossos corações e são boas dicas para datas especiais. Ambos estão próximos ao lago Lucerna. Já vou deixar aqui o link dos dois no booking.com para que vocês vejam valores e mais informações: Honegg |The CambrianVitznau

Verzasca é um vale próximo à Locarno pouco conhecido mas maravilhoso!! Vale muito a pena uma visita durante o verão ou inicinho do outono para um mergulho nas águas cristalinas e esverdeadas do rio Verzasca. A cidadezinha é chamada Lavertezzo (basta colocá-la no GPS para chegar lá). Hospede-se em Locarno ou Lugano. Hotéis: La Palma au LacArcadia LocarnoHotel Geranio au Lac

Interlaken é deslumbrante. Em qualquer época do ano, não deixem de conhecer. Hotel: Victoria Jungfrau Grand Hotel & Spa.

O Blausee também merece destaque. Ele é um lago maravilhoso (um dos mais bonitos da Suíça) localizado na região de Interlaken, a cerca de 1h30 de carro de Lucerna.

Zermatt é uma vila alpina super romântica e completa. Nos hospedamos no Schlosshotel e recomendamos muito. Independe da sua idade, não deixe de se divertir no trenó na neve. Um hotel também maravilhoso na região é o Riffelhaus com destaque para a jacuzzi externa com vista para o Matterhorn.


GUIAS E POSTS

nossos posts sobre a Suíça

  • Lucerna – Guia Completo (onde dormir, onde comer, o que fazer, etc!)
  • Zurich – Guia Completo (onde dormir, onde comer, o que fazer, etc!)
  • Genebra – Guia Completo (onde dormir, onde comer, o que fazer, etc!)
  • Berna – e o rio mais incrível da Suíça (para aproveitar muito no verão)
  • Verbier – muito mais que o melhor destino de inverno na Suíça
  • Interlaken – O porque de toda a fama e o que fazer na região
  • St Gallen – Uma linda cidade pertinho de Zurich (vocês precisam visitar a biblioteca)
  • Fribourg – Cidade medieval próxima a Bern e Gruyère (não deixe de conhecer)
  • Blausee – Um dos lagos mais lindos do país (sério!!!)

 

perguntas frequentes sobre a suíça

Vocês também nos deixaram algumas dicas valiosas pelo Instagram:

1. Não deixe de conhecer Lucerna (imperdível), Bern e Lausanne. Zurich também é incrível.

2. O Glacier Express é o passeio de trem mais famoso da Suíça, mas nos disseram que o Bernina Express é o mais encantador e realmente imperdível.

3. Cidades alpinas de tirar o fôlego: Zermatt, Interlaken, St Moritz (mais badalado).

4. Quem busca passar a lua-de-mel ou uma data comemorativa no país com muita exclusividade deve considerar o hotel Villa Honegg, próximo a Lucerna.

5. O lago Lucerna, no verão, possui diversas possibilidades de esportes aquáticos, de wake board ao SUP.

6. Em Zermatt, não se limite ao ski ou snowboard e experimente a descida de trenó. Pura diversão. Uma ótima dica de restaurante é o Rosstal. Hospede-se no Schlosshotel.

7. Para uma experiência diferente, procure se hospedar nos diversos hotéis Iglu espalhados pelas cidades alpinas do país.

8. Tentem conhecer o país na primavera ou verão, para aproveitar os lagos, participas dos festivais e conhecer as cidades caminhando. Mas o inverno também não pode ser dispensado.. O jeito é ir à Suíça duas vezes ;)!

 

fim do conteúdo do post

Para ver mais dicas e poder acompanhar em tempo real minhas viagens…

Que tal seguir o Vamos nas redes sociais? =)
instagram tem atualizações diárias das minhas andanças pelo mundo e é meu principal canal de interação com vocês! A página no face tem fotos, dicas e links dos principais posts aqui do blog.
Ah, e não se esqueça de adicionar nosso FACILITADOR DE VIAGENS nos seus favoritos. Nele você encontra links para diversos sites que uso no planejamento de nossas viagens (tem site de aluguel de carro, de apartamento, de identificar o melhor assento do avião, de conversão de moedas, etc.). Tudo de confiança, que funciona e que eu uso MESMO! Adicione também a nossa seção de DESCONTOS. Um dia você pode precisar – e um descontinho nunca é demais :)
beijos e voa viagem, raquel Furtado, VamosPraOnde

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!

  1. Beatriz Ernesto 31/07/2019

    Oiii,

    Qual foi o custo total de vocês nessa viagem?

    Obrigada!

    • Raquel Furtado respondeu Beatriz Ernesto 06/08/2019

      Oi Beatriz, tudo bem? De qual viagem? Já estive tantas vezes na Suíça ;)

  2. Izabella 27/07/2019

    Olá Raquel!!!
    Estou pensando em ir para Suiça em Dezembro/Janeiro e queria saber se vale a pena, nessa época, alugar carro para conhecer as cidades. Faria base em uma cidade e conheceria as demais de carro. Obrigada e beijos,

    • Raquel Furtado respondeu Izabella 06/08/2019

      Oi Izabella, tudo bem?
      Vale a pena alugar carro, sim, mas você não prefere fazer a viagem de trem? Assim você pode aproveitar a paisagem sem se preocupar em dirigir ;-)

  3. Rony Cavalcante Rondon 18/06/2019

    Eu quero passar uma temporada na Suíça, cerca de 3 meses, você me recomendaria ficar hospedada onde? Acho que o ideal seria um apartamento e não hotel devido ao longo tempo.

    • Raquel Furtado respondeu Rony Cavalcante Rondon 05/07/2019

      Oi Rony, tudo bem?
      Qual o objetivo da viagem? Viajar pelo país ou fazer base em uma cidade mesmo? Se for Lucerna eu recomendo o Glandon Appartments (eles alugam estúdios super bem localizados por curtos períodos). Zurich é uma cidade maior e tem mais opções de lazer noturno. Me fala mais dos seus objetivos preu conseguir ajudar melhor!

  4. CAMILA 26/04/2019

    Quel, vou passar sete dias na Suiça no mês de novembro estamos pensando em ficar uns dias em Zurique, Lucerna e podemos chegar até Genebra. Qual pico vc indicaria nessas regiões?

    • Raquel Furtado respondeu CAMILA 05/07/2019

      Oi Camila, tudo bem?
      Que delícia de viagem!! Dá uma lidinha no post de Lucerna e Genebra que eu dou várias dicas de lugares próximos. De Zurich também vale conhecer St Gallen – linda!

      E o Blausee no inverno também merece ser visitado!

  5. Marilia 24/04/2019

    Oiii! Nós iremos agora em Maio, 4 dias, ficaremos em Berna e Zurique. Estamos querendo ir na Jungfrauchoj, vc acha que compramos os ingressos antecipados ou no local? Vc acha que compensa comprar o Swiss Pass?

    • Raquel Furtado respondeu Marilia 05/07/2019

      Oi Marilia, tudo bem?

      O Swiss Pass depende da quantidade de viagens e passeios que você quer fazer!! Dá pra fazer umas continhas rápidas e ver se financeiramente vale mesmo – mas normalmente sempre vale. Eu recomendo demais!

      Hmm.. quanto a comprar antecipado ou não, não sei te dizer com muita precisão. Acho que antecipado é mais garantido ;)

  6. Cintia Madeira 23/04/2019

    Nós vamos em dezembro, passaremos o Natal aí e já estou encantada com os mercadinhos que vc mostrou. Nossa cidade base será Lucerna… Não poderia ser outra, depois de tanto te acompanhar por lá rsrs, já estou ansiosa!

    • Raquel Furtado respondeu Cintia Madeira 23/04/2019

      Ah que demais <3!!!! Vão se apaixonar!! Me contem depois! Beijinho

  7. Cintia Madeira 22/04/2019

    Quel, quais os picos que valem mais a pena visitar? Passarei 3 dias e meio na Suíça e tem tantas montanhas, que estou em dúvida quais visitar… Jungfrau, Mont Titlis, Firt, Rigi, 007? Queremos ir em dois.

    • Raquel Furtado respondeu Cintia Madeira 23/04/2019

      Oi Cintia, tudo bem?

      Onde vc vai fazer base? Vai dormir em Lucerna ou Zurich? E em que mês você vem? E quer ver neve? rs!
      Me contagias que aí consigo te ajudar melhor!!

      beijinho

  8. Carolina 27/03/2015

    Nadar nos lagos da Suíça é uma diversão à parte! Muito popular entre os locais e muito divertido! Além disso, uma ótima pedida é fazer pic-nics na beira do lago ;)