185
roteiros
124
cidades

Meus 7 dias em Tromso + Aurora Boreal!

Nem acredito que realizei esse sonho: ver a Aurora Boreal <3! Foi tudo ainda mais mágico do que eu esperava. Quem acompanhou os posts e os stories no nosso Instagram durante essa minha viagem para Tromso em janeiro/2018...

Como chegar à Machu Picchu

Machu Picchu é um destino maravilhoso! Recomendamos muito que você reserve um espacinho na sua agenda para conhecer esse lugar especial. Machu Picchu representa...

Fíji para mochileiros ou viajantes econômicos

É até difícil imaginar, mas Fíji é um país que recebe MUITOS mochileiros e viajantes mais econômicos! Acho que o marketing dos grandes e...

Estados Unidos muito além da Flórida e NY: Explorando o Oeste

Se você nos acompanha pelo Instagram, já deve saber que estamos passando 38 dias no oeste dos Estados Unidos, explorando Parques Nacionais e outros cantinhos naturais muito bem preservados pelos americanos. Estamos agora no Arizona!

Polinésia Francesa (Tahiti, Bora Bora e muito mais)

Taí um destino que faz parte da listinha de desejos de grande maioria dos viajantes. Muitos, ainda, sonham com Bora Bora ou alguma outra...

Tudo o que você precisa saber sobre viagens e a vacina contra Febre Amarela

25 de Janeiro de 2018
0 comentários 995 visualizações
escrito por Raquel Furtado

Uma parte super importante no planejamento de qualquer viagem é a documentação! Por isso, é necessário conferir se você possui todos os documentos necessários para um determinado destino, com o máximo de antecedência possível. Passaporte, Vistos, etc! Isso te livrará de problemas e dificuldades… Hoje, vamos falar sobre a Vacina contra Febre Amarela. Tenho vários (sim, vários) amigos que já voltaram do destino das férias, por exemplo, África do Sul, (sem ao menos poder sair do aeroporto) por não terem um certificado internacional comprovando a vacinação. Parece bobeira, mas acontece!

Fizemos 3 posts sobre o tema. Leia também:

A vacina contra a Febre Amarela é exigida por diversos países, inclusive algumas regiões do Brasil. A lista é atualizada frequentemente e está disponível no site da Organização Mundial de Saúde. Acesse a lista e faça uma busca (ctrl L ou command F) do país pra onde você deseja viajar. Escreva o nome do país em inglês, pois o documento é em inglês. (Febre Amarela = Yellow Fever)

Pessoal, importante: pensem em todo o trajeto, não apenas no destino final, ok? Considere suas escalas e conexões.

Nós do VamosPraOnde sempre recomendamos que você viaje com o seu certificado internacional de vacinação. Temos o nosso na capinha do passaporte.

O certificado é gratuito, assim como a aplicação da vacina – desde que aplicada em um posto público. Veja abaixo nossas dicas sobre a vacinação e a emissão do documento.

Como tomar a Vacina contra Febre Amarela e

emitir o certificado internacional

1) TOMAR A VACINA

O primeiro passo é tomar a vacina contra a Febre Amarela em um posto de saúde. Você receberá um comprovante que deve estar carimbado e é importante que todos os dados estejam legíveis, especialmente o código do lote.

cartão de vacina contra febre amarela

A vacinação precisa ser feita, no mínimo, com 10 dias de antecedência para a viagem. 5 dias antes, por exemplo, não teria valor para essa viagem específica.

Infelizmente, com a atual epidemia de Febre Amarela, alguns estados estão vacinando com uma dose fracionada, ela não é válida para emissão do certificado. Para emitir o documento, o viajante precisa ter recebido a dose integral.

2) AGENDAR A EMISSÃO DO CERTIFICADO

Com esse comprovante em mãos, é preciso se cadastrar no site “Saúde do Viajante” da Anvisa. Após o cadastro, você consegue agendar o atendimento para emissão do seu certificado.

Nota: Já soubemos de alguns casos em que esse cadastro não foi necessário e outros em que o mesmo foi exigido. Pelo que entendemos, não há realmente uma regra.

Há também uma lista de postos que emitem o certificado, mas não é sempre que todos estarão atendendo (e ainda pode acontecer de postos que não estão nessa lista fazerem o serviço). O ideal é entrar em contato com o local onde você pretende ser atendido para obter a informação atualizada. A gente fez isso – é só dar um telefonema :)

No caso da Quel, ela conseguiu fazer tudo em um posto só – até o cadastro ela fez lá e em seguida recebeu seu certificado.

3) CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO OU PROFILAXIA – CVIP

No dia agendado, você deve se dirigir ao posto da Anvisa portando o comprovante de vacinação e o documento de identidade ou a CNH.

Importante: É possível emitir o certificado usando o passaporte como identificação, mas a gente não recomenda. O certificado ficaria permanentemente associado ao atual número do seu passaporte. Então, depois deste vencido, você precisaria carregá-lo nas viagens. A carteira de identidade ou a CNH nunca têm o número alterado, então, embora você precise sempre levar uma das duas com você nas viagens, é a melhor opção na hora de emitir o seu certificado de vacinação. São documentos pequenos e nós brasileiros já os levamos sempre na carteira :)

O certificado é entregue na hora. Menores de idade precisam estar acompanhados dos responsáveis.

Alguns postos até prestam os dois serviços: vacinar e emitir o certificado, como falamos acima no caso da Quel. Mas pode acontecer de um determinado posto estar sem estoque de vacina ou com a emissão do certificado suspensa. Ou, simplesmente, dos horários dos serviços não serem compatíveis. Por isso, reforço, liguem sempre antes de se dirigirem ao posto.

E quem não pode tomar a Vacina contra Febre Amarela?

Quando o viajante tem a vacinação contraindicada por seu médico, a opção é um Atestado de Isenção de Vacinação, em Inglês ou Francês, baseado nesse modelo:

De acordo com o Regulamento Sanitário Internacional, autoridades de saúde devem considerar esse atestado. Porém outras medidas de controle podem ser adotadas pelo país de destino.

Teoricamente, esses atestados podem ainda ser levados aos mesmos postos que emitem o certificado internacional (CIVP), para revisão e inclusão dos dados no sistema da Anvisa. Mas a Agência afirma que isso não aumenta a validade e o reconhecimento do documento confeccionado por seu médico, desde que o mesmo esteja dentro das especificações.

Essa é a sua situação? Conhece alguém que tenha o Atestado de Isenção e Vacinação? Conta aqui nos comentários como foi o seu processo!

Perdi meu Certificado Internacional de Vacina contra Febre Amarela

Nesse caso, você precisará procurar um posto da Anvisa, que emitirá a segunda via do documento após conferir suas informações no sistema da Agência.

Explicamos sobre esse procedimento no post: Como emitir a segunda via do certificado internacional CIVP.

Estou fora do Brasil e preciso emitir um Certificado Internacional 

A Anvisa não emite CIVP para vacinas que foram realizadas fora do país. Mas, se você foi vacinado no Brasil, está em posse do comprovante da vacinação e deseja apenas o certificado, é possível solicitá-lo no Consulado Brasileiro. O mesmo vale para solicitação de segunda via do certificado. Mas nesse caso, como suas informações estão no sistema da Anvisa, não é necessário nenhum comprovante de vacinação. Apenas procure o consulado.

Nota: em 2018, algumas mudanças aconteceram nop Brasil em relação à Vacina contra Febre Amarela. Leia o post que escrevemos explicando como os viajantes são afetados com essas novidades.

resumo-spbre-vacina-contra-febre-amarela

linha para dividir posts

 

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!