Vamos Pra Onde?

/

Stand-up Paddle em Itacaré, Bahia

Muitas são as opções de Stand-up Paddle em Itacaré. O mais tradicional é o aluguel de pranchas na Praia da Concha, onde muitos ficam de 30 minutos a uma hora se divertindo no mar, às vezes até tendo o primeiro contato com o esporte. Mas, para aqueles mais aventureiros, que gostam de usar a prancha de SUP como transporte, existem os deslocamentos até as Praias Rurais, como a Prainha e até uma linda cachoeira no Rio de Contas, a Cachoeira do Cleandro.

SUP

Fizemos o passeio até a Cachoeira do Cleandro, cujo nome oficial é Cachoeira das Quatro Quedas, imperdível! São quatro quilômetros de remada para ir e outros quatro para voltar, totalizando cerca de cinco horas de passeio. Pode até parecer ser difícil mas, acredite, não é – mesmo para quem não está acostumado a remar.

O Passeio – Travessia de SUP em Itacaré

O passeio parte da Praia da Concha (mostrada do mapa abaixo) e segue para a direita, sentido Rio de Contas. A interseção entre Rio e Mar ocorre na Ponta do Xaréu.

Cachoeira do Cleandro Mapa1

Imagem recuperada do Guia Online de Itacaré

Rema-se continuamente pelo Rio de Contas, até chegar em um mangue e finalmente na propriedade do Cleandro, onde está localizada a cachoeira.

Cachoeira do Cleandro Mapa2

Imagem recuperada do Guia Online de Itacaré

Nosso Passeio

Nós fechamos o “pacote” com a Soul SUP*, que fica na Praia da Concha. O facebook dele é esse aqui. (Eles não possuem website próprio). Pagamos R$100,00 cada, para um grupo de quatro pessoas. Parece que o preço oficial é R$150,00 pessoa, mas demos uma choradinha ;) Quem não estiver muito confiante para um passeio tão longo pode primeiro alugar a prancha para remar na própria praia (R$60,00 por hora) para treinar e aprender os fundamentos do SUP.

*A Soul SUP é a primeira escola de Stand Up Paddle de Itacaré e conta com cursos, aulas, expedições, supyoga, aluguéis de pranchas e venda de equipamentos (pranchas e acessórios). Os Instrutores são credenciados pela International Surfing Association (ISA). O email de contato é: itacaresoulsup@gmail.com

SUP Rio das ContasCombinamos com o Paolo, nosso guia para essa expedição (à esquerda na foto, de blusa branca), de nos encontrar às 05:40 na base da Soul SUP. O passeio não precisa ser necessariamente tão cedo, mas deve respeitar o horário da maré. Para remar o tempo todo com corrente à favor, deve-se iniciar o passeio no final da maré de enchente e voltar no começo da maré vazante, possibilitando apenas uma “janela de maré” por dia para fazer a travessia.

Além do material de SUP (prancha e remos), a Soul SUP disponibiliza um instrutor que nos acompanha durante todo o tempo e uma bolsa à prova d’água para levar seus pertences e água para o grupo.

Nós aproveitamos até para levar um lanchinho e fazer um pic-nic no rio durante a volta!

Após remarmos pela Praia da Concha, contornamos a Ponta do Xaréu (onde turistas e nativos se reunem para ver o pôr do sol todos os dias) e entramos no Rio de Contas. A remada no rio é bem tranquila: por não ter ondas, a água fica bem flat. De lá entramos em um oásis de tranquilidade, quebrado uma vez ou outra por pequenas embarcações de pesca. Não raro, é possível topar com botos por ali; mas infelizmente não tivemos essa sorte.

O ritmo da remada varia com a técnica e capacidade física do grupo (se alguém não aguentar, é possível ligar para uma jangada de apoio, pagando por fora) e torna o passeio uma jornada bem relaxante.

Após um tempo subindo o rio, entramos em um braço de manguezal para mais cerca de quinze minutos de remada até a cachoeira. É uma visão impressionante, passar por uma espécie de túnel de árvores, totalmente diferente do que estamos acostumados a ver na cidade, com vários carangueijos passando sobre a vegetação.

Ao ouvirmos um barulho de queda d’água, chegamos finalmente ao nosso destino. A Cachoeira das Quatro Quedas é conhecida como Cachoeira do Cleandro por estar na propriedade de um senhor de mesmo nome, que cobra R$10,00 por pessoa pelo acesso, oferecendo um bar para os turistas comerem ou beberem alguma coisa. Esse valor já estava incluído em nosso passeio.

Quando chegamos lá, estávamos sós e pudemos aproveitar as quatro quedas só para a gente (uma trilha leve de cerca de cinco minutos liga todas elas).

*** Para saber mais detalhes sobre a Cachoeira, veja o nosso post completo de Itacaré.

DCIM107GOPRO

 

Banho tomado e espírito renovado, pegamos as pranchas para voltar para a Praia da Concha. Pelo caminho, cruzamos com alguns barquinhos indo até a cachoeira (outra opção de transporte é o caiaque). É interessante notar como o mangue fica mais raso com a maré mais baixa. Ficamos ali apreciando toda aquela beleza enquanto remávamos tranquilos.

Saindo do mangue, e mesmo com a maré vazando (estávamos remando a favor da correnteza), tivemos um pouco mais de dificuldade, pois estávamos contra o vento.

Em uma parte do Rio das Contas, um banco de areia foi formado, perdido bem ali, entre a linda vegetação. Esse foi o ponto ideal para o nosso pic-nic, e claro, para aproveitar e descansar um pouquinho.

Pic Nic SUP

Importante: Na foz do rio, como a corrente está vazando, indo contra o mar, são formadas algumas ondas. Recomendamos remar ajoelhado nessa parte, já que existem correntes que puxam para baixo, sendo bem importante ficar sobre a prancha.

Para os interessados em fazer este passeio, o contato da Soul SUP é o seguinte: (73) 9988 3159. Vocês falarão com Paolo, gente boníssima! (não vimos nenhuma outra empresa oferecendo este passeio). Boas remadas!

  • Marcus
    26 de janeiro de 2016

    Adoro SUP e esse relato completíssimo só ajudou a decidir a melhor forma de curtir Itacaré! Estou indo em Abril e não vejo a hora de fazer esse passeio! Parabéns pelo Blog!

  • Patricia Marques
    11 de dezembro de 2014

    Oii. Raquel você e sua amiga já praticavam SUP antes de fazer esse passeio??
    Eu fiz SUP uma vez só, e apaixonei por esse passeio de vocês, mas estou com medo de não conseguir… =/

    • Raquel Furtado
      Patricia Marques
      11 de dezembro de 2014

      Oi Patrícia!
      Eu já, mas a outra garota que foi conosco não tinha prática nenhuma. E não teve dificuldade nenhuma também. A gente rema a maior parte do tempo no rio, é super tranquilo!!

      Conversa com o Paolo para ter mais segurança. Ele pode ver você remando na praia antes e dar algumas dicas pra ajudar. Mas é super franquilo mesmo!

      Beijão

      • Patricia Marques
        Raquel Furtado
        11 de dezembro de 2014

        Aii que bom!! \o/ Só mais uma coisinha… Vamos ficar hospedados em Morro de São Paulo. Sabe se esse rapaz que você indica pro transfer, o Glauber também faz o trajeto Salvador Morro?

        • Raquel Furtado
          Patricia Marques
          11 de dezembro de 2014

          Oi!!

          Hmm o Glauber não faz (Salvador – Morro é feito de barco).. Mas você tem vôo de salvador pra Ilhéus? Itacaré é perto de Ilhéus.. É um pouco longe de Salvador.

          Eu até já fiz Itacaré e Morro na mesma viagem, mas voltei de Morro por Valença (barco tbm) e de lá peguei uma van pra Itacaré. Tinham várias no porto!

      • Patricia Marques
        Raquel Furtado
        11 de dezembro de 2014

        Nós vamos por salvador. Vamos em família e até agora só eu quero ir em itacaré também. O resto do pessoal é acomodado, tipo vamos pra Morro e pronto! =/
        Mas eu NECESSITO ir em Itacaré fazer esse passeio! rsrs

        • Raquel Furtado
          Patricia Marques
          11 de dezembro de 2014

          Hahahaha Vai sim!! Convence o pessoal, Itacaré é incrível! Não só esse passeio, mas as praias, as trilhas.. é bonito demais!!

      • Patricia Marques
        Raquel Furtado
        11 de dezembro de 2014

        Muito obrigada pelas respostas!!
        Até mais! Beijo

  • Stand Up Paddle em Itacaré: praia, rio, manguezal e cachoeira! - Aventureiros
    20 de abril de 2014

    […] dele através dos amigos do blog VamosPraOnde. Eles estavam por lá uns dias antes e andaram de Stand Up Paddle em Itacaré. Eu acompanhei todas as dicas através de suas redes sociais e anotei tudo. Quando vi as fotos foi […]

  • Mauricio Oliveira - Trilhas e Aventuras
    29 de janeiro de 2014

    Já fiz contato com ele e agendei meu passeio!
    Adorei essa dica qdo vi no seu Instagram. :)
    Sou apaixonado por SUP.
    Abs

    • quelfurtado
      Mauricio Oliveira – Trilhas e Aventuras
      5 de fevereiro de 2014

      :-) Obrigada pelo elogio! Depois conta pra gente como foi o passeio!

  • Jéssica Mota
    17 de janeiro de 2014

    Amei a postagem Quel Furtado, eu já achava bem legal quando vi pessoas falarem do Stand-up e agora vendo essas fotos fiquei ainda mais. Ótima postagem!

    • quelfurtado
      Jéssica Mota
      17 de janeiro de 2014

      Obrigada Jéssica! É muito bom mesmo! Tem que experimentar um dia ;)
      Bjos!!

  • Monica
    15 de janeiro de 2014

    Seus posts são completos demais! É incrível o detalhamento que vcs dão. Acho que esse vem sendo seu grande diferencial. Parabéns mais uma vez!

    • quelfurtado
      Monica
      15 de janeiro de 2014

      :) Muito obrigada pelo elogio Monica! Ficamos felizes em saber que está gostando!!

Deixe o seu comentário

Post Anterior
Rafting em Itacaré, Bahia
Próximo Post
Vamos para… Corfu!